Futebol em Números

Arquivo : Arena Corinthians

Corinthians ou Palmeiras: quem é melhor nas novas arenas?
Comentários Comente

Rodolfo Rodrigues

Corinthians e Palmeiras inauguraram seus novos estádios em 2014. O alvinegro primeiro, em maio daquele ano. O Verdão depois, em novembro. Curiosamente, ambos perderam na estreia, em jogos válidos pelo Brasileiros. O Corinthians para o Figueirense (0 x 1) e o Palmeiras para o Sport (0 x 2).

Desde então, o Corinthians disputou 105 jogos em sua nova casa, em Itaquera. Já o Palmeiras fez 81 no Allianz Parque, construído no lugar do antigo Parque Antártica ou Palestra Itália. E hoje, os dois rivais vivem momentos ótimos em seus novos estádios. O Palmeiras com uma sequência de 27 jogos sem derrota – a última foi em 24 de julho de 2016, há quase um ano. Já o Corinthians não perde desde fevereiro (16 jogos).

No comparativo de desempenho dos dois clubes nas novas Arenas, o Corinthians, até aqui, leva vantagem sobre o Palmeiras nas estatísticas gerais. O alvinegro tem um aproveitamento melhor (79,9% contra 73,7 do rival), uma média de gols superior (1,93 contra 1,84), uma média de gols sofridos menor (0,61 contra 0,75). Além disso, carrega duas séries invictas maiores do que a atual do Palmeiras – já ficou 34 e 32 jogos sem perder em Itaquera, contra a série de 27 jogos sem derrota atual do alviverde. O Corinthians tem também um recorde de 12 vitórias seguidas contra 9 do Palmeiras e goleada maior (6 x 0 contra 5 x 1 do Palmeiras).

O Palmeiras, porém, tem um desempenho melhor nos clássicos (75% contra 70,2% de aproveitamento do Corinthians) e uma invencibilidade contra os rivais que já dura 11 jogos – o Corinthians ficou no máximo 6 jogos sem perder clássicos. Outro ponto a favor do Palmeiras é que ele ficou no máximo três jogos sem vitória em casa, contra quatro do Corinthians.

Em termos de renda e público, os números são equilibrados. O Corinthians tem uma média de público maior (31 436 contra 30 585 do Palmeiras). Na renda, a média do Palmeiras é melhor: R$ 2.098.821,92 contra R$ 1.826.993,87 do Corinthians. O Palmeiras tem também um recorde maior em um só jogo (R$ 5.336.631,25), na final da Copa do Brasil de 2015, contra o Santos. A maior renda do Corinthians foi no jogo contra o San Lorenzo-ARG, pela Libertadores de 2015 (R$ 3.329.516,50). Já o Corinthians tem o maior público (46.017, contra 40.986 do Palmeiras). Já o menor público do alviverde foi de 15.037 contra os 11.708 do alvinegro.

Em termos de títulos, o duelo também é equilibrado. O Corinthians venceu um Paulistão (2017) em casa e um Brasileirão no período. Já o Palmeiras foi campeão da Copa do Brasil (2015) e do Brasileirão de 2016. Ambos não perderam finais em casa ainda. Em mata-matas, em jogos de volta ou decisivos (jogos únicos), o Palmeiras tem seis vitórias contra duas eliminações. Já o Corinthians, em 14 confrontos, saiu vencedor em oito e foi eliminado em seis.

CorinthiansxPalmeiras
101Jogos81
72 (71,3%)Vitórias55 (67,9%)
26 (25,7%)Empates14 (17,3%)
7 (6,9%)Derrotas12 (14,8%)
195Gols feitos149
1,93Média de gols1,84
62Gols sofridos61
0,61Média (gols sofridos)0,75
3.300.754Público total2.477.368
31.436Média de público30.585
46.017Maior público40.986
11.708Menor público15.037
R$ 191.834.356,44Renda totalR$ 170.004.575,14
R$ 1.826.993,87Média de rendaR$ 2.098.821,92
R$ 3.329.516,50Maior rendaR$ 5.336.631,25
R$ 365.603,00Menor rendaR$ 614.729,50
6 x 0 Cobresal-CHIMaior goleada5 x 1 Sampaio Corrêa-MA
0 x 2 PalmeirasPior derrota0 x 2 Sport
0 x 2 PalmeirasPior derrota0 x 2 Vasco
0 x 2 Santo AndréPior derrota0 x 2 Coritiba
34 jogos (2015/16)Maior invencibilidade27 jogos (2016/17)
16 jogos (2017)Invencibilidade atual27 jogos (2016/17)
12Sequência de vitórias9
4Jejum de vitórias3
14Mata-matas8
8 (57,1%)Vencedor6 (75%)
6 (42,9%)Perdedor2 (25%)
2Títulos2
Paulistão 2017Mata-matasCopa do Brasil 2015
Brasileirão 2015Pontos corridosBrasileirão 2016
Romero (20 gols)Maior artilheiroDudu (15 gols)
19Clássicos12
12Vitórias8
4Empates3
3Derrotas1
9Libertadores (jogos)6
6Vitórias5
2Empates0
1Derrotas1
74,1%Aproveitamento83,3%
56Brasileirão (jogos)40
37Vitórias24
15Empates9
4Derrotas7
75%Aproveitamento67,5%
8Copa do Brasil (jogos)9
5Vitórias7
2Empates2
1Derrotas0
70,8%Aproveitamento85,2%
29Paulistão (jogos)23
21Vitórias17
7Empates4
1Derrotas2
80,5%Aproveitamento79,7%

