Futebol em Números

Arquivo : Daniel Alves

Daniel Alves pode se tornar o jogador com mais títulos na história
Comentários Comente

Rodolfo Rodrigues

O lateral direito Daniel Alves foi um dos destaques da Juventus, ontem, na vitória por 2 a 0 sobre o Monaco-FRA, pela partida de ida da semifinal da Liga dos Campeões. O jogador, de 33 anos, deu duas belas assistências para o argentino Gonzalo Higuaín, a primeira de calcanhar. Titular absoluto da seleção brasileira do técnico Tite, Daniel alcançou ainda hoje uma marca importante. Com 142 jogos, superou Roberto Carlos (141) e se tornou o brasileiro com mais jogos em competições europeias (Liga dos Campeões, Liga Europa, Recopa e Supercopa Europeia).

Em grande fase após ser preterido pelo Barcelona, Daniel Alves pode, em breve, se tornar o jogador com mais títulos na história do futebol. Com 32 títulos na carreira, o lateral está próximo de ser campeão italiano. A Juventus, atual pentacampeã, está nove pontos à frente da Roma faltando quatro rodadas para o fim do campeonato. Já no dia 2 de junho, a Juve terá ainda a final da Copa Itália contra a Lazio, atual 4ª colocada no Italiano. Atual bicampeão da Copa, a Juventus não perde para a Lazio há 13 jogos (venceu ainda os últimos dez).

Ainda nessa temporada, Dani Alves pode conquistar a Liga dos Campões pela 4ª vez na história. Campeão com o Barcelona em 2009, 2011 e 2015, o jogador tem a chance agora de vencer com a Juventus, que está invicta na competição e vem com a segunda defesa menos vazada da história – apenas dois gols sofridos 11 jogos – e sem levar gol nos últimos seis jogos. Somente o Milan, em 2003/04, foi melhor – levou 2 gols em 12 jogos. Caso consiga essa proeza, Daniel Alves se tornará o brasileiro com mais títulos na competição, deixando Roberto Carlos e Sávio (três vezes campeão cada) para trás.

Se tudo der certo para o Daniel Alves e a Juventus conquistar a tríplice coroa na temporada, o brasileiro chegará à marca 35 títulos na carreira, ficando a apenas um de empatar com o maior campeão da história, o galês Ryan Giggs, 36 vezes campeão. Hoje, com 32 títulos, Daniel Alves está empatado com Iniesta e atrás, além de Giggs,de outro lateral brasileiro, Maxwell, que tem 34 títulos, e o ex-goleiro portugês Vítor Baia (33 vezes campeão).  Maxwell, aliás, pode ainda ser campeão da Copa da França (dia 27 tem a final contra o Angers). Ibrahimovic e Messi (com 30 títulos cada), também estão entre os maiores campeões em atividade.

Com a grande chance de ser campeão italiano ou da Copa da Itália, Daniel Alves poderá disputar a Supercopa da Itália (jogo único) no início da temporada 2017/18. E, se vencer a Liga dos Campões, poderá ainda em 2017 jogar a Supercopa Europeia (também em jogo único) e o Mundial de Clubes da Fifa. Como ainda tem a provável final contra o Real Madrid, a possibilidade de ganhar a Liga dos Campões, a Supercopa Europeia e o Mundial de Clubes é mais complicada, mas não impossível, ainda mais pela forma como time vem jogando e passou, principalmente, pelo Barcelona (3 x 0 em casa e 0 x 0 no Camp Nou).

Campeão Mundial Sub-20 em 2003, Daniel Alves é o único na lista dos principais campeões com títulos pela seleção principal (ganhou duas vezes a Copa das Confederações e uma vez a Copa América). O jogador, no entanto, ainda não tem no vitorioso currículo o principal título, a Copa do Mundo, a qual disputou em 2010 e 2014.

