Futebol em Números

Arquivo : Corinthians

Flamengo: brasileiro com mais quedas na fase de grupos da Libertadores
Comentários Comente

Rodolfo Rodrigues

Ao perder de virada, ontem, para o San Lorenzo-ARG, em Buenos Aires (2 x 1), o Flamengo deu adeus à Copa Libertadores de 2017. Foi a quinta eliminação do rubro-negro em 12 participações na competição ainda na fase de grupos. Desde 1960, nenhum clube brasileiro caiu tantas vezes nessa fase da competição.

No século XXI, o Flamengo soma mais desclassificações na fase de grupos do que classificações. O time caiu em 2002, 2012, 2014 e 2017. No período, conseguiu passar para as oitavas de final em 2007, 2008 e 2010. Nas últimas três participações, o clube foi eliminado em todas, igualado assim o recorde negativo de Palmeiras (eliminado três vezes na fase de grupos em 1973, 1974 e 1979), São Paulo (1978, 1982 e 1987) e Vasco (1975, 1980 e 1985). Os três clubes, porém, caíram nos anos 70 e 80, quando apenas o líder do grupo avançava para a fase seguinte da competição.

O Palmeiras, que lidera seu grupo, ainda corre o risco de ser eliminado na Libertadores de 2017. Assim, poderia igualar o recorde de quedas do Flamengo. Mas a chance de o time paulista ser eliminado é pequeno. Ainda assim, se cair, teria cinco eliminações em 16 participações contra 12 do rubro-negro na fase de grupos.

Por outro lado, o Cruzeiro é o time brasileiro com o melhor desempenho na fase de grupos. Em 13 participações, avançou em todas e nunca foi eliminado. O Corinthians é o segundo melhor. Depois de cair em 1977, o time não foi mais eliminado nas 11 participações seguidas.

Clubes brasileiros com mais eliminações na fase de grupos da Libertadores:

ClubeEliminaçõesClassificações
Flamengo57
Palmeiras411
São Paulo313
Vasco34
Internacional38
Fluminense24
Atlético-MG27
Grêmio212
Coritiba20
Atlético-PR23
Santos110
Botafogo13
Corinthians111
Guarani12
Bangu10
Sport11
Juventude10
Santo André10
Paulista10
Cruzeiro013
Bahia01
Criciúma01
São Caetano03
Paysandu01
Goiás01

 

Eliminações e classificações dos clubes brasileiros na fase de grupos da Libertadores:

ClubeEliminaçõesClassificações
Flamengo1983, 2002, 2012, 2014, 20171981, 1984, 1991, 1993, 2007, 2008, 2010
Palmeiras1973, 1974, 1979, 20161968, 1971, 1994, 1995, 1999, 2000, 2001, 2005, 2006, 2009, 2013
São Paulo1978, 1982, 19871972, 1974, 1992, 2004, 2005, 2006, 2007, 2008, 2009, 2010, 2013, 2014, 2016
Vasco1975, 1980, 19851990, 1998, 2001, 2012
Internacional1976, 1993, 20071977, 1980, 1989, 2006, 2010, 2011, 2012, 2015
Fluminense1971, 19852008, 2011, 2012, 2013
Atlético-MG1972, 19811978, 2000, 2013, 2014, 2015, 2016, 2017
Grêmio1982, 19901983, 1995, 1997, 1998, 2002, 2003, 2007, 2009, 2011, 2013, 2014, 2016
Coritiba1986, 2004
Atlético-PR2002, 20142000, 2005, 2017
Santos19841962, 1965, 2003, 2004, 2005, 2007, 2008, 2011, 2012, 2017
Botafogo20141963, 1973, 1996
Corinthians19771991, 1996, 1999, 2000, 2003, 2006, 2010, 2012, 2013, 2015, 2016
Guarani19871979, 1988
Bangu1986
Sport19882009
Juventude2000
Santo André2005
Paulista2006
Cruzeiro1967, 1975, 1976, 1994, 1997, 2001, 2004, 2008, 2009, 2010, 2011, 2014, 2015
Bahia1989
Criciúma1992
São Caetano2001, 2002, 2004
Paysandu2003
Goiás2006

Os clubes líderes de público na história do Brasileirão
Comentários Comente

Rodolfo Rodrigues

Desde o início do Brasileirão, Flamengo, Atlético-MG e Corinthians são os clubes que mais vezes terminaram o Brasileirão com a melhor média de público da competição – o rubro-negro em 12 oportunidades, enquanto Galo e Timão em 9 edições cada. No ano passado, o Palmeiras foi líder de público pela segunda vez na história, repetindo o feito de 1978. Entre os 12 grandes clubes do Brasil, três nunca conseguiram ter a melhor média: São Paulo, Santos e Botafogo.

Clubes que mais vezes terminaram o Brasileirão com a melhor média de público:
12 – Flamengo
9 – Atlético-MG e Corinthians
4 – Cruzeiro
3 – Bahia
2 – Fluminense, Internacional e Palmeiras
1 – Grêmio e Vasco

Líderes de público do Brasileirão (ano a ano)

AnoClubeMédia
1972Corinthians40719
1973Flamengo33660
1974Vasco36619
1975Internacional51962
1976Corinthians47729
1977Atlético-MG55664
1978Palmeiras31359
1979Internacional46491
1980Flamengo66507
1981Flamengo43614
1982Flamengo62436
1983Flamengo59332
1984Flamengo38543
1985Bahia41497
1986Bahia46291
1987Flamengo47610
1988Bahia35537
1989Flamengo21300
1990Atlético-MG26748
1991Atlético-MG26763
1992Flamengo42922
1993Corinthians37330
1994Atlético-MG22673
1995Atlético-MG21072
1996Atlético-MG25449
1997Atlético-MG23342
1998Cruzeiro28384
1999Atlético-MG42322
2000Fluminense20219
2001Atlético-MG30679
2002Fluminense25666
2003Cruzeiro26366
2004Corinthians13547
2005Corinthians27330
2006Grêmio25630
2007Flamengo39221
2008Flamengo40694
2009Flamengo41553
2010Corinthians27446
2011Corinthians29397
2012Corinthians24299
2013Cruzeiro28888
2014Cruzeiro29678
2015Corinthians34188
2016Palmeiras32682

* Não há registro de 1971. Clubes com as maiores médias de público em casa.

Considerando apenas os jogos dos clubes como mandantes desde 1972 (já que 1971 não há registro de público), o Flamengo é também o clube com a maior média de público geral, com 26 521 torcedores por jogo, seguido pelo Corinthians, Bahia e Atlético-MG, os quatro clubes com média acima de 20 mil torcedores.

