Futebol em Números

Arquivo :

Vinícius Júnior e os mais novos a estrear no Brasileirão desde 2003
Comentários Comente

Rodolfo Rodrigues

Grande promessa das categorias de base do Flamengo, o atacante Vinícius Júnior fez sua estreia pelo Flamengo no primeiro jogo do rubro-negro pelo Brasileirão de 2017. Aos 16 anos, o jogador foi o mais jovem a entrar em campo nessa 1ª rodada do Brasileirão. O joia flamenguista é um ano mais novo do que o atacante Paulo Vítor, do Vasco, que entrou em campo ontem pelo Vasco com 17 anos e 9 meses.

Na era do Brasileirão por pontos corridos, Vinícius Júnior é um também um dos mais novo a entrar em campo. Porém, o recorde, até hoje, é do atacante Jô. Em 2003, ele estreou pelo Corinthians com 16 anos e 3 meses. Curiosamente, o atacante está de volta ao clube onde começou e nessa 1ª rodada do Brasileirão de 2017 fez um gol no empate contra a Chapecoense.

Entre os mais novos de cada ano, alguns chegaram à seleção brasileira e também tiveram sucesso no futebol europeu. Além de Jô, outro destaque foi Alexandre Pato, o mais novo de 2006, Neymar (2009) e Felipe Anderson (2010). Outra curiosidade é que maioria dos jovens são atacantes – dez dos 15 mais novos.

Em 2005, o atacante Cláudio, do Palmeiras, entrou em campo com 16 anos e 1 mês e poderia ter sido assim o jogador mais novo a entrar em campo pelo Brasileirão na era dos pontos corridos. Porém, pouco depois, o atleta foi suspenso por ter adulterado seu nome e idade (era dois anos mais velho).

Os jogadores mais novos a entrar em campo em cada edição do Brasileirão na era dos pontos corridos (desde 2003):

AnoJogadorPosiçãoClubeIdade
2003atacanteCorinthians16,3
2004Zé EduardoatacantePalmeiras16,9
2005Bruno MezengaatacanteFlamengo16,8
2006Alexandre PatoatacanteInternacional17,2
2007Michel SchmoellerzagueiroFigueirense16,9
2008MülleratacanteIpatinga17,1
2009NeymaratacanteSantos17,3
2010Felipe AndersonmeiaSantos17,5
2011Yuri MamuteatacanteGrêmio16,4
2012Victor AndradeatacanteSantos16,9
2013SaullomeiaNáutico16,8
2014MalcomatacanteCorinthians17,2
2015LincolnmeiaGrêmio16,6
2016Dodôlateral direitoCoritiba17,5
2017Vinícius JúnioratacanteFlamengo16,9

Jô e os maiores artilheiros do Corinthians em clássicos
Comentários Comente

Rodolfo Rodrigues

O atacante Jô marcou seu quarto gol pelo Corinthians no quarto clássico seguido no Campeonato Paulista. Autor do gol da vitória contra Palmeiras e Santos e do empate contra o São Paulo, na primeira fase, o atacante abriu o placar na vitória por 2 x 0 sobre o São Paulo, ontem, no Morumbi.

Autor de um gol na vitória sobre o Palmeiras, em 2004, pelo Brasileirão, Jô soma agora 5 gols em clássicos pelo Corinthians. E esse ano entrou para a lista dos 64 jogadores do clube que já marcaram gols contra os três maiores rivais do clube: Palmeiras, Santos e São Paulo. Com 5 gols, porém, Jô ocupa apenas a 48ª colocação. Entre os jogadores que passaram pelo clube recentemente, Danilo é o recordista com 12 gols, seguido por Liedson (8), Ronaldo (7), Nilmar (6), Carlos Alberto (4), Jorge Henrique (4) e Emerson Sheik (4).