Jogadores com mais títulos na história do futebol

35 – Ryan Giggs (atacante, País de Gales)
1 Mundial de Clubes (1999)
1 Mundial de Clubes da Fifa (2008)
2 Liga dos Campões da Europa (1999 e 2008)
1 Recopa Europeia (1991)
1 Supercopa Europeia (1991)
13 Campeonato Inglês (1993, 1994, 1996, 1997, 1999, 2000, 2001, 2003, 2007, 2008, 2009, 2011 e 2013)
4 Copas da Inglaterra (1994, 1996, 1999 e 2004)
4 Copa da Liga Inglesa (1992, 2006, 2009 e 2010)
9 Supercopa da Inglaterra (1993, 1994, 1996, 1997, 2003, 2007, 2008, 2010 e 2013)
Todos pelo Manchester United-ING

34 – Maxwell (lateral-esquerdo, Brasil)
2 Mundial de Clubes da Fifa (2009 e 2011)*
1 Liga dos Campões da Europa (2011)*
2 Supercopa Europeia (2009 e 2011)*
2 Campeonato Espanhol (2010 e 2011)*
3 Supercopa Espanhola (2009, 2010 e 2011)*
2 Campeonato Holandês (2002 e 2004)**
2 Copa da Holanda (2002 e 2006)**
2 Supercopa Holandesa (2002 e 2005)**
3 Campeonato Italiano (2007, 2008 e 2009)***
1 Supercopa Italiana (2008)***
4 Campeonato Francês (2013, 2014, 2015 e 2016)****
2 Copa da França (2015 e 2016)****
4 Copa da Liga da França (2014, 2015, 2016 e 2017)****
4 Supercopa Francesa (2013, 2014, 2015 e 2016)****
* Barcelona-ESP; ** Ajax-HOL; *** Internazionale-ITA; **** Paris Saint-Germain-FRA

33 – Vítor Baia (goleiro, Portugal)
1 Mundial Interclubes (2004)*
1 Liga dos Campões da Europa (2004)*
1 Copa da Uefa (2003)*
1 Recopa Europeia (1997)*
1 Supercopa Europeia (1997)*
10 Campeonato Português (1990, 1992, 1993, 1995, 1996, 1999, 2003, 2004, 2006 e 2007)*
5 Copa de Portugal (1991, 1994, 2000, 2003 e 2006)*
9 Supercopa Portuguesa (1991, 1992, 1994, 1996, 2000, 2001, 2003, 2004 e 2006)*
1 Campeonato Espanhol (1998)**
1 Copa do Rei da Espanha (1997 e 1998)**
1 Supercopa Espanhola (1996)**
* Porto-POR; ** Barcelona-ESP

32 – Daniel Alves (lateral direito, Brasil)
2 Copa das Confederações (2009 e 2013)*
1 Copa América (2007)*
3 Mundial de Clubes da Fifa (2009, 2011 e 2015)**
3 Liga dos Campões da Europa (2009, 2011 e 2015)**
4 Supercopa Europeia (2006***, 2009, 2011 e 2015**)
6 Campeonato Espanhol (2009, 2010, 2011, 2013, 2015 e 2016)**
5 Copa do Rei da Espanha (2007***, 2009, 2012, 2015 e 2016)**
5 Supercopa Espanhola (2007***, 2009, 2010, 2011 e 2013**)
2 Copa da Uefa (2006 e 2007)***
1 Copa Nordeste (2002)****
* Seleção brasileira; ** Barcelona-ESP; *** Sevilla-ESP; **** Bahia

32 – Iniesta (meia, Espanha)
31 – Kenny Dalglish (atacante, Escócia)
30 – Ibrahimovic (atacante, Suécia)
30 – Pelé (meia-atacante, Brasil)
30 – Messi (atacante, Argentina)
28 – Xavi (volante, Espanha)
28 – Paul Scholes (meia, Inglaterra)

 


Brasil representado na semifinal da Liga dos Campeões por defensores
Comentários Comente

Rodolfo Rodrigues

O Brasil é o país com mais estrangeiros entre os quatro elencos dos clubes semifinalistas da Liga dos Campeões com 12 jogadores, seguido de longe por Argentina, Croácia e Portugal com seis cada. E desses 12 jogadores brasileiros, maioria é composta por jogadores de defesa. No Real Madrid, estão os titulares Marcelo (lateral esquerdo) e Casemiro (volante), além dos reservas Danilo (lateral direito) e Pepe (zagueiro, naturalizado português). No Atlético de Madri, o único brasileiro é o titular Filipe Luís, lateral esquerdo, reserva de Marcelo na seleção brasileira.