Maiores médias de público dos clubes no Brasileirão entre 1972 e 2016:

Flamengo26521
Corinthians23299
Bahia23166
Atlético-MG23005
Cruzeiro19825
Palmeiras18476
São Paulo18432
Grêmio18059
Internacional17999
Vasco16702
Nacional15970
Fluminense15937
Sport15635
Tiradentes15629
Ceará15356
Brasiliense15324
Santa Cruz14833
Paysandu14633
Operário-MS14465
Fortaleza14297
Coritiba13782
CSA13749
Remo13578
Londrina13507
Botafogo13209
Vitória13037
Treze12965
Goiás12762
Maringá12661
Santos12609
Auto Esporte12600
CRB12485
Atlético-PR12180
Náutico11882
Botafogo-PB11603
Campinense11589
Mixto11567
Colorado11504
Moto Clube11364
Botafogo-SP11056

 


Os mandantes mais temidos do Brasileirão 2017
Comentários Comente

Rodolfo Rodrigues

Em 14 edições do Campeonato Brasileiro na era dos pontos corridos, desde 2003, seis campeões foram os clubes com as melhores campanhas como mandantes na competição – Cruzeiro (2003, 2013 e 2014), Santos (2004), São Paulo (2007) e Corinthians (2015). Nas outras edições, os melhores mandantes não ficaram com o título, mas chegaram entre os primeiros: Palmeiras (4º em 2005); Santos (4º em 2006); Cruzeiro (3º em 2008); Corinthians (3º em 2010) e Atlético-MG (2º em 2012). Apenas Grêmio (8º em 2009), Coritiba (8º em 2011) e Atlético-PR (6º em 2016), não ficaram entre os quatro primeiros.

Se este histórico for mantido, dois times (Grêmio e Santos) têm motivos para ficarem otimistas. A duplas leva a melhor contra os todos 19 times da elite do Brasileirão, quando joga em casa, levando-se em conta o desempenho desde o início da competição em 1971.

O Grêmio, jogando em Porto Alegre (no antigo estádio Olímpico) e em sua nova Arena, tem um aproveitamento contra os adversários que estão na Série A de 2017 de 66,2% dos pontos. Contra alguns grandes, chega a ter um desempenho excelente. Diante do Flamengo, foram 16 vitórias e apenas 2 derrotas. Contra o Corinthians, 19 vitórias e 5 derrotas.

Já o Santos, atuando na Vila Belmiro (na maioria dos jogos), ou em São Paulo, também é superior a todos os rivais da Série A desse ano. Em 382 jogos em casa, venceu 202, empatou 110 e perdeu 70 – 62,5% de aproveitamento Contra Vitória (17 jogos) e Atlético-PR (20 jogos), o Peixe nunca foi derrotado em casa.

Clubes que mais levam vantagem sobre os 19 adversários da Série A de 2017 em casa (desde 1971):
Vantagem em 19 confrontos:
Grêmio e Santos

Vantagem em 18 confrontos:
Atlético-MG, Atlético-PR e Botafogo

Vantagem em 17 confrontos:
Flamengo e Palmeiras

Vantagem em 16 confrontos:
Corinthians, Cruzeiro e São Paulo

Vantagem em 15 confrontos:
Coritiba e Fluminense

Vantagem em 14 confrontos:
Ponte Preta e Vasco

Vantagem em 13 confrontos:
Bahia e Sport

Vantagem em 9 confrontos:
Chapecoense e Vitória

Vantagem em 7 confrontos:
Avaí

Vantagem em 4 confrontos:
Atlético-GO


Retrospecto dos clubes, em casa, contra os adversários da Série A de 2017 (desde 1971):

