Futebol em Números

Arquivo : Barcelona

Média de gols de Neymar dobra em um ano no Barcelona
Comentários Comente

Rodolfo Rodrigues

Em sua primeira temporada no Barcelona, depois de sair do Santos, após a Copa das Confederações de 2013, Neymar teve um desempenho satisfatório. Após um bom começo sob o comando do técnico argentino Tata Martino, o atacante brasileiro teve uma queda de rendimento e no final da temporada 2013/14 disputou 38 jogos (30 como titular) e marcou 14 gols, ficando com uma média de 0,37 no clube catalão em competições oficiais.

Já na atual temporada, 2014/15, Neymar teve uma evolução notável nos números pelo Barcelona. O atacante jogou 51 partidas (47 como titular no time do técnico Luis Enrique) e marcou 39 gols, ficando com uma média de 0,76 por partida. Mais do que o dobro da temporada anterior (0,37).

Nos três principais campeonatos (Liga dos Campeões da Europa, Campeonato Espanhol e Copa do Rei da Espanha), Neymar conseguiu o título em todas nessa temporada, diferente de 2013/14, quando passou em branco em todas. Além disso, conseguiu ainda duas artilharias (Liga dos Campeões e Copa do Rei).

Em vários quesitos Neymar foi superior nos números nessa temporada atual. Apenas em assistências o brasileiro foi inferior (7 contra 11).

Temporada 2013/14 x Temporada 2014/15
Jogos (38 x 51)
Liga dos Campeões (9 x 12)
Camp. Espanhol (26 x 33)
Copa do Rei (3 x 6)

Como titular (30 x 47)
Liga dos Campeões (8 x 12)
Camp. Espanhol (19 x 29)
Copa do Rei (3 x 6)

Minutos em campo (2718 x 4101)
Liga dos Campeões (776 x 1027)
Camp. Espanhol (1734 x 2571)
Copa do Rei (208 x 503)

Gols (14 x 39)
Liga dos Campeões (4 x 10)
Camp. Espanhol (9 x 22)
Copa do Rei (1 x 7)

Assistências (11 x 7)
Liga dos Campeões (3 x 0)
Camp. Espanhol (8 x 7)
Copa do Rei (0 x 0)

Chutes a gol (105 x 134)
Liga dos Campeões (37 x 39)
Camp. Espanhol (68 x 95)

Chutes a gol (43 x 67)
Liga dos Campeões (13 x 22)
Camp. Espanhol (30 x 45)


Barcelona de Luis Enrique supera o de Guardiola de 2009
Comentários Comente

Rodolfo Rodrigues

Na temporada 2008/2009, o Barcelona do técnico Pep Guardiola encantou o mundo com seu tiki-taka e uma inédita tríplice coroa para o clube catalão (Liga dos Campeões, Campeonato Espanhol e Copa do Rei da Espanha. Em sua estreia como técnico do time principal do Barça, Guardiola igualou então o feito do Celtic-ESC (1967), Ajax-HOL (1972), PSV Eindhoven-HOL (1988) e Manchester United-ING (1999). A campanha do Barcelona de Guardiola nas três competições muito boa, com 74,7% de aproveitamento e média de 2,55 gols por jogo. O trio de atacantes, Messi, Eto’o e Henry marcou 100 gols, recorde na história do clube na época.

Já na temporada 2014/15, com o novo técnico Luis Enrique, também ex-ídolo do clube e formado como técnico nas categorias de base do Barça, a história foi parecida. Também em sua primeira temporada, Luis Enrique conquistou os três títulos que disputou (Liga dos Campeões, Espanhol e Copa do Rei). A diferença, porém, é que o Barcelona foi muito mais eficiente e ofensivo, sem deixar de perder a característica do toque e posse de bola. Com Luis Enrique, o Barcelona teve 85,6% de aproveitamento dos pontos média de quase 3 gols por jogo (2,92). Além disso, seu trio de atacantes (Messi, Neymar e Suárez) marcou 122 gols, estabelecendo uma marca recorde.