Na Juventus, os laterais Daniel Alves (direito) e Alex Sandro (esquerdo), são titulares da equipe de Massimiliano Allegri. Já o goleiro Neto é o reserva do veterano Buffon. E no Monaco, os brasileiros titulares são o zagueiro Jemerson, ex-Atlético-MG, e o volante Fabinho, que também atual como lateral direito. Outro brasileiro da zaga do time francês, o lateral esquerdo Jorge, ex-Flamengo, ainda não jogou nessa edição da Liga dos Campeões.  Já o meia Gabriel Boschilla, ex-São Paulo, é o único brasileiro com características ofensivas nos times que estão na semifinal. O jogador, de 21 anos, porém, disputou só duas partidas nessa Champions League, ambas contra o Bayer Leverkusen, ainda na fase de grupos, e vem sendo pouco utilizado pelo técnico Leonardo Jardim.

Estrangeiros nos quatro semifinalistas da Champions:
12 – Brasil
6 – Argentina, Croácia e Portugal
5 – França
3 – Colômbia, Itália, Marrocos e Uruguai
3 – Alemanha e Gana
1 – Albânia, Argélia, Bélgica, Bósnia e Herzegovina, Costa Rica, Eslovênia, Gabão, Mali, Montenegro, País de Gales, Polônia, República Dominicana, Senegal, Suíça e Venezuela

Brasileiros na semifinal da Liga dos Campeões:
Real Madrid:
Danilo (lateral direito)
Pepe (zagueiro)
Marcelo (lateral esquerdo)*
Casemiro (volante)*

Atlético de Madri
Filipe Luís (lateral esquerdo)*

Juventus
Neto (goleiro)
Daniel Alves (lateral direito)*
Alex Sandro (lateral esquerdo)*

Monaco
Jemerson (zagueiro)*
Fabinho (lateral direito/volante)*
Jorge (lateral esquerdo)
Gabriel Boschilia (meia)

* titulares

Entre esses brasileiros, três são titulares também da seleção brasileira do técnico Tite: o lateral direito Daniel Alves, o lateral esquerdo Marcelo e o volante Casemiro. E dois deles foram chamados na última convocação: Filipe Luís (lateral esquerdo) e Fabinho (lateral direito).

Mais no Blog Futebol em Números:
http://futebolemnumeros.blogosfera.uol.com.br/2017/04/20/os-tecnicos-que-mais-chegaram-a-semifinal-na-liga-dos-campeoes/

 


Daniel Alves e quem tem mais de 100 jogos pela seleção
Comentários Comente

Rodolfo Rodrigues

Na seleção brasileira desde 2006, o lateral direito Daniel Alves completou 100 jogos na última partida de 2016, contra o Peru. Agora, contra o Uruguai completará 100 jogos oficiais – seu primeiro jogo pela seleção, no dia 7 de outubro de 2006, foi contra o Al-Kuwait, clube do Kuwait, um amistoso não oficial. Prestes a completar 34 anos (em maio), o jogador da Juventus é o 5º que mais atuou pela seleção brasileira na história (em partidas oficiais).

Cafu, outro ex-lateral direito, é o recordista com 142 partidas, seguido por Roberto Carlos, lateral esquerdo (125), Lúcio, zagueiro (105), Taffarel, goleiro (101) e Robinho, atacante (100). Em 2017, Daniel Alves tem tudo para se tornar o terceiro dessa lista. Recentemente, o lateral deixou para trás também Djalma Santos e Ronaldo (98 jogos), Ronaldinho Gaúcho (97). Entre os jogadores em atividade (mas que não estão no grupo atual), Kaká é o que tem mais jogos depois de Daniel Alves (92), seguido por Júlio César (87), Zé Roberto (84), Juan (79), Maicon (76) e Neymar (75). O atacante, aliás, com o jogo de hoje, completará 76 partidas e ocupará o 23º lugar entre os que mais atuaram pela seleção, ao lado de Maicon.