Corinthians tem 2ª melhor sequência de vitórias em Brasileiros desde 1971
Comentários Comente

Rodolfo Rodrigues

Com a vitória sobre o Cruzeiro por 1 x 0, hoje, em Itaquera, o Corinthians manteve a liderança do Brasileirão, agora com 19 pontos, e chegou a sua sexta vitória consecutiva na competição, onde segue invicto. A sequência de triunfos é a segunda maior da história do clube na competição desde 1971, igualando a marca de 2005, ano em que o time foi campeão e venceu seis jogos seguidos da 11ª a 16ª rodada.

Agora, o time de Fábio Carille está a apenas uma vitória de igualar a melhor marca, de 7 vitórias do Corinthians de 1999 e o de 2011. Em 1999, quando também foi campeão, o time comandado por Oswaldo de Oliveira venceu seus sete primeiros jogos (e acabou perdendo depois na 8ª rodada). No próximo domingo, o Corinthians enfrentará o Coritiba fora de casa, no Couto Pereira, podendo quebrar esse recorde.

Em Brasileiros, desde 1971 até hoje, o recorde de vitórias consecutivas é do Guarani (11), em 1978, seguido pelo São Paulo, que venceu 10 em 2002.

O Corinthians chega também a 20 jogos sem perder na temporada, alcançando assim sua 9ª maior invencibilidade na história. Até hoje, o recorde do clube é de 37 jogos sem derrota. Recentemente, a melhor marca foi a do time de Tite de 2015 (26 jogos sem derrota).

Maiores sequências de vitórias do Corinthians em Brasileiros:
7 vitórias (1999)
Gama 2 x 4 Corinthians
Corinthians 4 x 1 Botafogo-SP
Guarani 0 x 2 Corinthians
Corinthians 5 x 1 Vitória
Botafogo 2 x 4 Corinthians
Juventude 1 x 3 Corinthians
Corinthians 1 x 0 São Paulo

7 vitórias (2011)
Corinthians 2 x 0 Fluminense
Corinthians 5 x 0 São Paulo
Bahia 0 x 1 Corinthians
Corinthians 2 x 1 Vasco
Atlético-GO 0 x 1 Corinthians
Corinthians 1 x 0 Internacional
Botafogo 0 x 2 Corinthians

6 vitórias (2005)
Corinthians 3 x 1 Palmeiras
Paraná 2 x 3 Corinthians
Corinthians 3 x 2 Paysandu
Vasco 2 x 3 Corinthians
Corinthians 4 x 3 Cruzeiro
Corinthians 3 x 0 Coritiba

6 vitórias (2017)
Vitória 0 x 1 Corinthians
Atlético-GO 0 x 1 Corinthians
Corinthians 2 x 0 Santos
Vasco 2 x 5 Corinthians
Corinthians 3 x 2 São Paulo
Corinthians 1 x 0 Cruzeiro

5 vitórias (1972)
Sergipe 1 x 3 Corinthians
Vitória 1 x 2 Corinthians
Corinthians 1 x 0 Palmeiras
Coritiba 0 x 1 Corinthians
Corinthians 1 x 0 Grêmio

5 vitórias (1976)
Corinthians 2 x 1 Botafogo-SP
Caxias-RS 1 x 4 Corinthians
Corinthians 2 x 1 Ponte Preta
Corinthians 2 x 1 Internacional
Santa Cruz 1 x 2 Corinthians

5 vitórias (1993)
Bahia 1 x 3 Corinthians
Corinthians 1 x 0 Flamengo
Corinthians 2 x 0 Internacional
Corinthians 5 x 1 Bahia
Corinthians 1 x 0 São Paulo

5 vitórias (2005)
Atlético-PR 1 x 2 Corinthians
Corinthians 2 x 1 Figueirense
Atlético-MG 0 x 1 Corinthians
Corinthians 4 x 2 Flamengo
Brasiliense 2 x 4 Corinthians

