Futebol em Números

Arquivo : Abel Braga

Zé Ricardo é o técnico há mais tempo no cargo na Série A do Brasileirão
Comentários Comente

Rodolfo Rodrigues

Mais uma vez a dança dos técnicos no Campeonato Brasileiro começou com tudo. Em apenas quatro rodadas, seis clubes já trocaram de treinador. O Santos, que tinha o técnico há mais tempo no cargo entre os 20 clubes da Série A, demitiu Dorival Júnior após a derrota no clássico para o Corinthians no último sábado. Contratado em julho de 2015, Dorival estava prestes a completar dois anos à frente do time santista.

Outro técnico demitido nesse início de Brasileiro foi Ney Franco, que ficou apenas 17 jogos no comando do Sport nessa temporada de 2017. O treinador dirigiu o Leão em apenas dois jogos do Brasileirão e foi sacado. Em seu lugar, o time contratou Vanderlei Luxemburgo, que perdeu seus dois primeiros jogos.

Já Marcelo Cabo, que estava no comando do Atlético-GO também há um bom tempo, desde maio de 2016, pediu demissão ontem após a quarta derrota consecutiva do time no Brasileirão. Cabo levou o Dragão ao título da Série B no ano passado.

Outros dois treinadores deixaram o cargo para assumir outra função nos clubes. No Atlético-PR, Paulo Autuori deu lugar a Eduardo Baptista, que havia sido demitido pelo Palmeiras em abril. No Vitória, o sérvio Petkovic foi substituído agora, após quatro rodadas e nenhuma vitória, por Alexandre Gallo. Pet e Autuori serão diretores de futebol de Vitória e Atlético-PR respectivamente.

Já Guto Ferreira, que pegou o Bahia na Série B do ano passado, após deixar a Chapecoense no início do Brasileirão de 2016, fez o mesmo caminho nessa temporada, e trocou o Tricolor baiano pelo Inter, na Série B, que demitiu Antônio Carlos Zago após cinco meses de trabalho e três rodadas na segunda divisão.

Agora, entre os 20 clubes da série A, Zé Ricardo, do Flamengo, é o técnico mais longevo no cargo. O treinador, que começou como interino no rubro-negro no início do Brasileirão, após a saída de Muricy Ramalho por conta de problemas de saúde, Zé Ricardo foi efetivado no cargo e foi prestigiado após levar o clube à Libertadores e dar o título invicto no Carioca de 2017. Após a eliminação na Libertadores e o começo instável no Brasileiro, o técnico, porém, já não segue em alta.

Técnicos que estão há mais tempo no cargo entre os clubes da Série A de 2017:

ClubeTécnicoDesde…
FlamengoZé Ricardo29/05/2016
CruzeiroMano Menezes31/07/2016
BotafogoJair Ventura14/08/2016
AvaíClaudinei Oliveira30/08/2016
GrêmioRenato Gaúcho21/09/2016
CorinthiansFábio Carille19/01/2017
São PauloRogério Ceni20/01/2017
FluminenseAbel Braga24/01/2017
ChapecoenseVágner Mancini26/01/2017
Atlético-MGRoger Machado28/01/2017
CoritibaPachequinho01/03/2017
VascoMilton Mendes22/03/2017
Ponte PretaGilson Kleina23/03/2017
PalmeirasCuca14/05/2017
Atlético-PREduardo Baptista28/05/2017
SportVanderlei Luxemburgo01/06/2017
BahiaJorginho Campos05/06/2017
Atlético-GOsem técnico06/06/2017
VitóriaAlexandre Gallo06/06/2017
SantosElano (interino)05/06/2017

 


Abel Braga bate recorde no Fluminense
Comentários Comente

Rodolfo Rodrigues

Técnico mais velho do Brasileirão (64 anos), Abel Braga alcançou um recorde com o Fluminense ontem, após a vitória por 2 x 1 sobre o Atlético-MG, no Independência. O treinador chegou a marca de 126 jogos pelo Tricolor carioca na competição e se tornou o técnico com mais jogos pelo clube ao lado de Renato Gaúcho. Abel, porém, irá se isolar no primeiro lugar já na próxima rodada.

Abelão, que está em sua terceira passagem como técnico do clube, treinou o Fluminense nos Brasileiros de 2005, 2011, 2012 (quando foi campeão) e 2013 anteriormente. Em 126 jogos pelo clube na Série A, conseguiu 57,4% de aproveitamento dos pontos (64 vitórias, 25 empates e 37 derrotas). Renato Gaúcho conseguiu apenas 45% de aproveitamento em seis edições (1996, 2002, 2003, 2007, 2008 e 2009) – 47 vitórias, 29 empates e 50 derrotas.

