Futebol em Números

Arquivo : Dorival Júnior

Apenas dois técnicos ficaram no Flamengo em um Brasileiro inteiro desde 03
Comentários Comente

Rodolfo Rodrigues

BhDesde o início dos pontos corridos, apenas dois técnicos conseguiram ficar no comando do Flamengo do início ao fim do Brasileirão: Caio Júnior, em 2008 (5º colocado), e Vanderlei Luxemburgo, em 2011 (4º colocado). Com a demissão do técnico Zé Ricardo, o rubro-negro chega a 13 edições desde 2003 com trocas de treinadores durante a competição, igualando a marca do Atlético-PR.

Desde 2003 até esse 1º turno de 2017, o Cruzeiro é o clube que mais vezes conseguiu permanecer com o mesmo técnico em uma única edição – oito vezes. Na sequência, aparece o Corinthians, com sete, seguido por Fluminense e Santos (seis), Botafogo, Palmeiras e Grêmio (cinco), Goiás, Coritiba, Inter e São Paulo (quatro), Atlético-MG (três) e Avaí, Ponte Preta, Sport, Flamengo e Vasco (duas cada).

Entre os técnicos, o recordista é Muricy Ramalho, que terminou nove edições inteiras (quatro pelo São Paulo, duas pelo Santos, duas pelo Inter e uma pelo Fluminense). Muricy, aliás, é o único técnico do São Paulo que conseguiu ficar o campeonato todo desde 2003. Depois de Muricy, os técnicos com mais campeonatos inteiros são Vanderlei Luxemburgo (seis), Abel Braga (cinco – pode completar seis esse ano) e Mano Menezes, Celso Roth e Tite, sendo que Mano pode completar cinco esse ano.

Clubes que mais vezes conseguiram manter o técnico durante o Brasileiro todo desde o início dos pontos corridos (2003):

ClubeEdições sem trocar de técnicoEdições disputadas
Cruzeiro815
Corinthians714
Fluminense615
Santos615
Botafogo513
Palmeiras513
Grêmio514
Goiás411
Coritiba412
Internacional414
São Paulo415
Atlético-MG314
Avaí25
Sport28
Ponte Preta29
Vasco212
Flamengo215
Guarani13
Portuguesa13
Juventude15
Náutico15
Paraná15
Bahia16
Vitória19
Figueirense111
Atlético-PR114
América-RN00
Barueri01
Brasiliense01
Ipatinga01
Joinville01
Prudente01
Santo André01
América-MG02
Ceará02
Santa Cruz02
Fortaleza03
Paysandu03
Atlético-GO04
Chapecoense04
Criciúma04
São Caetano04


Todos os técnicos dos clubes da Série A desde 2003

América-MG (0)
11
– Mauro Fernandes (9), Antônio Lopes (4), Milagres (1) e Givanildo Oliveira (24)
16 – Givanildo Oliveira (5), Cláudio Prates (1), Sérgio Vieira (9) e Enderson Moreira (22)

América-RN (0)
07 – Lori Sandri (8), Marcelo Veiga (13), Paulo Moroni (17)

Atlético-GO (0)
10 – Geninho (7), Roberto Fernandes (4), Reinaldo Gueldini (2) e René Simões (25)
11 – Paulo César Gusmão (10), Jairo Araújo (6) e Hélio dos Anjos (22)
12 – Adílson Batista (2), Hélio dos Anjos (6), Jairo Araújo (20) e Arthur Neto (10)
17 – Marcelo Cabo (4), João Paulo Sanches (5) e Doriva (10)

Atlético-MG (3)
03 – Celso Roth (20), Marcelo Oliveira (21) e Procópio Cardoso (5)
04 – Paulo Bonamigo (16), Jair Picerni (18), Mário Sérgio (9) e Procópio Cardoso (3)
05 – Tite (17), Marco Aurélio (17) e Lori Sandri (8)
07 – Tico (2), Zetti (11), Marcelo Oliveira (1), Emerson Leão (24)
08 – Geninho (1), Alexandre Gallo (14) e Marcelo Oliveira (23)
09 – Celso Roth (38)
10 – Vanderlei Luxemburgo (24) e Dorival Júnior (14)
11 – Dorival Júnior (15) e Cuca (23)
12 – Cuca (38)
13 – Cuca (38)
14 – Paulo Autuori (1) e Levir Culpi (37)
15 – Levir Culpi (36) e Diego Giacomini (2)
16 – Diego Aguirre (1), Marcelo Oliveira (36) e Diego Giacomini (2)
17 – Roger Machado (15), Diego Giacomini (2) e Rogério Micale (3)