5 vitórias (2005)
Flamengo 1 x 3 Corinthians
Corinthians 3 x 2 Brasiliense
Fluminense 0 x 2 Corinthians
Corinthians 3 x 0 Fortaleza
Santos 2 x 3 Corinthians

5 vitórias (2006)
Corinthians 1 x 0 Cruzeiro
Palmeiras 0 x 1 Corinthians
Fortaleza 0 x 4 Corinthians
Corinthians 1 x 0 Santa Cruz
Atlético-PR 1 x 2 Corinthians

5 vitórias (2015)
Corinthians 4 x 3 Sport
Avaí 1 x 2 Corinthians
Corinthians 3 x 0 Cruzeiro
Chapecoense 1 x 3 Corinthians
Corinthians 2 x 0 Fluminense

5 vitórias (2015)
Corinthians 3 x 0 Goiás
Atlético-PR 1 x 4 Corinthians
Corinthians 1 x 0 Flamengo
Atlético-MG 0 x 3 Corinthians
Corinthians 2 x 1 Coritiba


Os estádios mais temidos do Brasileirão de 2017
Comentários Comente

Rodolfo Rodrigues

Dos 20 clubes da Série A de 2017, 13 têm estádios próprios e mandam praticamente todos os seus jogos lá –  Corinthians, Palmeiras, São Paulo, Santos, Ponte Preta, Grêmio, Atlético-PR, Coritiba, Vasco, Vitória, Avaí, Chapecoense e Sport. Outros três costumam jogar nos estádios em que têm acordos, como Cruzeiro, Atlético-MG, Flamengo, Fluminense, Botafogo, Bahia e Atlético-GO.

Desses, o Corinthians, em sua nova casa, é quem tem o melhor desempenho com 75,6% de aproveitamento em sua nova casa, a Arena Corinthians, inaugurada em 2014. No Pacaembu, onde mais jogou anteriormente, seu aproveitamento é de 64,2%.

Dos clubes com novos estádios, o Grêmio é outro com bom desempenho com 71,2% de aproveitamento, o terceiro melhor, atrás apenas do Atlético-MG no Independência (73,9%). O Palmeiras, no Allianz Parque, ainda não tem o desempenho melhor do que no antigo Parque Antártica (66,7% contra 69,4%). Já o São Paulo, clube com mais jogos como mandante em um estádio, tem o quinto melhor aproveitamento no Morumbi com 67,6%

Clubes com os melhores aproveitamentos em casa no Brasileirão desde 1971:

ClubeEstádioJVEDAprov.(%)
CorinthiansArena Corinthians523414474,4%
Atlético-MGIndependência12080261473,9%
GrêmioArena do Grêmio7448141271,2%
PalmeirasParque Antártica306190674969,4%
São PauloMorumbi5923511479467,6%
SantosVila Belmiro4642751157467,5%
GrêmioOlímpico5323091378666,7%
PalmeirasAllianz Parque37228766,7%
Atlético-PRArena da Baixada271156714466,3%
CruzeiroMineirão5453071409864,9%
CorinthiansPacaembu386216957564,2%
Atlético-MGMineirão4562501208663,6%
VascoSão Januário370199987362,6%
FlamengoMaracanã48325912310162,1%
VitóriaBarradão247131585860,9%
CoritibaCouto Pereira49725812811160,5%
BotafogoEngenhão8041221760,4%
Ponte PretaMoisés Lucarelli315162817260,0%
FluminenseMaracanã3961981108859,3%
SportIlha do Retiro356180938359,3%
BahiaFonte Nova3861791238457,0%
BotafogoMaracanã256123696457,0%
ChapecoenseArena Condá5827181356,9%
VascoMaracanã19986664754,3%
VitóriaFonte Nova18679614653,4%
AvaíRessacada7731242250,6%
Atlético-GOSerra Dourada8233183147,6%

 

 


Vinícius Júnior e os mais novos a estrear no Brasileirão desde 2003
Comentários Comente

Rodolfo Rodrigues

Grande promessa das categorias de base do Flamengo, o atacante Vinícius Júnior fez sua estreia pelo Flamengo no primeiro jogo do rubro-negro pelo Brasileirão de 2017. Aos 16 anos, o jogador foi o mais jovem a entrar em campo nessa 1ª rodada do Brasileirão. O joia flamenguista é um ano mais novo do que o atacante Paulo Vítor, do Vasco, que entrou em campo ontem pelo Vasco com 17 anos e 9 meses.

Na era do Brasileirão por pontos corridos, Vinícius Júnior é um também um dos mais novo a entrar em campo. Porém, o recorde, até hoje, é do atacante Jô. Em 2003, ele estreou pelo Corinthians com 16 anos e 3 meses. Curiosamente, o atacante está de volta ao clube onde começou e nessa 1ª rodada do Brasileirão de 2017 fez um gol no empate contra a Chapecoense.