Atlético-GO   
versus…VED
Atlético-MG112
Atlético-PR002
Avaí011
Bahia102
Botafogo102
Chapecoense
Corinthians102
Coritiba111
Cruzeiro201
Flamengo022
Fluminense103
Grêmio112
Palmeiras210
Ponte Preta010
Santos202
São Paulo220
Sport001
Vasco212
Vitória200
Atlético-MG   
versus…VED
Atlético-GO220
Atlético-PR1146
Avaí310
Bahia1041
Botafogo1156
Chapecoense300
Corinthians11712
Coritiba1722
Cruzeiro13511
Flamengo1595
Fluminense1393
Grêmio1386
Palmeiras1249
Ponte Preta971
Santos2094
São Paulo1095
Sport1152
Vasco1555
Vitória1462
Atlético-PR   
versus…VED
Atlético-GO200
Atlético-MG1155
Avaí211
Bahia721
Botafogo1223
Chapecoense220
Corinthians667
Coritiba852
Cruzeiro685
Flamengo1571
Fluminense865
Grêmio986
Palmeiras685
Ponte Preta714
Santos874
São Paulo1391
Sport751
Vasco954
Vitória924
Avaí   
versus…VED
Atlético-GO110
Atlético-MG022
Atlético-PR302
Bahia011
Botafogo111
Chapecoense100
Corinthians301
Coritiba122
Cruzeiro031
Flamengo311
Fluminense212
Grêmio205
Palmeiras113
Ponte Preta100
Santos121
São Paulo121
Sport020
Vasco111
Vitória110
Bahia   
versus…VED
Atlético-GO220
Atlético-MG586
Atlético-PR543
Avaí100
Botafogo754
Chapecoense001
Corinthians789
Coritiba291
Cruzeiro628
Flamengo7116
Fluminense496
Grêmio865
Palmeiras366
Ponte Preta431
Santos655
São Paulo753
Sport551
Vasco554
Vitória776
Botafogo
versus…VED
Atlético-GO210
Atlético-MG1374
Atlético-PR937
Avaí310
Bahia574
Chapecoense110
Corinthians1369
Coritiba1113
Cruzeiro1196
Flamengo8117
Fluminense995
Grêmio1258
Palmeiras974
Ponte Preta523
Santos1248
São Paulo1476
Sport731
Vasco484
Vitória573
Chapecoense   
versus…VED
Atlético-GO
Atlético-MG120
Atlético-PR220
Avaí010
Bahia100
Botafogo200
Corinthians003
Coritiba210
Cruzeiro111
Flamengo102
Fluminense210
Grêmio112
Palmeiras210
Ponte Preta020
Santos111
São Paulo111
Sport210
Vasco100
Vitória002
Corinthians
versus…VED
Atlético-GO111
Atlético-MG1486
Atlético-PR766
Avaí220
Bahia862
Botafogo6108
Chapecoense210
Coritiba1332
Cruzeiro1398
Flamengo1487
Fluminense1288
Grêmio1487
Palmeiras9710
Ponte Preta1021
Santos13128
São Paulo14610
Sport643
Vasco9144
Vitória1540
Coritiba   
versus…VED
Atlético-GO101
Atlético-MG1033
Atlético-PR1155
Avaí202
Bahia841
Botafogo1085
Chapecoense301
Corinthians967
Cruzeiro868
Flamengo1027
Fluminense1152
Grêmio1158
Palmeiras873
Ponte Preta631
Santos1038
São Paulo958
Sport852
Vasco578
Vitória851
Cruzeiro
versus…VED
Atlético-GO310
Atlético-MG9138
Atlético-PR976
Avaí220
Bahia1652
Botafogo1766
Chapecoense111
Corinthians12610
Coritiba962
Flamengo1366
Fluminense1147
Grêmio1542
Palmeiras1473
Ponte Preta642
Santos6711
São Paulo6815
Sport1112
Vasco11105
Vitória1422
Flamengo   
versus…VED
Atlético-GO301
Atlético-MG1757
Atlético-PR1324
Avaí220
Bahia543
Botafogo11142
Chapecoense201
Corinthians14810
Coritiba1353
Cruzeiro11610
Fluminense10710
Grêmio16107
Palmeiras10911
Ponte Preta362
Santos1896
São Paulo1376
Sport1243
Vasco996
Vitória1433
Fluminense
versus…VED
Atlético-GO211
Atlético-MG1068
Atlético-PR918
Avaí400
Bahia1233
Botafogo986
Chapecoense012
Corinthians896
Coritiba1064
Cruzeiro12116
Flamengo10610
Grêmio10115
Palmeiras9610
Ponte Preta730
Santos1938
São Paulo1057
Sport1244
Vasco779
Vitória834
Grêmio
versus…VED
Atlético-GO220
Atlético-MG1274
Atlético-PR1541
Avaí310
Bahia570
Botafogo1095
Chapecoense201
Corinthians1945
Coritiba1454
Cruzeiro1275
Flamengo1692
Fluminense1536
Palmeiras9146
Ponte Preta933
Santos1564
São Paulo1476
Sport1741
Vasco1966
Vitória1362
Palmeiras   
versus…VED
Atlético-GO102
Atlético-MG1337
Atlético-PR952
Avaí310
Bahia1045
Botafogo1575
Chapecoense300
Corinthians6105
Coritiba955
Cruzeiro1297
Flamengo1096
Fluminense1425
Grêmio1552
Ponte Preta513
Santos101112
São Paulo10115
Sport825
Vasco1294
Vitória1050
Ponte Preta
versus…VED
Atlético-GO100
Atlético-MG463
Atlético-PR336
Avaí100
Bahia211
Botafogo334
Chapecoense020
Corinthians752
Coritiba721
Cruzeiro316
Flamengo553
Fluminense623
Grêmio662
Palmeiras633
Santos613
São Paulo537
Sport621
Vasco462
Vitória721
Santos   
versus…VED
Atlético-GO120
Atlético-MG1364
Atlético-PR1640
Avaí320
Bahia925
Botafogo11115
Chapecoense300
Corinthians1157
Coritiba1232
Cruzeiro14511
Flamengo12125
Fluminense1165
Grêmio16113
Palmeiras9106
Ponte Preta933
São Paulo1589
Sport1051
Vasco15104
Vitória1250
São Paulo
versus…VED
Atlético-GO210
Atlético-MG1578
Atlético-PR1363
Avaí211
Bahia743
Botafogo1956
Chapecoense111
Corinthians4186
Coritiba1093
Cruzeiro2573
Flamengo1694
Fluminense2076
Grêmio1868
Palmeiras8159
Ponte Preta1211
Santos1728
Sport1710
Vasco1065
Vitória1420
Sport   
versus…VED
Atlético-GO010
Atlético-MG692
Atlético-PR751
Avaí101
Bahia436
Botafogo844
Chapecoense012
Corinthians947
Coritiba841
Cruzeiro776
Flamengo744
Fluminense763
Grêmio863
Palmeiras658
Ponte Preta410
Santos855
São Paulo874
Vasco256
Vitória631
Vasco
versus…VED
Atlético-GO210
Atlético-MG13106
Atlético-PR1240
Avaí310
Bahia5106
Botafogo1384
Chapecoense001
Corinthians986
Coritiba1135
Cruzeiro1078
Flamengo1198
Fluminense8138
Grêmio1273
Palmeiras867
Ponte Preta651
Santos12114
São Paulo8810
Sport424
Vitória843
Vitória
versus…VED
Atlético-GO020
Atlético-MG787
Atlético-PR942
Avaí201
Bahia330
Botafogo1135
Chapecoense011
Corinthians455
Coritiba821
Cruzeiro547
Flamengo557
Fluminense596
Grêmio1024
Palmeiras448
Ponte Preta132
Santos925
São Paulo729
Sport622
Vasco1243

 

 


Corinthians: 19º título nos últimos 20 anos
Comentários Comente

Rodolfo Rodrigues

Campeão Paulista ao derrotar a Ponte Preta na final, o Corinthians conseguiu mais alcançar seu 19º título nos últimos 20 anos. Uma ótima média de quase um título por temporada. Do Paulistão, foram seis títulos no período, apenas um a menos do que o Santos. Nos últimos 20 anos, o Palmeiras venceu apenas um e o São Paulo três Estaduais – o último deles há 12 anos, em 2005.

Maior vencedor de Campeonatos Brasileiros nesses últimos 20 anos (com cinco conquistas), o Corinthians é o clube, entre os 12 grandes, que mais ganhou títulos desde 1998, seguido pelo Internacional (18), Cruzeiro e Flamengo (15), Atlético-MG e Santos (12), Palmeiras (11), São Paulo e Vasco (10), Grêmio e Fluminense (8) e Botafogo (5).

Das competições que disputou nesses últimos 20 anos, o Corinthians só não ganhou a Copa Mercosul (disputada entre 1999 e 2001) e a Copa Sul-Americana (realizada desde 2002). Além do Estadual e do Brasileirão, o time foi campeão ainda do Mundial de Clubes da Fifa, da Copa Libertadores, da Recopa Sul-Americana, da Copa do Brasil, do Torneio Rio-São Paulo e da Série B do Brasileiro.

Títulos dos 12 grandes nos últimos 20 anos:

CORINTHIANS (19)
Mundial de Clubes da Fifa (2) – 2000 e 2012
Copa Libertadores (1) – 2012
Recopa Sul-Americana (1) – 2013
Campeonato Brasileiro (5) – 1998, 1999, 2005, 2011 e 2015
Campeonato Brasileiro da Série B (1) – 2008
Copa do Brasil (2) – 2002 e 2009
Campeonato Paulista (6) – 1999, 2001, 2003, 2009, 2013 e 2017
Torneio Rio-São Paulo (1) – 2002

INTERNACIONAL (18)
Mundial de Clubes da Fifa (1) – 2006
Copa Libertadores (2) – 2006 e 2010
Copa Sul-Americana (1) – 2008
Recopa Sul-Americana (2) – 2007 e 2011
Campeonato Gaúcho (12) – 2002, 2003, 2004, 2005, 2008, 2009, 2011, 2012, 2013, 2014, 2015 e 2016

CRUZEIRO (15)
Campeonato Brasileiro (3) – 2003, 2013 e 2014
Copa do Brasil (2) – 2000 e 2003
Copa Sul-Minas (2) – 2001 e 2002
Campeonato Mineiro (8) – 1998, 2003, 2004, 2006, 2008, 2009, 2011 e 2014

