Futebol em Números

Arquivo : Robinho

Fred repete marca de Guilherme e Jairzinho na Libertadores
Comentários Comente

Rodolfo Rodrigues

Autor de 4 gols na goleada do Atlético-MG sobre o Sport Boys-BOL por 5 x 2, hoje, no estádio Independência, o atacante Fred igualou a marca histórica de dois outros brasileiros que conseguiram marcar também 4 gols em um único jogo da Libertadores: o centroavante Guilherme, também pelo Galo, em 2000, e o atacante Jairzinho, pelo Cruzeiro, em 1976.

Até hoje, entre os jogadores dos clubes brasileiros na história da competição, o recordista de gols em um único jogo é o atacante Fernando Baiano, que em 1999 fez 5 gols pelo Corinthians na vitória de 8 x 2 sobre o Cerro Porteño-PAR. Já na história da Libertadores, desde 1960, o recordista geral de gols em uma única partida é o argetino Juan Carlos Sánchez, que em 1985, jogando pelo Blooming-BOL, marcou 6 gols na vitória por 8 x 0 sobre o Deportivo Itália-VEN, no dia 7 de abril.

Com os 4 gols que marcou hoje, Fred chega a 5 gols na atual edição da Libertadores, um gol atrás do artilheiro da competição, o boliviano Alejandro Chumacero, do The Strongest-BOL, autor de 6 gols. Em sua história na Libertadores, Fred soma agora 13 gols em 21 jogos por Fluminense (2011, 2012 e 2013) e Atlético-MG (2017). Assim, ocupa o 19º lugar entre os brasileiros com mais gols na história da Libertadores, desde 1960.

Robinho, que marcou o primeiro gol do Galo hoje, marcou seu 16º gol e pulou para o 9º lugar na lista dos brasileiros com mais gols, ao lado de Zico e Jardel. Luizão, com 29 gols, é o maior artilheiro, seguido por Palhinha (25 gols), Célio (22), Jairzinho (21), Guilherme (19), Marcelinho Carioca e Tita (18) e Pelé (17).

Confira a lista de quem já marcou 3 ou mais gols por um clube brasileiro em uma única partida de Libertadores:

5 gols
Fernando Baiano (Corinthains)
10/3/1999 – Corinthians 8 x 2 Cerro Porteño-PAR, Pacaembu

4 gols
Fred (Atlético-MG)
13/4/2017 – Atlético-MG 5 x 2 Sport Boys-BOL, Independência

Guilherme (Atlético-MG)
5/4/2000 – Atlético-MG 6 x 0 Cobreloa-CHI, Mineirão

Jairzinho (Cruzeiro)
20/5/1976 – Cruzeiro 7 x 1 Alianza Lima-PER, Mineirão

3 gols
Guerrero (Corinthians)
1/4/2015 – Corinthians 4 x 0 Danubio-URU, Arena Corinthians

Wallyson (Botafogo)
5/2/2014 – Botafogo 4 x 0 Deportivo Quito-EQU, Maracanã

Ricardo Goulart (Cruzeiro)
25/2/2014 – Cruzeiro 5 x 1 Universidad de Chile-CHI, Mineirão

Bernard (Atlético-MG)
26/2/2013 – Arsenal-ARG 2 x 5 Atlético-MG, Julio Grondona

(Atlético-MG)
8/5/2013 – Atlético-MG 4 x 1 São Paulo, Independência

Leandro Damião (Internacional)
13/3/2012 – Internacional 5 x 0 The Strongest-BOL, Beira-Rio

Neymar (Santos)
7/3/2012 – Santos 3 x 1 Internacional, Vila Belmiro

Thiago Ribeiro (Cruzeiro)
29/4/2010 – Cruzeiro 3 x 1 Nacional-URU, Mineirão

Thiago Neves (Fluminense)
2/7/2008 – Fluminense 3 x 1 LDU Quito-EQU, Maracanã

Rodrigo Mendes (Grêmio) – duas vezes
7/2/2002 – Grêmio 3 x 2 Oriente Petrolero-BOL, Olímpico
28/2/2002 – Oriente Petrolero-BOL 2 x 4 Grêmio, Ramon T. Aguilera

Oséas (Cruzeiro)
10/4/2001 – Cruzeiro 5 x 0 Sporting Cristal-PER, Mineirão

Lopes (Palmeiras)
23/5/2001 – Palmeiras 3 x 3 Cruzeiro, Parque Antártica

Luizão (Corinthians)
3/3/2000 – Corinthians 6 x 0 LDU Quito-EQU, Pacaembu

Dinei (Corinthians)
9/4/1999 – Corinthians 4 x 0 Olimpia-PAR, Pacaembu

Carlos Miguel (Grêmio)
4/3/1997 – Alianza Lima-PER 0 x 4 Grêmio, Alejandro Villanueva