Barcelona 2008/09 (Guardiola)
Liga dos Campeões (15 J, 8 V, 5 E, 2 D)
Camp. Espanhol (38 J, 27 V, 6 E, 5 D)
Copa do Rei (9 J, 7 V, 2 E, 0 D)
Total (62 J, 42 V, 13 E, 7 D, 158 GP, 55 GC)
Artilheiros: Messi (38), Eto’o (36) e Henry (26)

Barcelona 2014/15 (Luis Enrique)
Liga dos Campeões (13 J, 11 V, 0 E, 2 D)
Camp. Espanhol (38 J, 30 V, 4 E, 4 D)
Copa do Rei (9 J, 9 V, 0 E, 0 D)
Total (60 J, 50 V, 4 E, 6 D, 175 GP, 38 GC)
Artilheiros: Messi (58), Neymar (39) e Suárez (25)


Daniel Alves: brasileiro com mais títulos espanhóis
Comentários Comente

Rodolfo Rodrigues

Bastante contestado nesta temporada, o lateral-direito Daniel Alves conquistou no último domingo o seu quinto título espanhol pelo Barcelona. Assim, tornou-se o brasileiro que mais vezes venceu o Campeonato Espanhol na história, desde 1929, superando Evaristo de Macedo e Roberto Carlos, que ganharam quatro títulos cada.

Brasileiros com títulos espanhóis
5 títulos
Daniel Alves (2009, 10, 11, 13 e 15)

4 títulos
Evaristo de Macedo (1959, 60, 63 e 64)
Roberto Carlos (1997, 2000, 02 e 07)

3 títulos
Adriano (2011, 13 e 15)
Flávio Conceição (1999, 2001 e 03)
Marcelo (2007, 08 e 12)
Sylvinho (2005, 06 e 09)

Nessa temporada 2014/2015, Daniel Alves disputou 30 dos 37 jogos do Barcelona até agora (falta ainda uma rodada). Dessa forma, superou também Roberto Carlos em números de jogos pela Liga Espanhola, tornando-se o brasileiro com mais partidas. Na história da competição, o lateral-direito é o estrangeiro com mais partidas (393) e o 67º na história em todos os tempos, após 13 temporadas.

Brasileiros com mais jogos no Campeonato Espanhol
1º – Daniel Alves (393)
2º – Roberto Carlos (370)
3º – Mauro Silva (369)
4º – Adriano (261)
5º – Edu (253)
6º – Filipe Luís (238)
7º – Sávio (231)
Marcelo (231)
9º – Diego Alves (222)
10º – Waldo (215)

No Barcelona desde a temporada 2008/09, Daniel Alves já está também na lista dos 10 jogadores com mais títulos na história do clube catalão. Em sete temporadas, o lateral-direito ganhou 17 títulos e pode chegar ainda a 19 conquistas caso vença nas próximas semana a final da Copa do Rei da Espanha e a Liga dos Campeões da Europa.

Jogadores com mais títulos pelo Barcelona
1º – Xavi (23)
2º – Messi (22)
3º – Victor Valdés e Puyol (21)
5º – Iniesta (20)
6º – Ramallets e Amor (19)
8º – Pedro e Busquets (18)
10º – Daniel Alves, Pique, Seguer e Alexanco (17)

Com contrato até junho de 2015, Daniel Alves, preterido pelo técnico Dunga na seleção brasileira após sua fraca atuação na Copa do Mundo de 2014, ainda não renovou seu contrato com o Barcelona.

 


Neymar bate recorde de jogos seguidos marcando gols
Comentários Comente

Rodolfo Rodrigues

A fase do atacante Neymar, no Barcelona, continua sensacional. Titular durante 30 jogos consecutivos, o brasileiro conseguiu hoje, na derrota contra o Bayern Munique-ALE (3 x 2), que levou o Barça à final da Liga dos Campeões, marcar pela sétima partida seguida. Um recorde em sua carreira. Até então, sua melhor sequência havia sido também pelo Barcelona (seis jogos consecutivos, entre 27 de setembro e 25 de outubro de 2010). Messi, desde 2004 no clube e com 520 jogos, só alcançou essa sequência uma vez no Barça, entre outubro e novembro de 2010.

