Futebol em Números

Arquivo : Rivaldo

Bruno Henrique e todos que já defenderam Corinthians e Palmeiras
Comentários Comente

Rodolfo Rodrigues

O volante Bruno Henrique, que jogou no Corinthians em 2014 e 2015, onde foi campeão brasileiro, acertou ontem sua ida para o Palmeiras depois de atuar pelo Palermo, da Itália, que foi rebaixado no final da temporada 2016/17. O jogador será o quarto ex-Corinthians no elenco atual do Palmeiras, que já conta com Willian, campeão brasileiro em 20111 pelo alvinegro, e os zagueiros Edu Dracena, campeão brasileiro em 2015, e Antônio Carlos, revelado pelo Corinthians em 2012.

Bruno Henrique será também o 22º jogador na história que vai para o Palmeiras depois de já ter atuado pelo Corinthians, mas não numa transferência direta. Do alvinegro para o alviverde, diretamente, foram 25 jogadores na história, o último deles Edu Dracena, em 2015. Entre os principais nomes que saíram diretamente do Corinthians e se deram bem depois no Palmeiras estão Fabbi (década de 1910), Bianco (décadas de 1910 e 1920) e Rivaldo (1993 e 1994). Por outro lado, ex-palmeirenses que brilharam no Corinthians foram Neto (1989-1993), Rincón (1997-2000), Rogério (2000-2004), Luizão (1999) e Alessandro (2008-2014).

Todos os jogadores que já jogaram por Corinthians e Palmeiras:
Trocas diretas
Do Corinthians para o Palmeiras (25 jogadores):
1915: Bianco Gambini e Fabbi
1924: Amílcar Barbuy
1938: Filó
1942: Joane
1943: Lima e Jesus
1971: Paulo Borges e Polaco
1979: Romeu Cambalhota
1982: Caçapava
1984: Emerson Leão
1985: Paulinho Albuquerque
1989: Ribamar e Dida (trocados por Neto); Paulinho Carioca (trocado por Mauro) e Edson
1990: João Paulo
1993: Ricardo
1994: Rivaldo
1996: Elivélton e Leonardo
2011: Thiago Heleno
2013: Weldinho
2015: Edu Dracena

Do Palmeiras ao Corinthians (24 jogadores):
1936: Elyseo
1942: Nelson e Capellozzi
1943: Begliomini
1965: Geraldo José
1968: Servílio
1969: Luis Carlos Feijão
1971: Baldochi
1974: César Maluco
1976: Veira
1986: Edmar
1987: Jorginho
1989: Neto (trocados Ribamar e Dida), Mauro (trocado por Paulinho Carioca) e Denys
1990: Guina
1991: Mirandinha
1997: Fernando Diniz e Rincón
2000: Rogério
2003: Leandro Amaral e César
2007: Amaral
2017: Gabriel

Quem jogou primeiro no Corinthians e depois foi para o Palmeiras, mas não diretamente (21 jogadores):
1946: Arturzinho
1935: Jurandyr
1951: Juvenal
1956: Nardo e Colombo
1962: Lanzoninho
1966: Suingue
1973: Edson Cegonha
1992: Carlos
1995: Nílson e Válber
1996: Viola
2001: Donizete e Daniel Martins
2005: Marcinho e Gamarra
2013: Marcelo Oliveira
2014: Bruno César
2017: Antônio Carlos, Willian e Bruno Henrique

Quem jogou primeiro no Palmeiras e depois foi para o Corinthians, mas não diretamente (32 jogadores):
1918: Basílio
1934: Imparatinho e Tedesco
1942: Canhoto
1945: Cláudio e Pipi
1965: Dino Sani
1981: Mário
1983: Leão
1986: Luís Pereira
1992: Edu Manga
1995: Edmundo
1997: Antônio Carlos e Edílson
1998: Amaral
1999: Luizão
2000: Müller
2001: César Sampaio e Paulo Nunes
2004: Alberto
2006: Magrão e Rubens Júnior
2007: Aílton, Christian e Pedro
2008: Alessandro, Amaral e Marcel
2010: Roberto Carlos
2015: Vágner Love
2016: Marquinhos Gabriel e Vílson
2017: Bruno Paulo

Todos os jogadores que já jogaram por Corinthians e Palmeiras:

JogadorPosiçãoCorinthiansPalmeiras
Aíltonmeia20071997
Albertocentroavante20042000
Alessandrolateral direito2008-20132003
Amaralvolante1998-19991993-1996 e 1997
Amarallateral direito20072006-2007
Amílcarvolante1913-19231915 e 1924-1930
Antônio Carloszagueiro19971993-1995
Antônio Carloszagueiro2011-20122017
Arturzinhoponta esquerda19401946-1948
Baldochizagueiro1971-19751967-1971
Basílioponta esquerda1918-19201915
Begliominizagueiro1943-19451934-1942
Biancovolante1913-1916, 19261915-1929
Bruno Césarmeia2010-20112014
Bruno HenriqueVolante2014-20162017
Bruno Pauloatacante20172010
Caçapavavolante1979-19821982
Canhotomeia19421938-1941, 1945
Capeloziponta esquerda19421941
Carlosgoleiro1984-19881992
César Malucocentroavante19751967-1974
César Sampaiovolante20011991-94, 99-00
Césarzagueiro20032002
Christianatacante20072002
Cláudioponta direita1945-19571942
Colomboponta esquerda1948-19521956-1957
Daniel Martinslateral direito20002001-2004
Denyslateral esquerdo19891983-1989
Didalateral esquerdo1987-19891989-1992
Dino Sanivolante1965-19681949-1950
Donizeteatacante19972001
Edílsonatacante1997-20001993-1994 e 1995
Edmarcentroavante1986-19881986
Édson Cegonhavolante1964-19691973-1975
Édsonlateral direito1984-19881989-1990
Edu Dracenazagueiro20152016-2017
Edu Mangameia19921983, 1985-1989
Elivéltonponta esquerda19951996
Elyseocentroavante19361935-1936, 1940
Fabbicentroavante1910-19131915-1925
Fernando Dinizmeia1997-19981996
Filóponta direita1929-1931, 19371938-1940
Gabrielvolante20172015-2016
Gamarrazagueiro1998-19992005-2006
Geraldo Joséponta esquerda1965-19661961-1964
Guinacentroavante19901985, 1987
Imparatinhomeia1934-19351919-1928, 1930
Jesusponta direita1941-19421943-1945
Joanemeia1939-19421942-1943
João Pauloponta esquerda1984-19891990
Jorginhomeia19871979-1987
Jurandyrgoleiro19461935-1939
Juvenalzagueiro1941-19431951-1954
Lanzoninhoponta direita1960-19631962
Leandro Amaralatacante20032003
Leãogoleiro19831969-78, 84-86
Leonardoatacante19961996
Limameia19421943, 1945-1946
Luís Pereirazagueiro19861968-75, 81-84
Luizãocentroavante1999-20021996-1997
Magrãovolante2006-20072000-2005
Marcelmeia20082005
Marcelo Oliveirameia2006-2009, 20112013-2014
Marcinhoatacante20022005-2006
Máriocentroavante1981-19821973, 1975-1976
Marquinhos Gabrielmeia2016-20172014
Mauroponta esquerda1989-19911987-1988
Mirandinhacentroavante19911986-87, 89-90
Mülleratacante2000-20011995-1996
Nardocentroavante1950-19551956-1961
Nélsonzagueiro19421938, 1940
Netomeia1989-1993, 1996-19971989
Nílsoncentroavante19921995
Paulinho Cariocaponta esquerda1988-19891989-1990
Paulinhovolante1981-19841985-1986
Paulo Borgesponta direita1968-19741971
Paulo Nunesatacante20011998-1999
Pedrolateral direito20072002-2003
Pipiponta esquerda1945-19461940-1943
Polacolateral direito1969-19711971-1975
Ribamarmeia19891989-1990
Ricardozagueiro19931993-1994
Rincónvolante1997-2000, 20041994, 1996-1997
Rivaldoatacante1993-19941994-1996
Roberto Carloslateral esquerdo2010-20111993-1996
Rogériolateral direito2000-20041996-2000
Romeuponta esquerda1976-19801980-1981
Rubens Júniorlateral esquerdo20061999
Servíliocentroavante1969-19701963-1968
Suinguevolante1969-19731966-1968
Tedescoponta esquerda1934-19371925-1928
Thiago Helenozagueiro20102011-2012
Toninhocentroavante1980-19811976-1979
Vágner Loveatacante20152003-2004, 2009
Válbermeia19931995
Veirameia1976-19771976
Vílsonzagueiro2016-20172013
Violacentroavante1988-19951996-1998
Weldinholateral direito2011-20132013, 2014
Willianatacante2011-20122017

 

* Fonte: Almanaque do Timão (Celso Unzelte)


A estreia das grandes promessas brasileiras na Europa
Comentários Comente

Rodolfo Rodrigues

O atacante Gabriel Jesus, de apenas 19 anos, deverá fazer sua estreia pelo Manchester City, hoje, na partida contra o Tottenham, pelo Campeonato Inglês. Vendido pelo Palmeiras em agosto de 2016 por cerca de 32 milhões de euros, Gabriel Jesus foi o terceiro jogador mais caro a ser vendido por um clube brasileiro na história, atrás apenas de Neymar (88,2 milhões de euros, em 2013) e Lucas Moura (40 milhões de euros em 2012).