Entre os mais novos de cada ano, alguns chegaram à seleção brasileira e também tiveram sucesso no futebol europeu. Além de Jô, outro destaque foi Alexandre Pato, o mais novo de 2006, Neymar (2009) e Felipe Anderson (2010). Outra curiosidade é que maioria dos jovens são atacantes – dez dos 15 mais novos.

Em 2005, o atacante Cláudio, do Palmeiras, entrou em campo com 16 anos e 1 mês e poderia ter sido assim o jogador mais novo a entrar em campo pelo Brasileirão na era dos pontos corridos. Porém, pouco depois, o atleta foi suspenso por ter adulterado seu nome e idade (era dois anos mais velho).

Os jogadores mais novos a entrar em campo em cada edição do Brasileirão na era dos pontos corridos (desde 2003):

AnoJogadorPosiçãoClubeIdade
2003atacanteCorinthians16,3
2004Zé EduardoatacantePalmeiras16,9
2005Bruno MezengaatacanteFlamengo16,8
2006Alexandre PatoatacanteInternacional17,2
2007Michel SchmoellerzagueiroFigueirense16,9
2008MülleratacanteIpatinga17,1
2009NeymaratacanteSantos17,3
2010Felipe AndersonmeiaSantos17,5
2011Yuri MamuteatacanteGrêmio16,4
2012Victor AndradeatacanteSantos16,9
2013SaullomeiaNáutico16,8
2014MalcomatacanteCorinthians17,2
2015LincolnmeiaGrêmio16,6
2016Dodôlateral direitoCoritiba17,5
2017Vinícius JúnioratacanteFlamengo16,9

Final do Paulistão será o 100º jogo na Arena Corinthians
Comentários Comente

Rodolfo Rodrigues

Com o empate hoje, por 1 x 1, diante do São Paulo, o Corinthians confirmou sua classificação para a final do Campeonato Paulista e agora enfrentará a Ponte Preta na decisão. Com melhor campanha durante a competição, o time do técnico Fábio Carille terá o direito de fazer o segundo jogo da final em casa. Assim, a partida, que marca a reedição da final do Paulistão de 1977 (que curiosamente completa 40 anos), será realizada na Arena Corinthians.

E outra curiosidade é que essa final será a 100ª partida do Corinthians em seu novo estádio. Inaugurado em 2014, a Arena já recebeu 99 jogos, com 68 vitórias do Corinthians, 24 empates e 7 derrotas – 76,8% de aproveitamento. Em sua nova casa, o Corinthians, com o jogo de hoje, disputou 13 mata-matas decisivos. E após eliminar o São Paulo, tem agora um saldo positivo (7 classificações e 6 eliminações – na última quarta caiu na Copa do Brasil para o Inter).

Campeão Brasileiro em 2015 (mas no sistema de pontos corridos), o Corinthians terá a chance de ser campeão em seu novo estádio pela primeira vez em um jogo decisivo.

Hoje, contra o São Paulo, o Corinthians registrou um público de 43.394 pagantes, o 5º maior no estádio. Até hoje, o recorde é de 44.976 pagantes também num jogo contra o São Paulo (6 x 1, pelo Brasileirão de 2015). Agora, em 2017, o alvinegro registrou seu pior público (11.708, no jogo contra o Novorizontino pelo Paulistão).

No geral, em 99 jogos, o Corinthians levou mais de 3 milhões de torcedores ao seu estádio (3.075.940) e sua média de público pagante é de 31.070. Em 2014, em 18 jogos, a média foi de 30.981 pagantes. Em 2015, quando disputou 35 jogos, a média do clube em casa foi melhor (33.869). Em 2016, em 34 jogos, a média caiu para 30.246. Já em 2017, em 12 jogos, a queda foi maior ainda: média de 25.377 pagantes.

Desde 2014, nesses 99 jogos, o Corinthians arrecadou R$ 180.100.862,54. E o jogo Corinthians 2 x 0 São Paulo, pela Libertadores de 2015, teve a maior renda do estádio (R$ 3.520.236,00). Já a partida Corinthians 3 x 1 Linense, pelo Paulistão de 2017, teve a menor renda (R$ 471.297,90). Na média, em 99 jogos, a renda do Corinthians é de R$ 1.819.200,63. E como na média de público, a média de renda também vem caindo. Em 2014, foi de R$ 2.028.359,29 por partida. Em 2015, a renda foi de R$ 2.061.858,14. Em 2016, a renda média foi de R$ 1.682.339,79. Já em 2017, caiu para R$ 1.185.484,05.