FLAMENGO (15)
Copa Mercosul (1) – 1999
Campeonato Brasileiros (1) – 2009
Copa do Brasil (2) – 2006 e 2013
Campeonato Carioca (10) – 1999, 2000, 2001, 2004, 2007, 2008, 2009, 2011, 2014 e 2017
Copa dos Campeões (1) – 2001

ATLÉTICO-MG (12)
Copa Libertadores (1) – 2013
Recopa Sul-Americana (1) – 2014
Copa do Brasil (1) – 2014
Campeonato Brasileiro da Série B (1) – 2006
Campeonato Mineiro (8) – 1999, 2000, 2007, 2010, 2012, 2013, 2015 e 2017

SANTOS (13)
Copa Libertadores (1) – 2011
Recopa Sul-Americana (1) – 2012
Campeonato Brasileiro (2) – 2002 e 2004
Copa do Brasil (1) – 2010
Campeonato Paulista (7) – 2006, 2007, 2010, 2011, 2012, 2015 e 2016
Copa Conmebol (1) – 1998

PALMEIRAS (11)
Copa Libertadores (1) – 1999
Copa Mercosul (1) – 1998
Campeonato Brasileiro (1) – 2016
Campeonato Brasileiro da Série B (2) – 2003 e 2013
Copa do Brasil (3) – 1998, 2012 e 2015
Campeonato Paulista (1) – 2008
Torneio Rio-São Paulo (1) – 2000
Copa dos Campeões (1) – 2000

SÃO PAULO (10)
Mundial de Clubes da Fifa (1) – 2005
Copa Libertadores (1) – 2005
Copa Sul-Americana (1) – 2012
Campeonato Brasileiro (3) – 2006, 2007 e 2008
Campeonato Paulista (3) – 1998, 2000 e 2005
Torneio Rio-São Paulo (1) – 2001

VASCO (10)
Copa Libertadores (1) – 1998
Campeonato Brasileiro (1) – 2000
Campeonato Brasileiro da Série B (1) – 2009
Copa do Brasil (1) – 2011
Copa Mercosul (1) – 2000
Campeonato Carioca (4) – 1998, 2003, 2015 e 2016
Torneio Rio-São Paulo (1) – 1999

GRÊMIO (8)
Copa do Brasil (2) – 2001 e 2016
Campeonato Brasileiro da Série B (1) – 2005
Campeonato Gaúcho (5) – 1999, 2001, 2006, 2007 e 2010

FLUMINENSE (8)
Campeonato Brasileiro (2) – 2010 e 2012
Copa do Brasil (1) – 2007
Campeonato Carioca (3) – 2002, 2005 e 2012
Primeira Liga (1) – 2016
Campeonato Brasileiro da Série C (1) – 1999

BOTAFOGO (5)
Campeonato Carioca (3) – 2006, 2010 e 2013
Torneio Rio-São Paulo (1) – 1998
Campeonato Brasileiro da Série B (1) – 2015

 

Tags : Corinthians


Rodriguinho: artilheiro e líder de assistências no Corinthians em 2017
Comentários Comente

Rodolfo Rodrigues

Com os dois gols marcados na primeira final do Campeonato Paulista contra a Ponte Preta, o meia Rodriguinho chegou a 7 gols na temporada e agora, ao lado de Jô, é um dos artilheiros do Corinthians em 2017. Aos 29 anos, o jogador vem atravessando uma grande fase e é também um dos líderes em assistências na equipe – ontem deu ainda o passe para Jadson na vitória por 3 x 0 – com 4, ao lado Guilherme Arana. Dos 29 gols da equipe no ano, Rodriguinho participou diretamente de 11 deles (38%).

Nessa temporada, Rodriguinho marcou, além dos dois gols de ontem, na vitória por 1 x 0 sobre a Caldense (cabeça); na vitória sobre o Luverdense-MT (2 x 0), pela Copa do Brasil; contra a Universidad de Chile (2 x 0), pela Copa Sul-Americana; contra o Botafogo-SP, nas quartas de final do Paulista (1 x 0), de cabeça, que colocou o time na semifinal do Estadual; e contra o São Paulo, na vitória por 2 x 0, no Morumbi, quando também deu uma assistência.

Autor de 5 gols nos últimos 7 jogos do Corinthians, Rodriguinho foi o único jogador do time a marcar em todos os confrontos do mata-mata do Paulistão de 2017. No clube desde o final de 2013, Rodriguinho foi emprestado ao Grêmio no início do Brasileiro de 2014 e depois ao Al-Sharjah, dos Emirados Árabes, antes de retornar ao Corinthians em 2015, onde foi campeão brasileiro como reserva. Titular em 2016, o jogador vive agora sua melhor fase pelo clube, onde já soma 101 partidas disputadas e 20 gols marcados.


Final do Paulistão será o 100º jogo na Arena Corinthians
Comentários Comente

Rodolfo Rodrigues

Com o empate hoje, por 1 x 1, diante do São Paulo, o Corinthians confirmou sua classificação para a final do Campeonato Paulista e agora enfrentará a Ponte Preta na decisão. Com melhor campanha durante a competição, o time do técnico Fábio Carille terá o direito de fazer o segundo jogo da final em casa. Assim, a partida, que marca a reedição da final do Paulistão de 1977 (que curiosamente completa 40 anos), será realizada na Arena Corinthians.

E outra curiosidade é que essa final será a 100ª partida do Corinthians em seu novo estádio. Inaugurado em 2014, a Arena já recebeu 99 jogos, com 68 vitórias do Corinthians, 24 empates e 7 derrotas – 76,8% de aproveitamento. Em sua nova casa, o Corinthians, com o jogo de hoje, disputou 13 mata-matas decisivos. E após eliminar o São Paulo, tem agora um saldo positivo (7 classificações e 6 eliminações – na última quarta caiu na Copa do Brasil para o Inter).

Campeão Brasileiro em 2015 (mas no sistema de pontos corridos), o Corinthians terá a chance de ser campeão em seu novo estádio pela primeira vez em um jogo decisivo.

Hoje, contra o São Paulo, o Corinthians registrou um público de 43.394 pagantes, o 5º maior no estádio. Até hoje, o recorde é de 44.976 pagantes também num jogo contra o São Paulo (6 x 1, pelo Brasileirão de 2015). Agora, em 2017, o alvinegro registrou seu pior público (11.708, no jogo contra o Novorizontino pelo Paulistão).

No geral, em 99 jogos, o Corinthians levou mais de 3 milhões de torcedores ao seu estádio (3.075.940) e sua média de público pagante é de 31.070. Em 2014, em 18 jogos, a média foi de 30.981 pagantes. Em 2015, quando disputou 35 jogos, a média do clube em casa foi melhor (33.869). Em 2016, em 34 jogos, a média caiu para 30.246. Já em 2017, em 12 jogos, a queda foi maior ainda: média de 25.377 pagantes.