Com apenas 19 anos, Gabriel Jesus é uma das grandes estrelas do futebol brasileiro a estrear oficialmente em grandes clubes da Europa com menos de 20 anos. Entre as maiores transferências e também entre os principais jogadores que deixaram o país para os grandes clubes do Velho Continente, apenas Alexandre Pato e Ronaldo (18 anos cada), eram mais novos do que Gabriel Jesus. Ronaldo, porém, foi para o PSV Eindhoven, da Holanda, numa liga que está abaixo das mais fortes da Europa.

Pato, aliás, foi um dos poucos desses jogadores que estreou como titular (e ainda marcando gol). Além dele, apenas Kaká, Lucas Moura, Denílson, Ronaldo e Rivaldo também estrearam como titulares. Outros, como Neymar, Robinho, Romário, Ronaldinho Gaúcho começaram como reservas.

Nos anos 80, o principais jogadores do país foram para a Europa com idade mais avançadas do que essa geração atual ou ainda a dos anos 90 e início dos anos 2000. Falcão tinha 27 anos quando deixou o Internacional para defender a Roma-ITA. Zico tinha 30 anos quando trocou o Flamengo pela Udinese-ITA. Assim como Sócrates, que saiu do Corinthians para a Fiorentina, e Júnior, lateral esquerdo, que foi do Flamengo para o Torino-ITA. Roberto Dinamite foi do Vasco para o Barcelona aos 25 anos, mas ficou apenas um ano lá (17 jogos e 8 gols). Com a mesma idade Renato Gaúcho foi do Flamengo para a Roma. Toninho Cerezo tinha 28 anos quando trocou o Atlético-MG pela Roma. Careca, ex-São Paulo, foi para o Napoli-ITA aos 26 anos. Müller, também do São Paulo, foi para o Torino-ITA com 22 anos. E Casagrande saiu do Corinthians para o Porto aos 23 anos. Já nos anos 90, Raí foi do São Paulo para o PSG aos 28 anos.

Relembre quando as grandes promessas do futebol estrearam na Europa em jogos oficiais (as dez vendas mais caras e outras estrelas que foram para o Velho Continente recentemente):
Mais caros:
Neymar (18/8/2013, aos 21 anos)
Do Santos para o Barcelona-ESP por 88,2 milhões de euros
Estreia: Barcelona 7 x 0 Levante, Camp. Espanhol (entrou aos 18 min do 2º tempo). Em sua apresentação, Neymar foi recepcionado por 56 mil pessoas no Camp Nou. Fez três amistosos e um gol antes da estreia oficial, onde teve apresentação discreta na goleada por 7 x 0. Virou titular em sua primeira temporada.

Lucas Moura (11/1/2013, aos 20 anos)
Do São Paulo para o Paris Saint-Germain-FRA por 40 milhões de euros
Estreia: Paris Saint-Germain 0 x 0 Ajaccio, Camp. Francês (foi substituído aos 39 do 2º tempo). Titular na estreia, foi aplaudido pela torcida. Teve problemas de adaptação no primeiro ano, não brilhou tanto. Mas depois ganhou espaço e teve contrato renovado.

Gabriel Jesus (21/1/2017, aos 19 anos)
Do Palmeiras para o Manchester City-ING por 32 milhões de euros
Provável estreia*: Manchester City x Tottenham, Camp. Inglês (não confirmado ainda)

Oscar (19/8/2012, aos 20 anos)
Do Internacional para o Chelsea-ING por 31,9 milhões de euros
Estreia: Wigan 0 x 2 Chelsea, Camp. Inglês (entrou aos 19 do 2º tempo). Substituiu Hazard na estreia, fez uma boa apresentação e logo depois virou titular da equipe. Perdeu espaço após a 5ª temporada pelo clube.

Denílson (29/8/1998, aos 21 anos)
Do São Paulo para o Betis-ESP por 31,5 milhões de euros
Estreia: Alavés 0 x 0 Betis, Camp. Espanhol (jogos os 90 minutos). Venda mais cara do futebol brasileiro na época, Denílson teve uma estreia discreta. Assim como sua passagem pelo pequeno Betis.

Gabriel “Gabigol” (25/9/2016, aos 20 anos)
Do Santos para a Internazionale-ITA por 29,5 milhões de euros
Estreia: Internazionale 1 x 1 Bologna, Camp. Italiano (entrou aos 29 do 2º tempo). Não brilhou na estreia e não agradou o técnico Frank de Boer e, depois, seu substituto Stefano Pioli. Ainda briga para conquistar mais espaço na equipe. Foi titular pela primeira vez três meses depois, mas num jogo da Copa Itália.