De 2014 a 2017, em 99 jogos, o Corinthians enfrentou 53 adversários. Desses, os time que o Corinthians mais vezes jogou foram Santos e São Paulo (6 partidas), seguido por Palmeiras (5); Atlético-MG, Fluminense, Internacional e Ponte Preta (4); Coritiba, Figueirense, Grêmio, Red Bull Brasil e Sport (3); Atlético-PR, Bahia, Botafogo, Botafogo-SP, Chapecoense, Cruzeiro, Flamengo, Goiás, Grêmio Novorizontino e Linense (2 vezes cada).

A Ponte Preta, rival do Corinthians na final, jogou quatro vezes na Arena e perdeu as quatro: 1 x 0 no Paulista de 2015 (quartas de final), 2 x 0 no Brasileiro de 2015, 2 x 1 no Paulista de 2016 e 3 x 0 no Brasileiro de 2016.

Derrotado na estreia pelo Figueirense, no dia 18 de maio de 2014, o Corinthians ficou depois 32 jogos sem perder em casa e só voltou a ser derrotado pelo Guaraní-PAR nas oitavas de final da Libertadores, no dia 13 de maio de 2015. No jogo seguinte, perdeu para o Palmeiras, pelo Brasileirão. Ainda em 2015, perdeu para o Santos pela Copa do Brasil, no dia 26 de agosto. Depois disso, ficou 34 jogos sem perder e só voltou a ser derrotado no dia 17 de setembro de 2016, para o Palmeiras (2 x 0), no Brasileirão. Depois, perdeu para Fluminense (Brasileirão de 2016) e Santo André (Paulistão de 2017), somando então 7 derrotas em 99 jogos.

Nos clássicos, o Corinthians disputou 17 partidas. Ganhou 10, empatou 4 e perdeu 3. Contra o São Paulo, adversário de hoje, foram 4 vitórias e 2 empates. Contra o Palmeiras, 2 vitórias, 1 empate e 2 derrotas. Contra o Santos, 4 vitórias, 1 empate e 1 derrota.

O atacante paraguaio Romero, com 17 gols, é o maior artilheiro da Arena Corinthians, seguido pelo peruano Guerrero e pelo meia Jadson (15 gols cada), e pelo atacante Luciano (11) e pelo volante Elias (10).

Todos os jogos do Corinthians em seu novo estádio:

JogoDataCompetiçãoPlacarAdversário
118/05/2014Camp. Brasileiro0 x 1Figueirense
201/06/2014Camp. Brasileiro1 x 1Botafogo
317/07/2014Camp. Brasileiro2 x 1Internacional
423/07/2014Copa do Brasil3 x 0Bahia
527/07/2014Camp. Brasileiro2 x 0Palmeiras
616/08/2014Camp. Brasileiro1 x 1Bahia
721/08/2014Camp. Brasileiro5 x 2Goiás
831/08/2014Camp. Brasileiro1 x 1Fluminense
903/09/2014Copa do Brasil3 x 1Bragantino
1011/09/2014Camp. Brasileiro1 x 0Atlético-MG
1118/09/2014Camp. Brasileiro1 x 1Chapecoense
1221/09/2014Camp. Brasileiro3 x 2São Paulo
1301/10/2014Copa do Brasil2 x 0Atlético-MG
1404/10/2014Camp. Brasileiro3 x 0Sport
1501/11/2014Camp. Brasileiro2 x 2Coritiba
1609/11/2014Camp. Brasileiro1 x 0Santos
1723/11/2014Camp. Brasileiro1 x 1Grêmio
1806/12/2014Camp. Brasileiro2 x 1Criciúma
1924/01/2015Amistoso3 x 0Corinthian Casuals-ING
2001/02/2015Camp. Paulista3 x 0Marília
2104/02/2015Copa Libertadores4 x 0Once Caldas-COL
2214/02/2015Camp. Paulista2 x 1Botafogo-SP
2318/02/2015Copa Libertadores2 x 0São Paulo
2401/03/2015Camp. Paulista3 x 0Mogi Mirim
2511/03/2015Camp. Paulista1 x 0São Bernardo
2614/03/2015Camp. Paulista0 x 0Red Bull Brasil
2724/03/2015Camp. Paulista2 x 0Portuguesa
2826/03/2015Camp. Paulista5 x 3Penapolense
2901/04/2015Copa Libertadores4 x 0Danubio-URU
3005/04/2015Camp. Paulista1 x 1Santos
3111/04/2015Camp. Paulista1 x 0Ponte Preta
3216/04/2015Copa Libertadores0 x 0San Lorenzo-ARG
3319/04/2015Camp. Paulista2 x 2Palmeiras
3413/05/2015Copa Libertadores0 x 1Guaraní-PAR
3531/05/2015Camp. Brasileiro0 x 2Palmeiras
3613/06/2015Camp. Brasileiro2 x 1Internacional
3727/06/2015Camp. Brasileiro2 x 1Figueirense
3802/07/2015Camp. Brasileiro2 x 0Ponte Preta
3909/07/2015Camp. Brasileiro2 x 0Atlético-PR
4019/07/2015Camp. Brasileiro1 x 0Atlético-MG
4129/07/2015Camp. Brasileiro3 x 0Vasco
4212/08/2015Camp. Brasileiro4 x 3Sport
4323/08/2015Camp. Brasileiro3 x 0Cruzeiro
4426/08/2015Copa do Brasil1 x 2Santos
4502/09/2015Camp. Brasileiro2 x 0Fluminense
4609/09/2015Camp. Brasileiro1 x 1Grêmio
4713/09/2015Camp. Brasileiro3 x 0Joinville
4820/09/2015Camp. Brasileiro2 x 0Santos
4915/10/2015Camp. Brasileiro3 x 0Goiás
5025/10/2015Camp. Brasileiro1 x 0Flamengo
5107/11/2015Camp. Brasileiro2 x 1Coritiba
5222/11/2015Camp. Brasileiro6 x 1São Paulo
5306/12/2015Camp. Brasileiro1 x 1Avaí
5431/01/2016Camp. Paulista1 x 0XV de Piracicaba
5511/02/2016Camp. Paulista2 x 1Capivariano
5614/02/2016Camp. Paulista2 x 0São Paulo
5727/02/2016Camp. Paulista1 x 0Oeste
5802/03/2016Copa Libertadores1 x 0Independiente Santa Fe-COL
5916/03/2016Copa Libertadores2 x 0Cerro Porteño-PAR
6019/03/2016Camp. Paulista4 x 0Linense
6126/03/2016Camp. Paulista1 x 0Ituano
6230/03/2016Camp. Paulista2 x 1Ponte Preta
6310/04/2016Camp. Paulista3 x 0Grêmio Novorizontino
6416/04/2016Camp. Paulista4 x 0Red Bull Brasil
6520/04/2016Copa Libertadores6 x 0Cobresal-CHI
6623/04/2016Camp. Paulista2 x 2Audax Osasco
6704/05/2016Copa Libertadores2 x 2Nacional-URU
6815/05/2016Camp. Brasileiro0 x 0Grêmio
6926/05/2016Camp. Brasileiro3 x 0Ponte Preta
7001/06/2016Camp. Brasileiro1 x 0Santos
7104/06/2016Camp. Brasileiro2 x 1Coritiba
7219/06/2016Camp. Brasileiro3 x 1Botafogo
7325/06/2016Camp. Brasileiro2 x 1Santa Cruz
7403/07/2016Camp. Brasileiro4 x 0Flamengo
7517/07/2016Camp. Brasileiro1 x 1São Paulo
7603/07/2016Camp. Brasileiro1 x 1Figueirense
7722/08/2016Camp. Brasileiro2 x 1Vitória
7808/09/2016Camp. Brasileiro3 x 0Sport
7917/09/2016Camp. Brasileiro0 x 2Palmeiras
8021/09/2016Copa do Brasil1 x 0Fluminense
8125/09/2016Camp. Brasileiro0 x 1Fluminense
8228/09/2016Copa do Brasil2 x 1Cruzeiro
8305/10/2016Camp. Brasileiro0 x 0Atlético-MG
8416/10/2016Camp. Brasileiro2 x 0América-MG
8529/10/2016Camp. Brasileiro1 x 1Chapecoense
8621/11/2016Camp. Brasileiro1 x 0Internacional
8726/11/2016Camp. Brasileiro0 x 0Atlético-PR
8801/02/2017Amistoso1 x 0Ferroviária
8911/02/2017Camp. Paulista0 x 2Santo André
9015/02/2017Camp. Paulista1 x 0Grêmio Novorizontino
9122/02/2017Camp. Paulista1 x 0Palmeiras
9204/03/2017Camp. Paulista1 x 0Santos
9316/03/2017Copa do Brasil1 x 1Luverdense
9423/03/2017Camp. Paulista1 x 1Red Bull Brasil
9529/03/2017Camp. Paulista3 x 1Linense
9605/04/2017Copa Sul-Americana2 x 0Universidad de Chile-CHI
9709/04/2017Camp. Paulista1 x 0Botafogo-SP
9819/04/2017Copa do Brasil1 x 1Internacional
9923/04/2017Camp. Paulista1 x 1São Paulo
100 7/5/2017Camp. Paulista x Ponte Preta

Novas arenas: Palmeiras supera Corinthians no desempenho dos clássicos
Comentários Comente