Jardel (Grêmio)
26/7/1995 – Grêmio 5 x 0 Palmeiras, Olímpico

Everaldo (Criciúma)
10/4/1992 – Criciúma 5 x 0 San José-BOL, Heriberto Hulse

Palhinha (São Paulo)
17/3/1992 – São Paulo 5 x 0 San José-BOL, Morumbi

Paulo Sérgio (Corinthians)
29/3/1991 – Corinthians 4 x 1 Bella Vista-URU, Morumbi

Edmar (Flamengo)
10/4/1984 – Flamengo 3 x 1 Atlético Junior-COL, Maracanã

Zico (Flamengo)
22/4/1983 – Flamengo 7 x 1 Blooming-BOL, Maracanã

Zico (Flamengo)
11/8/1981 – Cerro Porteño-PAR 2 x 3 Flamengo, Defensor del Chaco

Adílson (Internacional)
25/6/1980 – Internacional 3 x 1 Vélez Sarsfield, Beira-Rio

Zenon (Guarani)
11/4/1979 – Guarani 6 x 1 Universitario-PER, Brinco de Ouro

Palhinha (Cruzeiro)
20/5/1976 – Cruzeiro 7 x 1 Alianza Lima-PER, Mineirão

Pedro Rocha (São Paulo)
8/5/1974 – São Paulo 5 x 0 Jorge Wilstermann-BOL, Morumbi

Pelé (Santos)
13/2/1965 – Universidad de Chile 1 x 5 Santos, Nacional

Pelé (Santos)
28/8/1963 – Santos 4 x 0 Botafogo, Vila Belmiro

Coutinho (Santos)
28/2/1962 – Santos 9 x 1 Cerro Porteño-PAR, Vila Belmiro


Robinho faz temporada com mais gols desde 2005
Comentários Comente

Rodolfo Rodrigues

Um dos grandes destaques do Atlético-MG na temporada, o atacante Robinho é o artilheiro do Galo em 2016 com 25 gols. De quebra, é o vice-artilheiro do time no Brasileirão (12 gols) e um dos líderes em assistências na competição (9) e ainda foi o artilheiro do Campeonato Mineiro no primeiro semestre com 9 gols.

Em grande fase no Galo, finalista da Copa do Brasil e no G4 do Brasileiro, Robinho passa por uma de suas melhores temporadas na carreira. Desde 2005, quando marcou 27 gols em 59 jogos (0,46 por partida), o atacante não marcava tantos gols. Em 2016, foram 25 gols em 51 jogos, média de 0,49 por jogo. Apenas em 2003 e 2004, em seu início sensacional pelo Santos, Robinho marcou mais gols e teve média superior de gols.

Outra curiosidade é que pelo Galo, Robinho fez o mesmo número de gols das últimas três temporadas (2013, 2014 e 2015) – 25 gols.

Jogos e gols de Robinho por ano na carreira:

AnoJogosGolsmédia
200237110,30
200361330,54
200457320,56
200559270,46
200656120,21
200747160,34
200845190,42
20093140,13
201044170,39
201141120,29
20123890,24
20133130,10
201435110,31
201530110,37
201651250,49

No Atlético-MG, Robinho tem também sua melhor média de gols por um clube (0,49), superando a média de 0,44 pelo Santos (onde disputou mais partidas).

Jogos e gols de Robinho por clubes:

ClubeJogosGolsMédia
Santos2531110,44
Milan144320,22
Manchester City53160,30
Real Madrid137350,26
Guangzhou1030,30
Atlético-MG51250,49

 


Robinho supera Neymar e Ceni em gols pela Libertadores
Comentários Comente

Rodolfo Rodrigues

Com o gol marcado ontem na goleada por 4 x 0 sobre o Melgar-PER, o atacante Robinho chegou a marca de 15 gols em Libertadores. Depois de anotar 14 gols pelo Santos (nas edições de 2003, 2004 e 2005), Robinho fez seu primeiro gol com a camisa do Galo na competição sul-americana, voltando a balançar as redes pela Libertadores após 11 anos.

Com 10 gols em 10 jogos com a camisa do Atlético-MG, Robinho é o atual artilheiro do Campeonato Mineiro com 9 gols. Aos 32 anos, o jogador tem ainda a chance de entrar na lista dos 10 jogadores brasileiros que mais marcaram na história da Libertadores. Com 15 gols, Robinho deixou para trás Rogério Ceni, Luis Fabiano, Washington, Thiago Ribeiro e Neymar, todos com 14 gols. Agora, divide o 11º lugar entre os brasileiros com mais gols ao lado de Leandro Damião e Alex, ex-Palmeiras e Cruzeiro. Com mais dois gols, Robinho poderá igualar a marca de Pelé.