O atacante Teleco, que jogou de 1934 a 1944 no clube, é o jogador que mais marcou nos rivais com a camisa do Corinthians. Foram 62 gols (16 contra o Palmeiras, 21 contra o Santos e 25 contra o São Paulo). Cláudio, o maior artilheiro da história do Corinthians, é o segundo lugar na lista dos artilheiros corintianos em clássicos com 58 gols (21 contra o Palmeiras, onde é o maior goleador do confronto). Já Marcelinho Carioca, entre os mais recentes, é quem ocupa a melhor colocação (6º lugar), com 39 gols.

Jogadores do Corinthians que marcaram gols no clássicos contra Palmeiras, Santos e São Paulo:

JogadorPalmeirasSantosSão PauloTotal
Teleco16212562
Cláudio21201758
Baltazar19191755
Servílio10171542
Luizinho2081240
Marcelinho14151039
Flávio5101328
Rafael551121
Rivelino67720
Sócrates85619
Vaguinho58518
Paulo213217
Carbone103316
Casagrande55515
Zague37313
Biro-Biro53513
Silva62412
Geraldão52512
Viola38112
Danilo33612
Milani35311
Ruy25411
Paulo Borges25411
Edílson44311
Ricardinho25411
Hércules42410
Éverton24410
Tupãzinho24410
Joane3249
Jackson4239
Mirandinha3519
Neto1539
Marques2439
Eduardinho4228
João Paulo1348
Liedson2248
Jerônimo3317
Romeu1337
Ronaldo3227
Lopes1326
Lima2316
Tales2136
Zé Roberto4116
Wilson Mano2136
Edmundo2226
Rogério2136
Nilmar1326
Teixeira3115
Bataglia1135
Dinei2215
2125
Guerrero1135
Nenê2114
Goiano2114
Ivair1214
Aladim1124
Carlos Alberto1124
Jorge Henrique2114
Émerson2114
Boquita1113
Olavo1113
Miranda1113
Henrique1113
Ânderson1113

Fred: maior artilheiro dos times da Série A em 2017
Comentários Comente

Rodolfo Rodrigues

Artilheiro do Campeonato Mineiro com 9 gols, o atacante Fred é o maior artilheiro entre os 20 clubes que vão disputar a Série A do Brasileirão em 2017. Com 12 gols em 11 jogos na temporada, Fred só não marcou em dois jogos no ano – contra Tombense e Tupi, pelo Estadual. O camisa 99 do Galo fez ainda um gol pela Libertadores (contra o Godoy Cruz-ARG) e outro na Primeira Liga (contra o Joinville).

No ano passado, Fred marcou também 12 gols pelo Atlético, porém, em 28 jogos. Agora, tem os mesmos 12 gols, mas em 11 jogos. No total, o atacante soma 24 gols em 39 jogos pelo Galo. Robinho, o artilheiro do time em 2016 com 26 gols, tem na atual temporada apenas um gol.

Entre os outros clubes, depois de Fred, quem mais marcou foi Henrique Dourado, atacante do Fluminense com 9 gols, seguido por Rafael Sóbis, do Cruzeiro, que tem 8 gols. Dos times paulistas, dois jogadores do São Paulo e dois da Ponte Preta têm 7 gols cada (Cueva e Gilberto, pelo Tricolor, e Lucca e Pottker, pela Ponte).

Entre os times da Série B, os destaques são Léo Gamalho (Goiás) e Brenner (Internacional), ambos com 11 gols.

Artilheiros dos times da Série A em 2017:
Atlético-MG – Fred (12 gols em 11 jogos)
Fluminense – Henrique Dourado (9 gols em 13 jogos)
Rafael Sóbis – Cruzeiro (8 gols em 12 jogos)
Avaí – Denílson (7 gols em 13 jogos)
Flamengo – Guerrero (7 gols em 10 jogos)
Ponte Preta – Lucca e William Pottker (7 gols em 12 e 13 jogos)
São Paulo – Cueva e Gilberto (7 gols em 11 e 9 jogos)
Sport – Rogério (7 gols em 13 jogos)
Vitória – Kieza (7 gols em 14 jogos)
Bahia – Régis (6 gols em 10 jogos)
Vasco – Nenê (6 gols em 13 jogos)
Atlético-GO – Jorginho (5 gols em 8 jogos)
Chapecoense – Atlético-MG
Corinthians – Jô (5 gols em 14 jogos)
Coritiba – Kléber (5 gols em 8 jogos)
Grêmio – Bolãnos (5 gols em 10 jogos)
Atlético-PR – Matheus Anjos (4 gols em 5 jogos)
Botafogo – Roger (4 gols em 11 jogos)
Palmeiras – Willian (4 gols em 13 jogos)
Santos – Vítor Bueno (4 gols em 12 jogos)