Atlético-PR (1)
03 – Osvaldo Alvarez (23) e Mário Sérgio (23)
04 – Júlio Piza (2), Lio Evaristo (1) e Levir Culpi (43)
05 – Edinho (3), Borba Filho (2), Antônio Lopes (23) e Evaristo de Macedo (14)
06 – Givanildo Oliveira (12), Valdemar Privati (1) e Osvaldo Alvarez (25)
07 – Osvaldo Alvarez (5), Antônio Lopes (15) e Ney Franco (18)
08 – Ney Franco (2), Roberto Fernandes (15), Tico (2), Mário Sérgio (5) e Geninho (14)
09 – Geninho (5), Waldemar Lemos (10), Riva de Carli (1) e Antônio Lopes (22)
10 – Leandro Niehues (5), Paulo César Carpegiani (22) e Sérgio Soares (11)
11 – Adílson Batista (6), Leandro Niehues (2), Renato Gaúcho (12) e Antônio Lopes (18)
13 – Ricardo Drubscky (6), Alberto Valentim (1) e Vágner Mancini (31)
14 – Miguel Ángel Portugal (5), Leandro Ávila (5), Doriva (8) e Claudinei Oliveira (20)
15 – Milton Mendes (28), Sergio Vieira (1) e Cristóvão Borges (9)
16 – Paulo Autuori (38)
17 – Paulo Autuori (2), Eduardo Baptista (10), Kelly (2) e Fabiano Soares (5)

Avaí (2)
09 – Silas (38)
10 – Péricles Chamusca (7), Antônio Lopes (17), Edson dos Santos (4) e Vágner Benazzi (10)
11 – Silas (3), Edson Neguinho (6), Alexandre Gallo (13) e Toninho Cecílio (16)
15 – Gílson Kleina (34) e Raul Cabral (4)
17 – Claudinei Oliveira (19)

Bahia (1)
03 – Bobô (6), Evaristo de Macedo (18), Marcelo Chamusca (2), Lula Pereira (13) e Edinho (7)
11 – René Simões (20), Eduardo Souza (1) e Joel Santana (17)
12 – Paulo Roberto Falcão (10), Eduardo Souza (1), Caio Júnior (8) e Jorginho (19)
13 – Cristóvão Borges (38)
14 – Marquinhos Santos (12), Charles Fabián (7) e Gílson Kleina (19)
17 – Guto Ferreira (3), Jorginho Campos (14) e Preto Casagrande (2)

Barueri (0)
09 – Estevam Soares (18), Diego Cerri (13) e Luiz Carlos Goiano (7)

Botafogo (5)
04 – Levir Culpi (2), Luiz Matter (4), Mauro Galvão (18) e Paulo Bonamigo (22)
05 – Paulo César Gusmão (8), Péricles Chamusca (12), Acácio (1) e Celso Roth (21)
06 – Carlos Roberto (6) e Cuca (32)
07 – Cuca (35) e Mário Sérgio (3)
08 – Cuca (3), Luizinho Rangel (1), Geninho (6) e Ney Franco (28)
09 – Ney Franco (17) e Estevam Soares (21)
10 – Joel Santana (38)
11 – Caio Júnior (35) e Flávio Tenius (3)
12 – Oswaldo de Oliveira (38)
13 – Oswaldo de Oliveira (38)
14 – Vágner Mancini (38)
16 – Ricardo Gomes (18) e Jair Ventura (20)
17 – Jair Ventura (19)

Brasiliense (0)
05 – Valdir Espinosa (8), Joel Santana (24) e Márcio Bittencourt (10)

Ceará (0)
10 – Paulo César Gusmão (7), Estevam Soares (6), Mário Sérgio (7) e Dimas Filgueiras (18)
11 – Vágner Mancini (23), Estevam Soares (8) e Dimas Filgueiras (7)

Chapecoense (0)
14 – Gilmar dal Pozzo (6), Celso Rodrigues (18) e Jorginho (14)
15 – Vinícius Eutrópio (25) e Guto Ferreira (13)
16 – Guto Ferreira (10), Emerson Cris (1) e Caio Júnior (26)
17 – Vágner Mancini (11) e Vinícius Eutrópio (8)