Sequência de jogos de Neymar marcando gols
21/4/2015 – Barcelona 2 x 0 PSG-FRA (2 gols)
25/4/2015 – Espanyol-ESP 0 x 2 Barcelona (1 gol)
28/4/2015 – Barcelona 6 x 0 Getafe-ESP (1 gol)
2/5/2015 – Granada 0 x 8 Barcelona (1 gol)
5/5/2015 – Barcelona 3 x 0 Bayern Munique-ALE (1 gol)
9/5/2015 – Barcelona 2 x 0 Real Sociedad-ESP (1 gol)
12/5/2015 – Bayern Munique-ALE 3 x 2 Barcelona (2 gols)

E desde que reclamou de sua substituição na partida contra o Sevilla, no dia 11 de abril, pelo Campeonato Espanhol, o brasileiro não foi mais substituído pelo técnico Luis Enrique. Já são 9 jogos atuando consecutivamente os 90 minutos. E nos últimos dez jogos pelo Barcelona, Neymar marcou 11 gols.

Hoje, com os dois gols contra o Bayern Munique, Neymar chegou a 250 gols em sua carreira em 399 jogos.
Santos – 138 gols em 230 jogos (média de 0,60)
Barcelona –
56 gols em 93 jogos (média de 0,60)
Seleção Brasileira – 43 gols em 62 jogos (média de 0,69)
Seleção Olímpica – 4 gols em 7 jogos (média de 0,57)
Seleção Sub-20 – 9 gols em 7 jogos (média de 1,29)
Total – 250 gols em 399 jogos (média de 0,63)

Aos 23 anos, Neymar conseguiu garantir vaga na final da Liga dos Campeões da Europa. Assim, tem grande chance de entrar num grupo seleto de ganhadores de Copa Libertadores e Liga dos Campeões. Até hoje, apenas oito jogadores conseguiram essa proeza. Quatro argentinos (Sorín, Solari, Samuel e Tevez) e quatro brasileiros (Dida, Roque Júnior, Cafu e Ronaldinho Gaúcho). Com 9 gols nessa edição da Champions, Neymar pode ser ainda artilheiro, já que está a apenas um gol de Messi. Assim, poderia repetir a façanha de Jardel, artilheiro da Libertadores e da Liga dos Campeões. Neymar foi artilheiro da Libertadores em 2012 com 8 gols.

Agora com 13 gols na Liga dos Campeões, somando a edição de 2013/14, Neymar já ocupa agora a 12ª colocação entre os brasileiros com mais gols na história da competição, ao lado de Hulk, Deco e Sonny Anderson. Com mais um gol ele entra para a 10ª colocação ao lado de Ronaldo Fenômeno e Adriano Imperador. A média de gols de Neymar, porém, é a mais alta, ao lado de Romário.

Brasileiros com mais gols pela Liga dos Campeões da Europa desde 1955:
1º – Kaká – 30 gols em 86 jogos (0,35 por jogo)
2º – Rivaldo – 27 gols em 73 jogos (0,37 por jogo)
3º – Jardel – 25 gols em 46 jogos (0,54 por jogo)
4º – Élber – 24 gols em 69 jogos (0,35 por jogo)
5º – Luiz Adriano – 20 gols em 41 jogos (0,49 por jogo)
6º – Ronaldinho Gaúcho – 18 gols em 47 jogos (0,38 por jogo)
Juninho Pernambucano – 18 gols em 58 jogos (0,31 por jogo)
8º – Romário – 16 gols em 26 jogos (0,62 por jogo)
9º – Roberto Carlos – 15 gols em 120 jogos (0,13 por jogo)
10º – Ronaldo – 14 gols em 40 jogos (0,35 por jogo)
Adriano – 14 gols em 27 jogos (0,52 por jogo)
12º – Neymar – 13 gols em 21 jogos (0,62 por jogo)
Hulk – 13 gols em 43 jogos (0,30 por jogo)
Deco – 13 gols em 75 jogos (0,17 por jogo)
Sonny Anderson – 13 gols em 29 jogos (0,45 por jogo)

 

 


Messi: artilheiro e líder de assistências no Espanhol
Comentários Comente

Rodolfo Rodrigues

O argentino Lionel Messi segue impressionando com os números a cada ano. Hoje, na goleada de 8 x 0 sobre o Córdoba, o atacante do Barcelona marcou dois e deu uma assistência para o gol de Raktic. Assim, chegou a incrível marca de 40 gols no Campeonato Espanhol de 2014/15 e superou Cristiano Ronaldo na artilharia da competição (o português do Real Madrid tem 39 gols).