Campeão carioca em 2005 e 2012 também pelo Flu, Abel está a dois jogos de completar 250 partidas sob o comando do time em suas três passagens. Hoje, é o terceiro técnico que mais dirigiu o Fluminense na história (248 jogos), atrás de Ondino Vieira (266 jogos) e Zezé Moreira (497 jogos). Abel Braga é também o técnico que mais dirigiu o Flu em jogos pela Libertadores (20 contra 14 de Renato Gaúcho).

Técnicos que mais treinaram o Fluminense em Brasileiros:
Abel Braga (126 jogos)
Renato Gaúcho (126 jogos)
Pinheiro (67 jogos)
Duque (51 jogos)
Carbone (46 jogos)
Oswaldo de Oliveira (44 jogos)
Zagallo (39 jogos)
Joel Santana (39 jogos)
Cristóvão Borges (38 jogos)
Muricy Ramalho (38 jogos)
Antônio Lopes (36 jogos)
Paulo Emílio (36 jogos)
Levir Culpi (34 jogos)
Nelsinho Rosa (30 jogos)
Gílson Nunes (30 jogos)

Técnicos com recorde de jogos pelos clubes da Série A de 2017:

ClubeTécnico que mais treinouPeríodoJogos
Atlético-GOHélio dos Anjos2011-201228
Atlético-MGTelê Santana1971-1988159
Atlético-PRAntônio Lopes2000-201189
AvaíSilas2009-201141
BahiaEvaristo de Macedo1973-2003147
BotafogoOswaldo de Oliveira2012-201376
ChapecoenseCaio Júnior201626
CorinthiansTite2004-2016206
CoritibaPaulo Bonamigo2002-200371
CruzeiroHilton Chaves1972-1984133
FlamengoZagallo1972-2001110
FluminenseRenato Gaúcho1996-2009126
Abel Braga2005-2017126
GrêmioLuiz Felipe Scolari1987-2015132
PalmeirasLuiz Felipe Scolari1997-2012172
Ponte PretaMarco Aurélio1998-200679
SantosVanderlei Luxemburgo1997-2007174
São PauloMuricy Ramalho1996-2014183
SportGivanildo Oliveira1983-200089
VascoAntônio Lopes1982-2008204
VitóriaVágner Mancini2008-201682

Carille tem melhor desempenho entre técnicos estreantes em 2017
Comentários Comente

Rodolfo Rodrigues

Ex-auxiliar do técnico Tite, Fábio Carille, técnico efetivado no Corinthians desde o início do ano, tem até aqui o melhor desempenho entre os treinadores estreantes das equipes da primeira divisão do Campeonato Brasileiro. O técnico corintiano, em dez jogos na temporada, conseguiu oito vitórias, um empate e sofreu apenas uma derrota. Seu aproveitamento de 83,3% supera o de Abel Braga, do Fluminense, que conquistou 81,5% dos pontos nesse início de temporada.

Fábio Carille, com as vitórias recentes sobre Novorizontino, Palmeiras e Mirassol, levou o Corinthians a ser o time de melhor campanha geral também no Paulistão, com 15 pontos em seis jogos, à frente do Mirassol (13), Palmeiras (12), São Paulo e Ponte Preta (11) e Santos (10).

Outro destaque do time dirigido por Carille até aqui é o seu setor defensivo. Em dez partidas, o Corinthians sofreu apenas cinco gols (dois só na última partida, na vitória por 3 x 2 sobre o Mirassol). A média de 0,5 gol sofrido por partida é a menor também entre as equipes que estrearam treinadores em 2017, superando o Fluminense (0,56) e o Palmeiras (0,75).

Aproveitamento dos técnicos estreantes em 2017*

TécnicoClubeJVEDGPGCaprov. %
Fábio CarilleCorinthians1081113583,3
Abel BragaFluminense971122581,5
Roger MachadoAtlético-MG9702181577,8
Antônio CarlosInter1063118970,0
Cristóvão BorgesVasco10604121260,0
Rogério CeniSão Paulo9441181359,3
Eduardo BaptistaPalmeiras842214658,3
Vágner ManciniChapecoense11443131248,5

 

* Contando jogos oficiais e amistosos e com o Internacional, que está na Série B


< Anterior | Voltar à página inicial | Próximo>