Corinthians (7)
03 – Geninho (33), Jairo Leal (1), Júnior (2) e Juninho (10)
04 – Oswaldo de Oliveira (7) e Tite (39)
05 – Daniel Passarella (3), Márcio Bittencourt (23) e Antônio Lopes (16)
06 – Ademar Braga (5), Geninho (11) e Emerson Leão (22)
07 – Paulo César Carpegiani (21), Zé Augusto (6) e Nelsinho Baptista (11)
09 – Mano Menezes (38)
10 – Mano Menezes (11), Adílson Batista (17), Fábio Carille (2) e Tite (8)
11 – Tite (38)
12 – Tite (38)
13 – Tite (38)
14 – Mano Menezes (38)
15 – Tite (38)
16 – Tite (7), Fábio Carille (6), Cristóvão Borges (17) e Oswaldo de Oliveira (8)
17 – Fábio Carille (19)

Coritiba (4)
03 – Paulo Bonamigo (46)
04 – Antônio Lopes (46)
05 – Antônio Lopes (2), Cuca (28), Antônio Lopes Júnior (3), Cláudio Marques (1) e Márcio Araújo (8)
08 – Dorival Júnior (38)
09 – Renê Simões (18) e Ney Franco (20)
11 – Marcelo Oliveira (38)
12 – Marcelo Oliveira (22) e Marquinhos Santos (16)
13 – Marquinhos Santos (23), Marcelo Serrano (1), Péricles Chamusca (11) e Tcheco (3)
14 – Celso Roth (17) e Marquinhos Santos (21)
15 – Marquinhos Santos (6), Ney Franco (27) e Pachequinho (5)
16 – Gilson Kleina (5), Pachequinho (13) e Paulo César Carpegiani (20)
17 – Pachequinho (14) e Marcelo Oliveira (3)

Criciúma (0)
03 – Edson Gaúcho (10), Gilson Kleina (30) e Lori Sandri (6)
04 – Vágner Benazzi (28) e Lori Sandri (18)
13 – Osvaldo Alvarez (15), Sílvio Criciúma (8) e Argel Fucks (15)
14 – Caio Júnior (2), Wagner Lopes (15), Wilson Vaterkemper (1), Gilmar dal Pozzo (13), Toninho Cecílio (4) e Luizinho Vieira (3)

Cruzeiro (8)
03 – Vanderlei Luxemburgo (46)
04 – Paulo César Gusmão (6), Emerson Leão (13), Ney Franco (7) e Marco Aurélio (20)
05 – Levir Culpi (10) e Paulo César Gusmão (32)
06 – Paulo César Gusmão (16) e Oswaldo de Oliveira (22)
07 – Dorival Júnior (38)
08 – Adílson Batista (38)
09 – Adílson Batista (38)
10 – Adílson Batista (6), Émerson Avila (1) e Cuca (31)
11 – Cuca (5), Joel Santana (15), Émerson Ávila (6) e Vágner Mancini (12)
12 – Celso Roth (38)
13 – Marcelo Oliveira (38)
14 – Marcelo Oliveira (38)
15 – Marcelo Oliveira (4), Vanderlei Luxemburgo (17), Deivid (1) e Mano Menezes (16)
16 – Geraldo Delamore (1), Paulo Bento (15) e Mano Menezes (22)
17 – Mano Menezes (19)

Figueirense (1)
03 – Vágner Benazzi (13), Artur Neto (12), Luiz Carlos Ferreira (6) e Dorival Júnior (15)
04 – Dorival Júnior (45) e Ivan Izzo (1)
05 – Marco Aurélio (13), Zé Mário (5) e Adílson Batista (24)
06 – Adílson Batista (10) e Waldemar Lemos (28)
07 – Mário Sérgio (24), Hudson Coutinho (1) e Alexandre Gallo (13)
08 – Alexandre Gallo (2), Guilherme Macuglia (5), Paulo César Gusmão (18), Mário Sérgio (10) e Pintado (3)
11 – Jorginho Campos (38)
12 – Argel Fucks (10), Abel Ribeiro (3), Hélio dos Anjos (7), Mário Goiano (14) e Fernando Gil (4)
14 – Vinícius Eutrópio (2), Guto Ferreira (9) e Argel Fucks (27)
15 – Argel Fucks (18), Hudson Coutinho (1) e René Simões (7)
16 – Vinícius Eutrópio (14), Argel Fucks (6), Tuca Guimarães (6) e Marquinhos Santos (11)