Além disso, Messi chegou a 20 assistências na La Liga, participando então diretamente de 60 dos 105 gols do Barça no torneio (57%). Em sua carreira, Messi nunca terminou como artilheiro e líder em assistências no Campeonato Espanhol. Quase sempre foi um ou outro desde 2009/10.

2014/15 – 40 gols e 20 assistências*
Artilheiro e líder em assistências*

2013/14 – 28 gols e 11 assistências
2º maior artilheiro e 7º em assistências

2012/13 – 46 gols e 12 assistências
Artilheiro e 3º em assistências

2011/12 – 50 gols e 15 assistências
Artilheiro e 2º em assistências

2010/11 – 31 gols e 18 assistências
2º maior artilheiro e líder em assistências

2009/10 – 34 gols e 10 assistências
Artilheiro e 2º em assistências

2008/09 – 23 gols e 11 assistências
4º maior artilheiro e 3º em assistências

2007/08 – 10 gols e 12 assistências
22º maior artilheiro e 4º em assistências

2006/07 – 14 gols e 2 assistências
9º maior artilheiro

2005/06 – 6 gols e nenhuma assistência
38º maior artilheiro

2004/05 – 1 gol e nenhuma assistência

* Até o dia 2 de maio de 2015, na 35ª rodada

 

Hoje, além dos dois gols de Messi, Luis Suárez também marcou dois e Neymar mais um (de pênalti). Assim, o trio de ataque do Barcelona chegou a marca de 107 gols na temporada (contando também Liga dos Campeões e Copa do Rei da Espanha).

 


Messi tem ótima temporada como garçom; Neymar agradece
Comentários Comente

Rodolfo Rodrigues

O argentino Lionel Messi, sempre brilhante como goleador, vive nessa temporada 2014/15 uma grande fase como garçom no Barcelona. Hoje, na vitória do time espanhol por 3 x 1 sobre o PSG, Messi deu um passe para o gol de Neymar, o primeiro da partida. Essa foi a 25ª assistência do argentino na temporada, que já marcou 48 gols em 49 jogos (é o vice-artilheiro do Campeonato Espanhol com 34 gols e da Liga dos Campeões com 8 gols).

E esse número de assistência pode tornar-se recorde ainda para Messi. Na temporada 2011/12, o argentino conseguiu dar 29 assistências, seu recorde desde 2004. A atual marca (25 assistências), deixou para trás sua segunda melhor marca, de 2010/11, que era de 23 passes precisos para gols.

Pelo Barcelona, em toda sua carreira, Messi soma 151 assistências. Dessas, o jogador mais beneficiado foi o atacante Pedro, que marcou 17 gols após os passes de Messi. Eto’o é o segundo da lista com 15 gols e em terceiro já aparece o brasileiro Neymar, que marcou 12 gols com passes de Messi. Dos 43 gols de Neymar pelo Barcelona, 12 saíram com assistências de Messi (quase 30%).

Com 16 assistências no Campeonato Espanhol, Messi é o jogador que deu mais passes precisos na competição, seguido por Cristiano Ronaldo (12), Nolito, do Celta (11), e Benzema (9). Neymar deu cinco assistências e é o 22º nessa lista. Já na Liga dos Campeões, Messi é o maior garçom com 4 assistências, ao lado de Koke, do Atlético de Madri.

Assistências de Messi na carreira:
2014/15 – 25 em 49 jogos
2013/14 – 14 em 46 jogos
2012/13 – 16 em 50 jogos
2011/12 – 29 em 60 jogos
2010/11 – 23 em 55 jogos
2009/10 – 11 em 53 jogos
2008/09 – 16 em 51 jogos
2007/08 – 14 em 40 jogos
2006/07 – 2 em 36 jogos
2005/06 – 1 em 25 jogos
2004/05 – 0 em 9 jogos

 

Mais de Rodolfo Rodrigues no Twitter @rodolfo1975