Brasileiros com mais gols na história da Libertadores:
1º Luizão (29)
2º Palhinha (25)
3º Célio (22)
4º Jairzinho (21)
5º Guilherme (19)
6º Tita (18)
Marcelinho Carioca (18)
8º Pelé (17)
9º Zico (16)
Jardel (16)
11º Robinho (15)
Alex (ex-Palmeiras) (15)
Leandro Damião (15)
14º Thiago Ribeiro (14)
Rogério Ceni (14)
Luis Fabiano (14)
Washington (14)
Neymar (14)


Robinho vem jogando menos a cada ano
Comentários Comente

Rodolfo Rodrigues

Novo reforço do Atlético-MG, o atacante Robinho, de 32 anos, voltou ao Brasil depois de uma passagem pouco expressiva pelo Guangzhou Evergrande, da China. Apesar de ter sido campeão nacional com o clube do técnico Felipão, Robinho disputou apenas 10 jogos e marcou somente 3 gols em seis meses. No Santos, seu clube anterior, havia feito 20 jogose 8 gols no primeiro semestre de 2015.

Na temporada de 2015, Robinho disputou então 30 jogos e marcou 11 gols. Nunca, desde sua estreia como profissional em 2002, o atacante havia disputado tão poucos jogos. Pela Seleção Brasileira, Robinho disputou apenas um jogo. Sua segunda pior marca desde de 2012, quando não fez uma partida.

Desempenho de Robinho ano a ano por clubes

AnoJogosGols
20023711
20036133
20045732
20055927
20065612
20074716
20084519
2009314
20104417
20114112
2012389
2013313
20143511
20153011
Números de Robinho

Números de Robinho

Nos primeiros anos de sua carreira, depois do título do Brasileirão de 2002, Robinho quase 60 jogos por ano (entre 2003 e 2006), por Santos e Real Madrid. Em 2015, fez metade disso. Até 2006, Robinho havia feito 270 jogos e marcado 115 gols (média de 0,43 por partida). De 2007 para cá, disputou 342 jogos e anotou 102 gols (0,30).

Na Seleção, desde 2004, Robinho também apresenta números em queda. Em seus seis primeiros anos, até 2009, disputou 70 e fez 21 gols. De 2010 para cá, nos outros seis anos, foram 24 jogos e 6 gols.

Desempenho de Robinho pela Seleção Brasileira

AnoJogosGols
200410
2005175
2006122
2007176
2008115
2009123
2010116
201171
2012
201321
201430
201510

Nas passagens que teve pelos cinco clubes em que atuou, Robinho teve no Santos suas melhores médias de gols, sem acima de 0,40 por partida. Pelo Milan, apresentou seu pior desempenho (0,22 gol por jogo).

ClubeJogosGolsMédia
Santos (02-05)189830,44
Real Madrid (05-08)137350,26
Man. City (08-10)53160,30
Santos (10)23110,48
Milan (10-14)144320,22
Santos (14-15)41170,41
Guangzhou (15)1030,30

Em relação à titularidade, Robinho também sempre também teve bons números pelo Santos e até no Manchester City. Na China, chegou a ser banco em duas das dez partidas disputadas.

ClubeJogosTitular%
Santos (02-05)18918095,2
Real Madrid (05-08)13710576,6
Man. City (08-10)534890,6
Santos (10)232191,3
Milan (10-14)1449666,7
Santos (14-15)4141100
Guangzhou (15)10880

Com Robinho, já são 28 brasileiros na China
Comentários Comente

Rodolfo Rodrigues

O atacante Robinho, ex-Santos, acertou hoje sua ida para o Guangzhou Evergrande, time do futebol chinês. O jogador será comandado pelo técnico Luiz Felipe Scolari e terá a companhia de outros cinco brasileiros na equipe: Elkeson (ex-Botafogo), Ricardo Goulart (ex-Cruzeiro), Alan (ex-Fluminense e Red Bull-AUT), Renê Júnior (ex-Santos) e Paulinho (ex-Corinthians e Tottenham, que também acabou de ser contratado). Outros dois clubes têm quatro brasileiros no elenco: Chongqing Lifan e Shandong Luneng, de Diego Tardelli e Aloísio, ex-São Paulo, atual artilheiro do campeonato com 14 gols.