Thiago Silva, com 60 jogos, David Luiz (56), Ramires (51), Oscar (48), Hulk (47), Luis Fabiano (45), Marcelo (45), Luisão (44), Willian (43), Luiz Gustavo (41), Fred (39), Miranda (37), Paulinho (37), Elias (35), Diego (34), Lucas (34) e Fernandinho (33), completam a lista dos jogadores em atividade com mais de 30 jogos pela seleção.

No mundo, o egípcio Ahmed Hassan, com 184 jogos entre 1995 e 2012, é o recordista de partidas por uma seleção nacional, seguido pelo compatriota Hossam Hassan, com 178 jogos entre 1985 e 2006, e o mexicano Claudio Suárez, com 177 jogos entre 1992 e 2006. Dos jogadores em atividade e que atuam nas suas seleções, os recordistas são os goleiros Casillas (Espanha) e Buffon (Itália) com 167 partidas cada, seguido por Essam El-Hadary, do Egito (153); Paulo da Silva, paraguaio (143); Ahmed Mubarak, do Omã (142); Sergio Ramos, da Espanha (140); Rafael Márquez, do México (137); Cristiano Ronaldo, de Portugal (136); Shahril Ishak, de Cingapura (136); Andrés Guardado, do México (135); Mascherano, da Argentina (135); Daniel Bennett, de Cingapura (135); e Amer Shafi, da Jordânia (135).


Daniel Alves pode igualar recorde de títulos na Liga dos Campeões
Comentários Comente

Rodolfo Rodrigues

Brasileiro com mais títulos na história do Campeonato Espanhol, o lateral-direito Daniel Alves pode alcançar uma nova marca caso o Barcelona conquiste amanhã a Liga dos Campeões da Europa sobre a Juventus-ITA. Campeão em 2009 e 2011, Daniel Alves pode ganhar seu terceiro título da Liga e igualar o feito de Roberto Carlos e Sávio, únicos brasileiros com três taças da principal competição de clubes da Europa. Os dois foram campeões pelo Real Madrid em 1998, 2000 e 2002.

Brasileiros com mais títulos da Liga dos Campeões
3 títulos
Roberto Carlos e Sávio

2 títulos
Canário, Didi, Jair da Costa, Dida, Deco, Thiago Motta, Serginho, Sylvinho, Kaká e Daniel Alves

1 título
Dino Sani, Mazzola, Casagrande, Celso, Elói, Juary, Paulo Ricardo, Júlio César (Real), Júlio César (Borussia), Élber, Paulo Sérgio, Flávio Conceição, Rivaldo, Roque Júnior, Bruno Morais, Carlos Alberto, Derlei, Maciel, Belletti, Edmílson, Ronaldinho Gaúcho, Cafu, Ricardo Oliveira, Anderson, Lúcio, Júlio César (goleiro), Maicon, Maxwell, Adriano, David Luiz, Alex, Ramires, Dante, Rafinha, Luiz Gustavo, Pepe, Marcelo e Casemiro

Até hoje, 50 brasileiros venceram a Liga dos Campeões (antiga Copa dos Campeões da Europa) desde 1955. Além de Roberto Carlos e Sávio, três vezes campeões, dez brasileiros ganharam a competição duas vezes, entre eles Daniel Alves. E outros 38 jogadores foram campeões uma vez. Dessa lista, quem pode chegar agora a duas conquistas é o lateral-esquerdo Adriano, reserva do Barça. Outro que pode ser campeão amanhã é o meia Rafinha, que poderia ser o 51º brasileiro dessa lista. Douglas, que não foi utilizado pelo técnico Luis Enrique, não deverá ser relacionado para a final em Berlim.