Atacante Jô pode ter companhia de mais uma estrela em sua carreira
Comentários Comente

Rodolfo Rodrigues

Jogador mais jovem a vestir a camisa do Corinthians, o atacante Jô estreou pelo clube no dia 19 de julho de 2003, quando tinha apenas 16 anos, 3 meses e 25 dias, na vitória sobre o Guarani pelo Brasileirão daquele ano. Um mês depois, fez um gol contra o Internacional, na vitória por 3 x 1, e se tornou o mais jovem a marcar um gol pelo alvinegro paulista.

Dois anos depois, em 2005, Jô se despediu do Corinthians após o título do Brasileirão, com 115 jogos disputados e 18 gols marcados. Vendido ao CSKA Moscou-RUS por cerca de 5 milhões de euros, o atacante jogou dois anos e meio por lá antes de ser comprado pelo Manchester City-ING por 24 milhões de euros. Na Inglaterra, porém, não se firmou nos Citizens para o Everton-ING e depois para o Galatasaray-TUR. Em 2011, voltou ao Brasil para atuar pelo Internacional. Depois, passou por Atlético-MG, Al-Shabab-EAU e Jiangsu Suning-CHN até retornar ao Corinthians, onde fará sua reestreia hoje, diante do Vasco, pela Florida Cup.

Aos 29 anos, sendo 13 deles como profissional por nove diferentes clubes, o atacante Jô soma 520 jogos e 154 gols, incluindo suas 20 participações e seus cinco gols com a camisa da Seleção Brasileira, que defendeu em 2007 e 2008 e depois em 2013 e 2014. E nessa sua carreira, desde 2003, Jô teve o privilégio de atuar ao lado de consagrados atacantes e outros com passagens em grandes clubes. Agora, em 2017, com a possível chegada do marfinense Drogba ao Corinthians, Jô poderá incluir mais uma estrela na lista de nobres companheiros de ataque.

Corinthians (2003 a 2005)
Liedson, Tévez e Nilmar

CSKA Moscou-RUS (2006 a 2008)
Vágner Love e Olic

Manchester City-ING (2008/09 e 2010/11)
Robinho, Sturridge, Tévez, Adebayor, Santa Cruz, Dzeko e Balotelli

Everton-ING (2009 e 2010)
Louis Saha e Tim Cahill

Galatasaray-TUR (2010)
Milan Baros, Keita e Giovanni dos Santos

Internacional (2010 e 2011)
Leandro Damião, Rafael Sóbis e Alecsandro

Atlético-MG (2012 e 2015)
Ronaldinho Gaúcho, Diego Tardelli e Lucas Pratto

Jiangsu Suning-CHN (2016)
Alex Teixeira

Seleção Brasileira (2007 e 2008)
Robinho, Ronaldinho Gaúcho, Alexandre Pato e Luis Fabiano

Seleção Brasileira (2013 e 2014)
Neymar, Fred, Lucas Moura, Hulk

Mais posts do Futebol em Números:
Os brasileiros com mais gols pelos grandes clubes da Europa
Felipe Melo ou Fernandinho: quem leva mais cartões?
Kazim: 43º gringo a vestir a camisa do Corinthians
Corinthians não perde desde 2014 pela Copinha
Luis Suárez deixa Neymar para trás nos números pelo Barcelona

 


< Anterior | Voltar à página inicial | Próximo>