Desde 2014, nesses 99 jogos, o Corinthians arrecadou R$ 180.100.862,54. E o jogo Corinthians 2 x 0 São Paulo, pela Libertadores de 2015, teve a maior renda do estádio (R$ 3.520.236,00). Já a partida Corinthians 3 x 1 Linense, pelo Paulistão de 2017, teve a menor renda (R$ 471.297,90). Na média, em 99 jogos, a renda do Corinthians é de R$ 1.819.200,63. E como na média de público, a média de renda também vem caindo. Em 2014, foi de R$ 2.028.359,29 por partida. Em 2015, a renda foi de R$ 2.061.858,14. Em 2016, a renda média foi de R$ 1.682.339,79. Já em 2017, caiu para R$ 1.185.484,05.

De 2014 a 2017, em 99 jogos, o Corinthians enfrentou 53 adversários. Desses, os time que o Corinthians mais vezes jogou foram Santos e São Paulo (6 partidas), seguido por Palmeiras (5); Atlético-MG, Fluminense, Internacional e Ponte Preta (4); Coritiba, Figueirense, Grêmio, Red Bull Brasil e Sport (3); Atlético-PR, Bahia, Botafogo, Botafogo-SP, Chapecoense, Cruzeiro, Flamengo, Goiás, Grêmio Novorizontino e Linense (2 vezes cada).

A Ponte Preta, rival do Corinthians na final, jogou quatro vezes na Arena e perdeu as quatro: 1 x 0 no Paulista de 2015 (quartas de final), 2 x 0 no Brasileiro de 2015, 2 x 1 no Paulista de 2016 e 3 x 0 no Brasileiro de 2016.

Derrotado na estreia pelo Figueirense, no dia 18 de maio de 2014, o Corinthians ficou depois 32 jogos sem perder em casa e só voltou a ser derrotado pelo Guaraní-PAR nas oitavas de final da Libertadores, no dia 13 de maio de 2015. No jogo seguinte, perdeu para o Palmeiras, pelo Brasileirão. Ainda em 2015, perdeu para o Santos pela Copa do Brasil, no dia 26 de agosto. Depois disso, ficou 34 jogos sem perder e só voltou a ser derrotado no dia 17 de setembro de 2016, para o Palmeiras (2 x 0), no Brasileirão. Depois, perdeu para Fluminense (Brasileirão de 2016) e Santo André (Paulistão de 2017), somando então 7 derrotas em 99 jogos.

Nos clássicos, o Corinthians disputou 17 partidas. Ganhou 10, empatou 4 e perdeu 3. Contra o São Paulo, adversário de hoje, foram 4 vitórias e 2 empates. Contra o Palmeiras, 2 vitórias, 1 empate e 2 derrotas. Contra o Santos, 4 vitórias, 1 empate e 1 derrota.

O atacante paraguaio Romero, com 17 gols, é o maior artilheiro da Arena Corinthians, seguido pelo peruano Guerrero e pelo meia Jadson (15 gols cada), e pelo atacante Luciano (11) e pelo volante Elias (10).

Todos os jogos do Corinthians em seu novo estádio:

JogoDataCompetiçãoPlacarAdversário
118/05/2014Camp. Brasileiro0 x 1Figueirense
201/06/2014Camp. Brasileiro1 x 1Botafogo
317/07/2014Camp. Brasileiro2 x 1Internacional
423/07/2014Copa do Brasil3 x 0Bahia
527/07/2014Camp. Brasileiro2 x 0Palmeiras
616/08/2014Camp. Brasileiro1 x 1Bahia
721/08/2014Camp. Brasileiro5 x 2Goiás
831/08/2014Camp. Brasileiro1 x 1Fluminense
903/09/2014Copa do Brasil3 x 1Bragantino
1011/09/2014Camp. Brasileiro1 x 0Atlético-MG
1118/09/2014Camp. Brasileiro1 x 1Chapecoense
1221/09/2014Camp. Brasileiro3 x 2São Paulo
1301/10/2014Copa do Brasil2 x 0Atlético-MG
1404/10/2014Camp. Brasileiro3 x 0Sport
1501/11/2014Camp. Brasileiro2 x 2Coritiba
1609/11/2014Camp. Brasileiro1 x 0Santos
1723/11/2014Camp. Brasileiro1 x 1Grêmio
1806/12/2014Camp. Brasileiro2 x 1Criciúma
1924/01/2015Amistoso3 x 0Corinthian Casuals-ING
2001/02/2015Camp. Paulista3 x 0Marília
2104/02/2015Copa Libertadores4 x 0Once Caldas-COL
2214/02/2015Camp. Paulista2 x 1Botafogo-SP
2318/02/2015Copa Libertadores2 x 0São Paulo
2401/03/2015Camp. Paulista3 x 0Mogi Mirim
2511/03/2015Camp. Paulista1 x 0São Bernardo
2614/03/2015Camp. Paulista0 x 0Red Bull Brasil
2724/03/2015Camp. Paulista2 x 0Portuguesa
2826/03/2015Camp. Paulista5 x 3Penapolense
2901/04/2015Copa Libertadores4 x 0Danubio-URU
3005/04/2015Camp. Paulista1 x 1Santos
3111/04/2015Camp. Paulista1 x 0Ponte Preta
3216/04/2015Copa Libertadores0 x 0San Lorenzo-ARG
3319/04/2015Camp. Paulista2 x 2Palmeiras
3413/05/2015Copa Libertadores0 x 1Guaraní-PAR
3531/05/2015Camp. Brasileiro0 x 2Palmeiras
3613/06/2015Camp. Brasileiro2 x 1Internacional
3727/06/2015Camp. Brasileiro2 x 1Figueirense
3802/07/2015Camp. Brasileiro2 x 0Ponte Preta
3909/07/2015Camp. Brasileiro2 x 0Atlético-PR
4019/07/2015Camp. Brasileiro1 x 0Atlético-MG
4129/07/2015Camp. Brasileiro3 x 0Vasco
4212/08/2015Camp. Brasileiro4 x 3Sport
4323/08/2015Camp. Brasileiro3 x 0Cruzeiro
4426/08/2015Copa do Brasil1 x 2Santos
4502/09/2015Camp. Brasileiro2 x 0Fluminense
4609/09/2015Camp. Brasileiro1 x 1Grêmio
4713/09/2015Camp. Brasileiro3 x 0Joinville
4820/09/2015Camp. Brasileiro2 x 0Santos
4915/10/2015Camp. Brasileiro3 x 0Goiás
5025/10/2015Camp. Brasileiro1 x 0Flamengo
5107/11/2015Camp. Brasileiro2 x 1Coritiba
5222/11/2015Camp. Brasileiro6 x 1São Paulo
5306/12/2015Camp. Brasileiro1 x 1Avaí
5431/01/2016Camp. Paulista1 x 0XV de Piracicaba
5511/02/2016Camp. Paulista2 x 1Capivariano
5614/02/2016Camp. Paulista2 x 0São Paulo
5727/02/2016Camp. Paulista1 x 0Oeste
5802/03/2016Copa Libertadores1 x 0Independiente Santa Fe-COL
5916/03/2016Copa Libertadores2 x 0Cerro Porteño-PAR
6019/03/2016Camp. Paulista4 x 0Linense
6126/03/2016Camp. Paulista1 x 0Ituano
6230/03/2016Camp. Paulista2 x 1Ponte Preta
6310/04/2016Camp. Paulista3 x 0Grêmio Novorizontino
6416/04/2016Camp. Paulista4 x 0Red Bull Brasil
6520/04/2016Copa Libertadores6 x 0Cobresal-CHI
6623/04/2016Camp. Paulista2 x 2Audax Osasco
6704/05/2016Copa Libertadores2 x 2Nacional-URU
6815/05/2016Camp. Brasileiro0 x 0Grêmio
6926/05/2016Camp. Brasileiro3 x 0Ponte Preta
7001/06/2016Camp. Brasileiro1 x 0Santos
7104/06/2016Camp. Brasileiro2 x 1Coritiba
7219/06/2016Camp. Brasileiro3 x 1Botafogo
7325/06/2016Camp. Brasileiro2 x 1Santa Cruz
7403/07/2016Camp. Brasileiro4 x 0Flamengo
7517/07/2016Camp. Brasileiro1 x 1São Paulo
7603/07/2016Camp. Brasileiro1 x 1Figueirense
7722/08/2016Camp. Brasileiro2 x 1Vitória
7808/09/2016Camp. Brasileiro3 x 0Sport
7917/09/2016Camp. Brasileiro0 x 2Palmeiras
8021/09/2016Copa do Brasil1 x 0Fluminense
8125/09/2016Camp. Brasileiro0 x 1Fluminense
8228/09/2016Copa do Brasil2 x 1Cruzeiro
8305/10/2016Camp. Brasileiro0 x 0Atlético-MG
8416/10/2016Camp. Brasileiro2 x 0América-MG
8529/10/2016Camp. Brasileiro1 x 1Chapecoense
8621/11/2016Camp. Brasileiro1 x 0Internacional
8726/11/2016Camp. Brasileiro0 x 0Atlético-PR
8801/02/2017Amistoso1 x 0Ferroviária
8911/02/2017Camp. Paulista0 x 2Santo André
9015/02/2017Camp. Paulista1 x 0Grêmio Novorizontino
9122/02/2017Camp. Paulista1 x 0Palmeiras
9204/03/2017Camp. Paulista1 x 0Santos
9316/03/2017Copa do Brasil1 x 1Luverdense
9423/03/2017Camp. Paulista1 x 1Red Bull Brasil
9529/03/2017Camp. Paulista3 x 1Linense
9605/04/2017Copa Sul-Americana2 x 0Universidad de Chile-CHI
9709/04/2017Camp. Paulista1 x 0Botafogo-SP
9819/04/2017Copa do Brasil1 x 1Internacional
9923/04/2017Camp. Paulista1 x 1São Paulo
100 7/5/2017Camp. Paulista x Ponte Preta