Com Robinho, o número de brasileiros no futebol da China sobe para 28 e se aproxima do recorde de 2012 (29 jogadores). Como a janela de transferências está aberta, é possível que esse número ainda suba mais. Recentemente, dois outros jogadores que atuaram no Brasileirão acertaram a ida para a China: Wagner, meia, ex-Fluminense, e Jael, atacante, ex-Joinville.

Nos últimos anos, o número de brasileiros na Liga Chinesa vem subindo e superando até a de outros tradicionais campeonatos, que antigamente contavam com mais jogadores daqui.

Brasileiros no Campeonato Chinês
2015 (28); 2014 (27); 2013 (27); 2012 (29); 2011 (28); 2010 (24); 2009 (23); 2008 (26); 2007 (17)

Brasileiros no Campeonato Inglês
2015 (16); 2014 (16); 2013 (17); 2012 (16); 2011 (14); 2010 (15); 2009 (20); 2008 (15); 2007 (7)

Brasileiros no Campeonato Italiano
2015 (44); 2014 (58); 2013 (50); 2012 (40); 2011 (45); 2010 (43); 2009 (48); 2008 (48); 2007 (40)

Brasileiros no Campeonato Alemão
2015 (20); 2014 (17); 2013 (23); 2012 (20); 2011 (28); 2010 (32); 2009 (40); 2008 (38); 2007 (27)

 

Brasileiros no Campeonato Chinês de 2015 (28 jogadores)

Guangzhou Evergrande (6)
Robinho (A), Elkeson (A), Alan (A), Paulinho (V), Ricardo Goulart (A) e Renê Júnior (V)

Chongqing Lifan (4)
Jajá Coelho (A), Guto (A), Jael (A) e Fernandinho (A)

Shandong Luneng (4)
Diego Tardelli (A), Aloísio (A), Jucilei (V) e Júnior Urso (V)

Shanghai Shenxin (3)
Zé Eduardo (A), Everton (A) e Johnny (M)

Guizhou Renhe (2)
Ricardo Santos (A) e Hyuri (A)

Tianjin Teda (2)
Wagner (M) e Lucas Fonseca (Z)

Beijing Guoan (1)
Kléber (A)

Hangzhou Greentown (1)
Anselmo Ramón (A)

Henan Jianye (1)
Ivo (M)

Jiangsu Sainty (1)
Eleílson (Z)

Shanghai East Asia (1)
Davi (M)

Shanghai Greenland (1)
Paulo Henrique (A)

Shijiazhuang Yongchang (1)
Rodrigo Defendi (V)


Robinho perto dos 100 jogos pela seleção
Comentários Comente

Rodolfo Rodrigues

O atacante Robinho, do Santos, está bem próximo de alcançar a marca de 100 jogos oficiais pela seleção brasileira. Aos 31 anos, o jogador tem atualmente 98 partidas pelo Brasil e poderá chegar ao seu centésimo na próxima semana, no dia 11 de junho, no amistoso contra Honduras, em Porto Alegre. Antes disso, Robinho deverá entrar em campo no outro amistoso, contra o México, marcado para a próxima sexta-feira, em São Paulo, no Allianz Parque.

Convocado para a Copa América, Robinho poderá entrar para um seleto grupo de jogadores com mais de 100 partidas pela seleção brasileira, ao lado de Cafu, Roberto Carlos, Lúcio e Taffarel e deixar para trás Djalma Santos e Ronaldo, que disputaram 98 jogos.

Jogadores com mais partidas pela seleção brasileira em jogos oficiais
1º – Cafu (1990-2006) – 142
2º – Roberto Carlos (1992-2006) – 125
3º – Lúcio (2000-2011) – 105
4º – Taffarel (1988-1998) – 101
5º – Robinho (2003-2015) – 98
Ronaldo (1994-2011) – 98
Djalma Santos (1952-1968) – 98
8º – Ronaldinho Gaúcho (1999-2013) – 979º – Gilmar (1953-1969) – 94
10º – Gilberto Silva (2001-2010) – 93
11º – Pelé (1957-1971) – 92
Rivelino (1965-1978) – 92
13º – Dida (1995-2006) – 91
Dunga (1987-1998) – 91
15º – Kaká (2002-2014) – 88

Autor de 28 gols, Robinho figura entre os 15 maiores artilheiros e caso marque mais cinco gols nos próximo jogos, incluindo a Copa América, onde foi artilheiro em 2007, o atacante poderá figurar entre os 10 maiores artilheiros.