Rodolfo Rodrigues

Corinthians e Palmeiras inauguram seus novos estádios em 2014 e desde então vêm tendo um aproveitamento muito bom em casa, principalmente nos clássicos. Na Arena Corinthians, inaugurada dia 18 de maio de 2014, o alvinegro disputou 16 clássicos, com 10 vitórias, 3 empates e 3 derrotas, com um aproveitamento de 68%. Vitorioso em seus quatro primeiros jogos, o Corinthians foi perder sua invencibilidade em clássicos em Itaquera na 7ª partida, para o Palmeiras. Em 16 jogos, o alvinegro marcou 26 gols (1,63 por jogo) e sofreu 13 gols (0,81). Agora, em 2017, nos dois jogos que fez em casa, o Corinthians conseguiu duas vitórias (1 x 0 sobre Palmeiras e Santos). Diante dos rivais, o Corinthians ainda não perdeu para o São Paulo em casa (4 vitórias e 1 empate e 14 gols feitos). Contra o Palmeiras, foram 2 vitórias, 1 empate e 2 derrotas. E diante do Santos, foram 4 vitórias, 1 empate e 1 derrota.

Já o Palmeiras, que inaugurou seu estádio no dia 19 de novembro de 2014, já disputou 12 jogos no Allianz Parque. Com a vitória sobre o São Paulo, por 3 x 0, no último sábado, o alviverde chegou a 8 vitórias em casa, 2 empates e apenas uma derrota – para o Corinthians no primeiro clássico realizado lá. Assim, o time já soma 11 clássicos sem derrota em casa – sete vitórias e quatro empates. Em 12 jogos em casa, o Palmeiras marcou 21 gols (1,75) e sofreu 7 gols (0,58) e tem um aproveitamento de 75% dos pontos disputados. Contra o Corinthians, foram três jogos, com 1 vitória, 1 empate e 1 derrota. Contra o Santos, foram 3 vitórias e 2 empates, além de um título na Copa do Brasil. Já contra o São Paulo, assim como o Corinthians, o Palmeiras não perdeu. Em quatro jogos, foram 4 vitórias e 12 gols marcados.

Desempenho do Palmeiras nos clássicos no Allianz Parque:
8/2/2015 – 0 x 1 Corinthians (Paulista)
25/3/2015 – 3 x 0 São Paulo (Paulista)
26/4/2015 – 1 x 0 Santos (Paulista)
28/6/2015 – 4 x 0 São Paulo (Brasileiro)
19/7/2015 – 1 x 0 Santos (Brasileiro)
6/9/2015 – 3 x 3 Corinthians (Brasileiro)
2/12/2015 – 2 x 1 Santos (Copa do Brasil)
20/2/2016 – 0 x 0 Santos (Paulista)
12/6/2016 – 1 x 0 Corinthians (Brasileiro)
12/7/2016 – 1 x 1 Santos (Brasileiro)
7/9/2016 – 2 x 1 São Paulo (Brasileiro)
11/3/2017 – 3 x 0 São Paulo (Paulista)

12 jogos, 8 vitórias, 3 empates, 1 derrota, 75% de aproveitamento

Desempenho do Corinthians nos clássicos na Arena Corinthians:
27/7/2014 – 2 x 0 Palmeiras (Brasileiro)
21/9/2014 – 3 x 2 São Paulo (Brasileiro)
9/11/2014 – 1 x 0 Santos (Brasileiro)
18/2/2015 – 2 x 0 São Paulo (Libertadores)
5/4/2015 – 1 x 1 Santos (Paulista)
19/4/2015 – 2 x 2 Palmeiras (Paulista)
31/5/2015 – 0 x 2 Palmeiras (Brasileiro)
26/8/2015 – 1 x 2 Santos (Copa do Brasil)
20/9/2015 – 2 x 0 Santos (Brasileiro)
22/11/2015 – 6 x 1 São Paulo (Brasileiro)
14/2/2016 – 2 x 0 São Paulo (Paulista)
1/6/2016 – 1 x 0 Santos (Brasileiro)
17/7/2016 – 1 x 1 São Paulo (Brasileiro)
17/9/2016 – 0 x 2 Palmeiras (Brasileiro)
22/2/2017 – 1 x 0 Palmeiras (Paulista)
4/3/2017 – 1 x 0 Santos (Paulista)

16 jogos, 10 vitórias, 3 empates, 3 derrotas, 68% de aproveitamento

 


Arena Corinthians: maior caldeirão na era dos pontos corridos
Comentários Comente

Rodolfo Rodrigues

O Corinthians goleou o Flamengo, hoje, na Arena Corinthians por 4 x 0, com uma grande atuação na etapa final. Foi a sexta vitória consecutiva do time em casa. Jogando em seu estádio, o Corinthians segue invicto no ano. Em 21 jogos, foram 18 vitórias e três empates, com 48 gols marcados e apenas 9 sofridos. Contando os jogos de 2015, já são 30 jogos sem derrota – o último foi para o Santos no dia 27 de agosto pela Copa do Brasil.