Flamengo (2)
03 – Nelsinho Baptista (19), Marcos Paquetá (1), Oswaldo de Oliveira (16) e Waldemar Lemos (10)
04 – Abel Braga (16), Andrade (12), Paulo César Gusmão (5) e Ricardo Gomes (13)
05 – Andrade (14), Celso Roth (19) e Joel Santana (9)
06 – Waldemar Lemos (6) e Ney Franco (32)
07 – Ney Franco (7) e Joel Santana (26)
08 – Caio Júnior (38)
09 – Cuca (13) e Andrade (25)
10 – Rogério Lourenço (10), Toninho Barroso (1), Silas (10) e Vanderlei Luxemburgo (11)
11 – Vanderlei Luxemburgo (38)
12 – Joel Santana (11) e Dorival Júnior (27)
13 – Jorginho Campos (4), Mano Menezes (17) e Jayme de Almeida (17)
14 – Jayme de Almeida (4), Ney Franco (7) e Vanderlei Luxemburgo (27)
15 – Vanderlei Luxemburgo (2), Cristóvão Borges (16), Oswaldo de Oliveira (17) e Jayme de Almeida (2)
16 – Muricy Ramalho (1), Jayme de Almeida (2) e Zé Ricardo (35)
17 – Zé Ricardo (19)

Fluminense (6)
03 – Roberto Gaúcho (30), Gílson Gênio (3) e Joel Santana (13)
04 – Ricardo Gomes (24) e Alexandre Gama (22)
05 – Abel Braga (42)
06 – Oswaldo de Oliveira (15), Josué Teixeira (4), Antônio Lopes (7) e Paulo César Gusmão (12)
07 – Renato Gaúcho (38)
08 – Renato Gaúcho (19), Cuca (9) e René Simões (10)
09 – Carlos Alberto Parreira (10), Vinícius Eutrópio (2), Renato Gaúcho (10) e Cuca (16)
10 – Muricy Ramalho (38)
11 – Enderson Moreira (2), Leomir de Souza (1) e Abel Braga (35)
12 – Abel Braga (38)
13 – Abel Braga (9), Vanderlei Luxemburgo (24), Dorival Júnior (5)
14 – Cristóvão Borges (38)
15 – Ricardo Drubscky (2), Enderson Moreira (24) e Eduardo Baptista (12)
16 – Levir Culpi (34) e Marcão (4)
17 – Abel Braga (19)

Fortaleza (0)
03 – Luiz Carlos Cruz (14), Ferdinando Teixeira (12) e Márcio Araújo (20)
05 – Vágner Benazzi (9), Hélio dos Anjos (23) e Valdir Espinosa (10)
06 – Toninho Cecílio (1), Márcio Bittencourt (9), Hélio dos Anjos (12), Roberval Davino (13) e Daniel Frasson (3)

Goiás (4)
03 – Candinho (10) e Cuca (36)
04 – Celso Roth (46)
05 – Péricles Chamusca (1), Edson Gaúcho (11) e Geninho (30)
06 – Antônio Lopes (11) e Geninho (27)
07 – Wanderley Filho (1), Paulo Bonamigo (25), Márcio Araújo (11) e Cássius Hartman (1)
08 – Osvaldo Alvarez (6) e Hélio dos Anjos (32)
09 – Hélio dos Anjos (38)
10 – Emerson Leão (16), Wladimir Araújo (1), Jorginho Campos (17) e Artur Neto (4)
13 – Enderson Moreira (38)
14 – Ricardo Drubscky (38)
15 – Hélio dos Anjos (8), Augusto César (4), Julinho Camargo (14), Wanderley Filho (1), Artur Neto (4) e Danny Sérgio (7)