2013/14: Pepe, Marcelo, Kaká e Casemiro (Real Madrid)
2012/13: Dante, Rafinha e Luiz Gustavo (Bayern Munique)
2011/12: David Luiz, Alex e Ramires (Chelsea)
2010/11: Daniel Alves, Maxwell e Adriano (Barcelona)
2009/10: Lúcio, Thiago Motta, Júlio Cesar e Maicon (Internazionale)
2008/09: Sylvinho e Daniel Alves (Barcelona)
2007/08: Anderson (Manchester United)
2006/07: Cafu, Dida, Kaká, Ricardo Oliveira e Serginho (Milan)
2005/06: Belletti, Deco, Edmílson, Thiago Motta, Ronaldinho Gaúcho e Sylvinho (Barcelona)
2003/04: Bruno Morais, Carlos Alberto, Deco, Derlei e Maciel (Porto)
2002/03: Dida, Rivaldo, Roque Júnior e Serginho (Milan)
2001/02: Flávio Conceição, Roberto Carlos e Sávio (Real Madrid)
2000/01: Élber e Paulo Sérgio (Bayern de Munique)
1999/00: Roberto Carlos e Sávio (Real Madrid)
1997/98: Roberto Carlos, Sávio e Júlio Cesar (Real Madrid)
1996/97: Júlio Cesar (Borussia Dortmund)
1986/87: Casagrande, Celso, Elói, Juary e Paulo Ricardo (Porto)
1964/65: Jair da Costa (Inter de Milão)
1963/64: Jair da Costa (Inter de Milão)
1962/63: Dino Sani e Mazzola (Milan)
1959/60: Canário e Didi (Real Madrid)
1958/59: Canário e Didi (Real Madrid)

 


Daniel Alves: brasileiro com mais títulos espanhóis
Comentários Comente

Rodolfo Rodrigues

Bastante contestado nesta temporada, o lateral-direito Daniel Alves conquistou no último domingo o seu quinto título espanhol pelo Barcelona. Assim, tornou-se o brasileiro que mais vezes venceu o Campeonato Espanhol na história, desde 1929, superando Evaristo de Macedo e Roberto Carlos, que ganharam quatro títulos cada.

Brasileiros com títulos espanhóis
5 títulos
Daniel Alves (2009, 10, 11, 13 e 15)

4 títulos
Evaristo de Macedo (1959, 60, 63 e 64)
Roberto Carlos (1997, 2000, 02 e 07)

3 títulos
Adriano (2011, 13 e 15)
Flávio Conceição (1999, 2001 e 03)
Marcelo (2007, 08 e 12)
Sylvinho (2005, 06 e 09)

Nessa temporada 2014/2015, Daniel Alves disputou 30 dos 37 jogos do Barcelona até agora (falta ainda uma rodada). Dessa forma, superou também Roberto Carlos em números de jogos pela Liga Espanhola, tornando-se o brasileiro com mais partidas. Na história da competição, o lateral-direito é o estrangeiro com mais partidas (393) e o 67º na história em todos os tempos, após 13 temporadas.

Brasileiros com mais jogos no Campeonato Espanhol
1º – Daniel Alves (393)
2º – Roberto Carlos (370)
3º – Mauro Silva (369)
4º – Adriano (261)
5º – Edu (253)
6º – Filipe Luís (238)
7º – Sávio (231)
Marcelo (231)
9º – Diego Alves (222)
10º – Waldo (215)

No Barcelona desde a temporada 2008/09, Daniel Alves já está também na lista dos 10 jogadores com mais títulos na história do clube catalão. Em sete temporadas, o lateral-direito ganhou 17 títulos e pode chegar ainda a 19 conquistas caso vença nas próximas semana a final da Copa do Rei da Espanha e a Liga dos Campeões da Europa.

Jogadores com mais títulos pelo Barcelona
1º – Xavi (23)
2º – Messi (22)
3º – Victor Valdés e Puyol (21)
5º – Iniesta (20)
6º – Ramallets e Amor (19)
8º – Pedro e Busquets (18)
10º – Daniel Alves, Pique, Seguer e Alexanco (17)

Com contrato até junho de 2015, Daniel Alves, preterido pelo técnico Dunga na seleção brasileira após sua fraca atuação na Copa do Mundo de 2014, ainda não renovou seu contrato com o Barcelona.

 


< Anterior | Voltar à página inicial | Próximo>