Corinthians caiu em 6 dos 12 mata-matas em Itaquera
Comentários Comente

Rodolfo Rodrigues

O Corinthians disputou hoje, contra o Internacional, em Itaquera, seu 12º confronto decisivo de mata-mata e pela sexta vez acabou eliminado – a terceira nos pênaltis. Depois do empate no tempo normal (1 x 1), o Corinthians perdeu três pênaltis (com Maycon, Marquinhos Gabriel e Guilherme Arana) e deu adeus à Copa do Brasil na quarta fase do torneio.

Desde 2014, o Corinthians foi eliminado pelo Palmeiras (semifinal do Paulistão de 2015, nos pênaltis), Guaraní-PAR (oitavas de final da Libertadores de 2015), Santos (oitavas de final da Copa do Brasil de 2015), Audax (semifinal do Paulistão de 2016, nos pênaltis), e Nacional-URU (oitavas de final da Libertadores de 2016).

Entre os confrontos decisivos que o Corinthians conseguiu sair classificado, o time eliminou o Bragantino (Copa do Brasil de 2014), Ponte Preta (quartas de final do Paulistão de 2015), Red Bull Brasil (quartas de final do Paulistão de 2016), Fluminense (oitavas de final da Copa do Brasil de 2016), Luverdense-MT (Copa do Brasil de 2017) e Botafogo-SP (quartas de final do Paulistão de 2017).

No próximo domingo, o Corinthians voltará a decidir uma vaga no mata-mata, contra o São Paulo, pela semifinal do Campeonato Paulista. No jogo de ida, domingo passado, no Morumbi, o alvinegro venceu por 2 x 0.

Além desses jogos decisivos, o Corinthians disputou mais quatro partidas de mata-mata em casa, mas em jogos de ida: 3 x 0 no Bahia, na terceira fase da Copa do Brasil de 2014 – se classificou depois; 2 x 0 no Atlético-MG, nas oitavas de final da Copa do Brasil de 2014 – foi eliminado depois; 4 x 0 no Once Caldas-COL, na fase preliminar da Libertadores de 2015 – se classificou depois; e 2 x 1 no Cruzeiro, nas quartas de final da Copa do Brasil de 2016 – foi eliminado depois.

Jogos de mata-matas decididos na Arena Corinthians

2014
Copa do Brasil – Oitavas de final
Corinthians 3 x 1 Bragantino
(jogo de ida: Bragantino 1 x 0)

2015
Paulistão – quartas de final
Corinthians 1 x 0 Ponte Preta (jogo único)

Paulistão – semifinal
Corinthians 2 x 2 Palmeiras (jogo único)
Nos pênaltis: Palmeiras 6 x 5

Libertadores – Oitavas de final
Corinthians 0 x 1 Guaraní-PAR
(jogo de ida: Guaraní 2 x 0)

Copa do Brasil – Oitavas de final
Corinthians 1 x 2 Santos
(jogo de ida: Santos 2 x 0)

2016
Paulistão – Quartas de final
Corinthians 4 x 0 Red Bull Brasil (jogo único)

Paulistão – Semifinal
Corinthians 2 x 2 Audax (jogo único)
Nos pênaltis: Audax 4 x 1

Libertadores – Oitavas de final
Corinthians 2 x 2 Nacional-URU
(jogo de ida: 0 x 0)

Copa do Brasil – Oitavas de final
Corinthians 1 x 0 Fluminense
(jogo de ida: 1 x 1)

2017
Paulistão – Quartas de final
Corinthians 1 x 0 Botafogo-SP
(jogo de ida: 0 x 0)

Copa do Brasil – Terceira fase
Corinthians 1 x 1 Luverdense-MT
(jogo de ida: Corinthians 2 x 0)

Copa do Brasil – Quarta fase
Corinthians 1 x 1 Internacional
Nos pênaltis: Internacional 4 x 3
(jogo de ida: 1 x 1)


Jô e os maiores artilheiros do Corinthians em clássicos
Comentários Comente

Rodolfo Rodrigues

O atacante Jô marcou seu quarto gol pelo Corinthians no quarto clássico seguido no Campeonato Paulista. Autor do gol da vitória contra Palmeiras e Santos e do empate contra o São Paulo, na primeira fase, o atacante abriu o placar na vitória por 2 x 0 sobre o São Paulo, ontem, no Morumbi.