Maiores artilheiros da seleção brasileira em jogos oficiais
1º – Pelé – 77 gols
2º – Ronaldo – 62 gols
3º – Romário – 55 gols
4º – Zico – 48 gols
5º – Neymar – 43 gols
6º – Bebeto – 39 gols
7º – Rivaldo – 35 gols
8º – Jairzinho – 33 gols
Ronaldinho Gaúcho – 33 gols
10º – Ademir de Menezes – 32 gols
Tostão – 32 gols
12º – Zizinho – 30 gols
13º – Careca – 29 gols
14º – Kaká – 29 gols
15º – Luis Fabiano – 28 gols
Robinho – 28 gols

Titular em 82 dos 98 jogos, Robinho, além dos 28 gols, tem 68 vitórias, 18 empates e 12 derrotas pela seleção brasileira. Confira abaixo o resumo das partidas do jogador.

Jogos (98)
Copa do Mundo (8)
Copa das Confederações (10)
Copa América (9)
Copa Ouro (5)
Eliminatórias (23)
Amistosos (43)

Gols (28)
Copa do Mundo (2)
Copa das Confederações (3)
Copa América (6)
Eliminatórias (6)
Amistosos (11)

Principais vítimas (28 gols)
Chile (9)
Irlanda (2)
Paraguai (2)
Tanzânia (2)
Venezuela (2)
Alemanha (1)
Canadá (1)
Equador (1)Estados Unidos (1)
Grécia (1)
Holanda (1)
Hong Kong (1)
Itália (1)
Japão (1)
Kuwait (1)
Zimbábue (1)

Tags : Robinho


Cássio e Robinho têm sorte no clássico alvinegro
Comentários Comente

Rodolfo Rodrigues

O clássico entre Corinthians e Santos, amanhã, na Arena Corinthians, terá um duelo à parte, entre o atacante Robinho e o goleiro Cássio. O atacante do Santos, carrasco do Corinthians na final do Brasileiro de 2002, defendeu uma invencibilidade de 9 jogos no clássico. A única derrota do atacante para o rival foi no ano passado, na vitória do Corinthians por 1 x 0 na Vila Belmiro, pelo Brasileirão. Curiosamente no único confronto entre Robinho e Cássio.

De 2002 a 2005, foram 9 jogos com 8 vitórias e apenas um empate, com quatro gols feitos. Robinho ainda enfrentou o Corinthians jogando pela Seleção Brasileira Olímpica, em 2003, e ganhou por 2 x 0, na Vila, anotando um dos gols. Pelo Santos, seu aproveitamento no clássico alvinegro é de 83,3%. Nos outros clássicos paulistas, seu desempenho nem chega perto: 68,9% contra o São Paulo (2 gols) e 45,8% contra o Palmeiras (2 gols).

Jogos de Robinho pelo Santos contra o Corinthians:
27/7/2002 – 3 x 1 (amistoso)
3/10/2002 – 4 x 2 (Brasileirão)
8/12/2002 – 2 x 0 (Brasileirão)
15/12/2002 – 3 x 2 (Brasileirão) – 1 gol
2/11/2003 – 3 x 1 (Brasileirão) – 1 gol
4/7/2004 – 3 x 2 (Brasileirão)
6/10/2004 – 1 x 1 (Brasileirão)
13/2/2005 – 3 x 0 (Paulista) – 2 gols
31/7/2005 – 4 x 2 (Brasileirão)
10/8/2014 – 0 x 1 (Brasileirão)

Já pelo lado do Corinthians, o goleiro Cássio é quem leva o melhor retrospecto no duelo alvinegro. Assim como Robinho, Cássio já disputou o clássico 10 vezes. Foram quatro vitórias, cinco empates e uma derrota (63,3% de aproveitamento). A única derrota do goleiro foi em 2012, pelo Brasileirão. Desde então, já são sete jogos sem derrota. Nesse período, conquistou ainda um título sobre o rival, o Paulista de 2013. De quebra, ajudou também a eliminar o arqui-inimigo na semifinal da Libertadores de 2011.

Jogos de Cássio pelo Corinthians contra o Santos:
13/6/2012 – 1 x 0 (Libertadores)
20/6/2012 – 1 x 1 (Libertadores)
19/8/2012 – 2 x 3 (Brasileirão)
24/11/2012 – 1 x 1 (Brasileirão)
3/3/2013 – 0 x 0 (Paulista)
12/5/2013 – 2 x 1 (Paulista)
19/5/2013 – 1 x 1 (Paulista)
7/8/2013 – 1 x 1 (Brasileirão)
10/8/2014 – 1 x 0 (Brasileirão)
9/11/2014 – 1 x 0 (Brasileirão)


< Anterior | Voltar à página inicial | Próximo>