Bernardo (31/8/2013, aos 20 anos)
Do Atlético-MG para a Shakhtar Donetsk-UCR por 25 milhões de euros
Estreia: Shakhtar Donetsk 1 x 1 Metalist, Camp. Ucraniano (entrou aos 27 do 2º tempo). Depois de conquistar a Libertadores e a Copa das Confederações, foi para a Ucrânia como grande promessa. Mas ainda não vingou por lá. Outros brasileiros, como Marlos, Taison, Fred destacaram-se mais desde então.

Robinho (28/8/2005, aos 21 anos)
Do Santos para o Real Madrid-ESP por 24 milhões de euros
Estreia: Cádiz 1 x 2 Real Madrid, Camp. Espanhol (entrou aos 20 do 2º tempo). Grande esperança do futebol brasileiro, Robinho era tido como favorito ao prêmio de melhor no mundo caso repetisse o sucesso que teve no Santos lá no Real Madrid, onde vestiu a camisa 10. Teve uma estreia promissora, deu chapéu, mas depois demorou para virar titular. Não brilhou como esperavam, mas também não foi um fiasco total.

Alexandre Pato (13/1/2008, aos 18 anos)
Do Internacional para o Milan-ITA por 22 milhões de euros
Estreia: Milan 5 x 2 Napoli, Camp. Italiano (jogou os 90 minutos e fez um gol). Contratado com apenas 17 anos, precisou esperar completar 18 para poder fazer sua estreia oficial. Em alta, começou como titular, fez gol e tinha um futuro promissor pela frente. Porém, depois de três temporadas, perdeu espaço.

Geovanni (21/8/2001, aos 21 anos)
Do Cruzeiro para o Barcelona-ESP por 21 milhões de euros
Estreia: Barcelona 1 x 0 Wisla Kraków-POL, Liga dos Campeões (entrou aos 33 min do 2º tempo). Destaque do Cruzeiro, foi muito bem vendido ao Barcelona. Mas não vingou por lá. Fez apenas 43 jogos (16 como titular) e depois emprestado e vendido ao Benfica-POR.

Outros:
Ronaldo
(28/4/1994, aos 18 anos)
Do Cruzeiro para o PSV Eindhoven-HOL por 5,4 milhões de euros
Estreia: Vitesse 2 x 4 PSV, Camp. Holandês (foi substituído aos 41 do 2º tempo; fez um gol). Chegou ao clube holandês depois de jogar a Copa do Mundo. Brilhou por lá e depois de duas temporadas foi vendido ao Barcelona por 15 milhões de euros, onde estreou um mês antes de completar 20 anos.

Romário (29/10/1988, aos 22 anos)
Do Vasco para o PSV Eindhoven-HOL por cerca de 3 milhões de euros
Estreia: PSV 3 x 0 Twente, Camp. Holandês (entrou aos 11 min do 2º tempo). Chegou ao PSV após as Olimpíadas de 1988. Destaque do time, foi vendido ao Barcelona por 12 milhões de euros cinco anos depois, onde estreou aos 27 anos.

Ronaldinho Gaúcho (4/8/2001, aos 21 anos)
Do Grêmio para o Paris Saint-Germain-FRA por 5,1 milhões de euros
Estreia: PSG 1 x 1 Auxerre, Camp. Francês (entrou aos 30 min do 2º tempo). Encantou os franceses na estreia e depois na primeira temporada. Foi vendido ao Barcelona dois anos depois por 32,3 milhões de euros, onde estreou com 23 anos.

Kaká (1/9/2003, aos 21 anos)
Do São Paulo para o Milan-ITA por 8,3 milhões de euros
Estreia: Ancona 0 x 2 Milan, Camp. Italiano (jogou os 90 minutos). Começou como titular e não perdeu o posto na primeira temporada. Conquistou a torcida e brilhou na equipe, onde foi eleito o melhor jogador do mundo em 2007.

Rivaldo (1/9/2003, aos 24 anos)
Do Palmeiras para o La Coruña-ESP por 12 milhões de euros
Estreia: La Coruña 1 x 1 Real Madrid, Camp. Espanhol (jogou os 90 minutos). Começou como titular já no jogo contra o Real, virou destaque da equipe e um ano depois foi para o Barcelona por 23,5 milhões de euros, onde estreou com 25 anos e depois foi eleito o melhor jogador do mundo.

 Mais posts do Futebol em Números:
Vices do Brasileirão têm retrospecto melhor na Libertadores
Atacante Jô pode ter companhia de mais uma estrela em sua carreira
Os brasileiros com mais gols pelos grandes clubes da Europa
Felipe Melo ou Fernandinho: quem leva mais cartões?
Kazim: 43º gringo a vestir a camisa do Corinthians


< Anterior | Voltar à página inicial | Próximo>