Autor de um gol na vitória sobre o Palmeiras, em 2004, pelo Brasileirão, Jô soma agora 5 gols em clássicos pelo Corinthians. E esse ano entrou para a lista dos 64 jogadores do clube que já marcaram gols contra os três maiores rivais do clube: Palmeiras, Santos e São Paulo. Com 5 gols, porém, Jô ocupa apenas a 48ª colocação. Entre os jogadores que passaram pelo clube recentemente, Danilo é o recordista com 12 gols, seguido por Liedson (8), Ronaldo (7), Nilmar (6), Carlos Alberto (4), Jorge Henrique (4) e Emerson Sheik (4).

O atacante Teleco, que jogou de 1934 a 1944 no clube, é o jogador que mais marcou nos rivais com a camisa do Corinthians. Foram 62 gols (16 contra o Palmeiras, 21 contra o Santos e 25 contra o São Paulo). Cláudio, o maior artilheiro da história do Corinthians, é o segundo lugar na lista dos artilheiros corintianos em clássicos com 58 gols (21 contra o Palmeiras, onde é o maior goleador do confronto). Já Marcelinho Carioca, entre os mais recentes, é quem ocupa a melhor colocação (6º lugar), com 39 gols.

Jogadores do Corinthians que marcaram gols no clássicos contra Palmeiras, Santos e São Paulo:

JogadorPalmeirasSantosSão PauloTotal
Teleco16212562
Cláudio21201758
Baltazar19191755
Servílio10171542
Luizinho2081240
Marcelinho14151039
Flávio5101328
Rafael551121
Rivelino67720
Sócrates85619
Vaguinho58518
Paulo213217
Carbone103316
Casagrande55515
Zague37313
Biro-Biro53513
Silva62412
Geraldão52512
Viola38112
Danilo33612
Milani35311
Ruy25411
Paulo Borges25411
Edílson44311
Ricardinho25411
Hércules42410
Éverton24410
Tupãzinho24410
Joane3249
Jackson4239
Mirandinha3519
Neto1539
Marques2439
Eduardinho4228
João Paulo1348
Liedson2248
Jerônimo3317
Romeu1337
Ronaldo3227
Lopes1326
Lima2316
Tales2136
Zé Roberto4116
Wilson Mano2136
Edmundo2226
Rogério2136
Nilmar1326
Teixeira3115
Bataglia1135
Dinei2215
2125
Guerrero1135
Nenê2114
Goiano2114
Ivair1214
Aladim1124
Carlos Alberto1124
Jorge Henrique2114
Émerson2114
Boquita1113
Olavo1113
Miranda1113
Henrique1113
Ânderson1113

Corinthians: 21 vitórias em 31 jogos de mata-mata contra o São Paulo
Comentários Comente

Rodolfo Rodrigues

Com a vitória por 2 x 0 sobre o São Paulo, hoje, no Morumbi, o Corinthians manteve a escrita de levar vantagem sobre o rival em jogos de mata-mata e também na casa do adversário. No 31º jogo entre os dois times válido por partidas de mata-mata, o alvinegro alcançou sua 21ª vitória. Em todos esses duelos decisivos, o Timão venceu 67,7% dos encontros, contra apenas 16,1% do São Paulo, que ganhou 5 jogos – outros 5 terminaram empatados.

Vencedor dos últimos seis confrontos de mata-mata contra o São Paulo, desde 2002, o Corinthians chegou a 10 vitórias nos últimos 12 jogos de mata-mata – houve ainda mais dois empates. Desde a semifinal de 2000 o São Paulo não vence o rival em jogos de mata-mata.

No Morumbi, o Corinthians também chegou hoje a sua 50ª vitória sobre o São Paulo, que tem 36 vitórias contra o rival em sua casa – os times empataram outros 56 jogos.

Com o resultado de hoje, o Tricolor caminha para a sua nona eliminação em semifinais do Paulistão em suas últimas nove participações em semifinais da competição. Campeão Paulista pela última vez em 2005 (no sistema de pontos corridos), o São Paulo foi eliminado pelo São Caetano em 2007, Palmeiras (2008), Corinthians (2009), Santos (2010, 2011 e 2012), Corinthians (2013) e Santos (2015). Em 2014, o time caiu nas quartas de final diante da Penapolense.

Mata-matas entre Corinthians x São Paulo
1977 – Semifinal do 2º turno do Campeonato Paulista (Corinthians)
2/10 – Corinthians 2 x 1 São Paulo

1982 – Final do Campeonato Paulista (Corinthians)
8/12 – São Paulo 0 x 1 Corinthians
12/12 – Corinthians 3 x 1 São Paulo

1983 – Final do Campeonato Paulista (Corinthians)
11/12 – São Paulo 0 x 1 Corinthians
14/12 – Corinthians 1 x 1 São Paulo

1987 – Final do Campeonato Paulista (São Paulo)
26/8 – Corinthians 1 x 2 São Paulo
30/8 – São Paulo 0 x 0 Corinthians

1990 – Final do Campeonato Brasileiro (Corinthians)
13/12 – Corinthians 1 x 0 São Paulo
16/12 – São Paulo 0 x 1 Corinthians

1994 – Semifinal da Copa Conmebol (São Paulo)
2/12 – Corinthians 3 x 4 São Paulo
9/12 – São Paulo 2 (5) x 3 (4) Corinthians

1998 – Final do Campeonato Paulista (São Paulo)
3/5 – Corinthians 2 x 1 São Paulo
10/5 – São Paulo 3 x 1 Corinthians

1999 – Semifinal do Campeonato Paulista (Corinthians)
6/6 – Corinthians 4 x 0 São Paulo
9/6 – São Paulo 1 x 1 Corinthians

1999 – Semifinal do Campeonato Brasileiro (Corinthians)
28/11- São Paulo 2 x 3 Corinthians
5/12 – Corinthians 2 x 1 São Paulo

2000 – Semifinal do Campeonato Paulista (São Paulo)
28/5 – São Paulo 3 x 1 Corinthians
3/6 – Corinthians 0 x 2 São Paulo

2002 – Semifinal da Copa do Brasil (Corinthians)
24/4- São Paulo 0 x 2 Corinthians
1/5 – Corinthians 1 x 2 São Paulo

2002 – Final do Rio-São Paulo (Corinthians)
5/5 – São Paulo 2 x 3 Corinthians
12/5 – Corinthians 1 x 1 São Paulo

2003 – Final do Campeonato Paulista (Corinthians)
16/3 – Corinthians 3 x 2 São Paulo
22/3 – São Paulo 2 x 3 Corinthians