Pelo Brasileirão, o clube já soma 24 partidas sem derrota em Itaquera. O último revés, pela competição nacional, foi contra o Palmeiras, no dia 31 de maio de 2015. Esse é o maior período sem derrota em casa do Corinthians em Brasileiros também, superando o feito de 1976 a 1978, quando ficou 23 jogos sem perder em casa. Na sequência atual são 21 vitórias e três empates em jogos.

E desde sua estreia no novo estádio, no dia 18 de maio de 2014, o Corinthians vem tendo um ótimo aproveitamento caseiro. Com a vitória sobre o Flamengo, o time chegou a 30 vitórias em 40 jogos, com oito empates e apenas duas derrotas. O aproveitamento de pontos de 81,7% em Itaquera é o maior de um clube mandante em um só estádio na era dos pontos corridos.

Maiores aproveitamentos de pontos em um único estádio no Brasileirão era dos pontos corridos (desde 2003)*

ClubeEstádioAprov.VED
CorinthiansArena Corinthians81,7%3082
SantosPacaembu78,4%1241
Atlético-PRDurival de Britto75%1132
GrêmioArena do Grêmio73,9%41109
Atlético-MGIndependência69,8%522012
São PauloMorumbi69,2%1555640
BotafogoArena Petrobrás68,8%1033
InternacionalBeira-Rio68,5%1485142
CruzeiroMineirão67,3%1203839
BarueriArena Barueri66,7%1062
PalmeirasParque Antártica66,7%672123
GrêmioOlímpico66,1%1004330
Atlético-PRArena da Baixada65,6%1225935
SantosVila Belmiro65,1%1285940
FluminenseRaulino de Oliveira65%2398
CorinthiansPacaembu64,9%973834
SportArena Pernambuco64,3%761
FlamengoMaracanã63,7%864030
CruzeiroParque do Sabiá63,6%632
CearáCastelão63,2%991
PalmeirasAllianz Arena62,7%1456
Atlético-MGArena do Jacaré61,9%1648
CruzeiroArena do Jacaré61,7%1485
PalmeirasCanindé60%532
SportIlha do Retiro60%542724
PaysanduMangueirão59,9%331615
CoritibaCouto Pereira59,9%1074950
FlamengoEngenhão59,6%15144
VitóriaBarradão59,4%693731
GoiásSerra Dourada59,3%1085550
BotafogoEngenhão59,1%462720
VascoSão Januário58,3%834540
JuventudeAlfredo Jaconi57,8%473619
GuaraniBrinco de Ouro57,8%302113
São CaetanoAnacleto Campanella57,8%432023
CruzeiroIndependência57,4%945
FluminenseEngenhão57,3%20712
FluminenseMaracanã57,2%755334
NáuticoAflitos56,7%381722
PortuguesaCanindé56,6%23219
ParanáDurival de Britto56,4%1358
CriciúmaHeriberto Hülse55,4%401825
ChapecoenseArena Condá55,3%19169
Atlético-MGMineirão55,1%553033
Santo AndréBruno José Daniel54,9%845
FlamengoRaulino de Oliveira54,8%1498
FigueirenseOrlando Scarpelli54,6%906450
BotafogoCaio Martins54,4%874
FortalezaPres. Vargas54,2%754
BotafogoMaracanã53,2%251616
InternacionalCentenário52,8%543
IpatingaIpatingão52,6%937
BotafogoRaulino de Oliveira52,4%644
PalmeirasArena Barueri52,4%644
Ponte PretaMoisés Lucarelli51,5%643548
AvaíResscada50,9%312322
BahiaFonte Nova49,7%221617
América-MGArena do Jacaré48,9%573
FlamengoArena Petrobrás48,9%645
FortalezaCastelão48,6%191017
PalmeirasPacaembu47,8%181216
Atlético-MGIpatingão47,2%525
VascoMaracanã45,8%10148
CearáPres. Vargas45,6%757
BahiaPituaçu45,3%121710
Atlético-GOSerra Dourada44,6%211223
JoinvilleArena Joinville43,9%676
Santa CruzArruda39,7%9413
BrasilienseSerejão39,6%547
CorinthiansMorumbi36,7%578
PrudentePrudentão35,1%559
América-MGIndependência33,3%214
NáuticoArena Pernambuco21,6%3212
América-MGMachadão15,8%2314

 


< Anterior | Voltar à página inicial | Próximo>