2009 – Semifinal do Campeonato Paulista (Corinthians)
12/4 – Corinthians 2 x 1 São Paulo
19/3 – São Paulo 0 x 2 Corinthians

2009 – Semifinal do Campeonato Paulista (Corinthians)
5/5 – São Paulo 0 (3) x 0 (4) Corinthians

2013 – Final da Recopa Sul-Americana (Corinthians)
3/7 – São Paulo 1 x 2 Corinthians
17/7 – Corinthians 2 x 0 São Paulo

2016 – Semifinal do Campeonato Paulista
16/4 – São Paulo 0 x 2 Corinthians
23/4 – Corinthians x São Paulo

Confrontos decisivos em pontos corridos (última rodada, quando os dois times com chance de título):
1938 – Campeonato Paulista (Corinthians)
23/4/39 – Corinthians 1 x 1 São Paulo

1957 – Campeonato Paulista (São Paulo)
29/12 – São Paulo 3 x 1 Corinthians

1997 – Campeonato Paulista (Corinthians)
5/6 – Corinthians 1 x 1 São Paulo


Corinthians leva ampla vantagem sobre São Paulo em mata-matas
Comentários Comente

Rodolfo Rodrigues

Corinthians e São Paulo farão uma das semifinais do Paulistão de 2017 e voltarão a se encontrar em mata-matas depois de quatro anos – a última foi na final da Recopa Sul-Americana, em 2013. Em toda a história, os clubes já se enfrentaram em 17 mata-matas, além de três jogos diretos que definiram campeonatos em fases de pontos corridos. No geral, desses 17 mata-matas, o Corinthians venceu 12 e o São Paulo 5 deles. Somando os três jogos decisivos, são 14 triunfos corintianos contra 6 do tricolor.

Além da vantagem geral, o Corinthians vem também se dando melhor recentemente, ao vencer os últimos seis mata-matas seguidos contra o rival. A última vitória são-paulina em mata-matas sobre o Corinthians foi na semifinal do Paulistão de 2000. Desde então, o Corinthians eliminou o rival na semifinal da Copa do Brasil de 2002, foi campeão sobre o São Paulo na final do Rio-São Paulo de 2002, na final do Paulistão de 2003, voltou a eliminar o time do Morumbi nas semifinais dos Paulistas de 2009 e 2013 e depois ganhou a Recopa Sul-Americana de 2013.

Em Campeonatos Paulistas, Corinthians e São Paulo fizeram a maioria dos mata-matas – 11 confrontos. Destes, foram seis finais, com três vitórias para cada lado (Corinthians em 1982, 1983 e 2003 e São Paulo em 1987, 1991 e 1998). Em semifinais, foram quatro mata-matas, com três vitórias corintianas (1999, 2009 e 2013) e uma são-paulina (2000). O outro mata-mata foi pela semifinal do 2º turno do Paulistão de 1977 e deu Corinthians.

Nesses 17 mata-matas entre os dois clubes, foram realizados 30 jogos, com 20 vitórias do Corinthians, 5 empates e apenas 5 vitórias do São Paulo.

Mata-matas entre Corinthians x São Paulo
1977 – Semifinal do 2º turno do Campeonato Paulista (Corinthians)
2/10 – Corinthians 2 x 1 São Paulo

1982 – Final do Campeonato Paulista (Corinthians)
8/12 – São Paulo 0 x 1 Corinthians
12/12 – Corinthians 3 x 1 São Paulo

1983 – Final do Campeonato Paulista (Corinthians)
11/12 – São Paulo 0 x 1 Corinthians
14/12 – Corinthians 1 x 1 São Paulo

1987 – Final do Campeonato Paulista (São Paulo)
26/8 – Corinthians 1 x 2 São Paulo
30/8 – São Paulo 0 x 0 Corinthians

1990 – Final do Campeonato Brasileiro (Corinthians)
13/12 – Corinthians 1 x 0 São Paulo
16/12 – São Paulo 0 x 1 Corinthians

1994 – Semifinal da Copa Conmebol (São Paulo)
2/12 – Corinthians 3 x 4 São Paulo
9/12 – São Paulo 2 (5) x 3 (4) Corinthians

1998 – Final do Campeonato Paulista (São Paulo)
3/5 – Corinthians 2 x 1 São Paulo
10/5 – São Paulo 3 x 1 Corinthians

1999 – Semifinal do Campeonato Paulista (Corinthians)
6/6 – Corinthians 4 x 0 São Paulo
9/6 – São Paulo 1 x 1 Corinthians

1999 – Semifinal do Campeonato Brasileiro (Corinthians)
28/11- São Paulo 2 x 3 Corinthians
5/12 – Corinthians 2 x 1 São Paulo

2000 – Semifinal do Campeonato Paulista (São Paulo)
28/5 – São Paulo 3 x 1 Corinthians
3/6 – Corinthians 0 x 2 São Paulo

2002 – Semifinal da Copa do Brasil (Corinthians)
24/4- São Paulo 0 x 2 Corinthians
1/5 – Corinthians 1 x 2 São Paulo

2002 – Final do Rio-São Paulo (Corinthians)
5/5 – São Paulo 2 x 3 Corinthians
12/5 – Corinthians 1 x 1 São Paulo

2003 – Final do Campeonato Paulista (Corinthians)
16/3 – Corinthians 3 x 2 São Paulo
22/3 – São Paulo 2 x 3 Corinthians

2009 – Semifinal do Campeonato Paulista (Corinthians)
12/4 – Corinthians 2 x 1 São Paulo
19/3 – São Paulo 0 x 2 Corinthians

2009 – Semifinal do Campeonato Paulista (Corinthians)
5/5 – São Paulo 0 (3) x 0 (4) Corinthians

2013 – Final da Recopa Sul-Americana (Corinthians)
3/7 – São Paulo 1 x 2 Corinthians
17/7 – Corinthians 2 x 0 São Paulo

Confrontos decisivos em pontos corridos (última rodada, quando os dois times com chance de título):
1938 – Campeonato Paulista (Corinthians)
23/4/39 – Corinthians 1 x 1 São Paulo

1957 – Campeonato Paulista (São Paulo)
29/12 – São Paulo 3 x 1 Corinthians

1997 – Campeonato Paulista (Corinthians)
5/6 – Corinthians 1 x 1 São Paulo

No histórico geral do clássico, o Corinthians também leva vantagem sobre o São Paulo. Desde 1936, em 315 jogos, foram 121 vitórias do alvinegro, 101 empates e 93 vitórias do tricolor, além de 459 gols do Corinthians e 415 do São Paulo.

No Morumbi, palco do primeiro jogo da semifinal, os times se enfrentam 141 vezes e o Corinthians também tem um retrospecto positivo: 49 vitórias, 56 empates e 36 derrotas. Já na Arena Corinthians, desde 2014, foram cinco jogos , quatro vitórias corintianas (inclusive a maior goleada do clássico – 6 x 1, em 2015), e um empate.