Grêmio (5)
03 – Tite (11), Cléber Xavier (1), Darío Pereyra (8), Nestor Simionatto (7) e Adílson Batista (19)
04 – Adílson Batista (8), José Luiz Plein (21), Cuca (9) e Cláudio Duarte (8)
06 – Mano Menezes (38)
07 – Mano Menezes (38)
08 – Celso Roth (38)
09 – Marcelo Rospide (6) e Paulo Autuori (32)
10 – Silas (13) e Renato Gaúcho (25)
11 – Renato Gaúcho (7), Julinho Camargo (6) e Celso Roth (25)
12 – Vanderlei Luxemburgo (38)
13 – Vanderlei Luxemburgo (38) e Renato Gaúcho (5)
14 – Enderson Moreira (12), André Jardine (1) e Luiz Felipe Scolari (25)
15 – Luiz Felipe Scolari (2), James Freitas (1) e Roger Machado (35)
16 – Roger Machado (25), James Freitas (1) e Renato Gaúcho (12)
17 – Renato Gaúcho (19)

Guarani (1)
03 – Pepe (15) e Barbieri (31)
04 – Joel Santana (5), Lino Facchi (1), Zetti (12), Lori Sandri (8), Agnaldo Liz (8), Renato Morungaba (1) e Jair Picerni (11)
10 – Vágner Mancini (38)

Internacional (4)
03 – Muricy Ramalho (46)
04 – Lori Sandri (11), Leandro Machado (1), Joel Santana (16) e Muricy Ramalho (18)
05 – Muricy Ramalho (42)
06 – Abel Braga (38)
07 – Alexandre Gallo (18) e Abel Braga (20)
08 – Abel Braga (4), Guto Ferreira (1) e Tite (33)
09 – Tite (27) e Mário Sérgio (11)
10 – Jorge Fossatti (4), Enderson Moreira (3) e Celso Roth (31)
11 – Paulo Roberto Falcão (11), Osmar Loss (5) e Dorival Júnior (22)
12 – Dorival Júnior (10), Fernandão (26) e Osmar Loss (2)
13 – Dunga (25) e Clemer (13)
14 – Abel Braga (38)
15 – Diego Aguirre (16), Odair Hellmann (2) e Argel Fucks (20)
16 – Argel Fucks (14), Paulo Roberto Falcão (5), Celso Roth (17) e Lisca (2)

Ipatinga (0)
08 – Giba (6), Ricardo Drubscky (15), Márcio Bittencourt (10) e Enderson Moreira (7)

Joinville (0)
15 – Hemerson Maria (5), Adílson Batista (10), Paulo César Gusmão (22) e Claudiomiro (1)

Juventude (1)
03 – Cristóvão Borges (8), Marinho Peres (6), Raul Plasmann (16) e José Luiz Plein (16)
04 – Ivo Wortmann (46)
05 – Ivo Wortmann (11), Dorival Júnior (3), Valteir Gomes Franco (4), Sebastião Lazaroni (13) e Hélio dos Anjos (11)
06 – Hélio dos Anjos (10) e Ivo Wortmann (28)
07 – Ivo Wortmann (1), Flávio Campos (12), Valteir Gomes Franco (2), Cláudio Duarte (4) e Beto Almeida (19)

Náutico (1)
07 – Paulo César Gusmão (8) e Roberto Fernandes (30)
08 – Roberto Fernandes (22), Marcelo Sangaletti (1), Leandro Machado (8), Levi Gomes (1) e Pintado (6)
09 – Waldemar Lemos (5), Márcio Bittencourt (5) e Geninho (28)
12 – Alexandre Gallo (38)
13 – Silas (3), Levi Gomes (7), Zé Teodoro (7), Jorginho (5) e Marcelo Martelotte (16)

Palmeiras (5)
04 – Jair Picerni (6), Wilson Coimbra (1) e Estevam Soares (39)
05 – Paulo Bonamigo (12) e Emerson Leão (30)
06 – Emerson Leão (2), Marcelo Vilar (10), Tite (20) e Jair Picerni (6)
07 – Caio Júnior (38)
08 – Vanderlei Luxemburgo (38)
09 – Vanderlei Luxemburgo (7), Jorginho (7) e Muricy Ramalho (24)
10 – Antônio Carlos (2), Jorge Parraga (5), Flávio Murtosa (1) e Luiz Felipe Scolari (30)
11 – Luiz Felipe Scolari (38)
12 – Luiz Felipe Scolari (24), Narciso (1) e Gilson Kleina (13)
14 – Gilson Kleina (3), Alberto Valentim (6), Ricardo Gareca (9) e Dorival Júnior (20)
15 – Oswaldo de Oliveira (6), Alberto Valentim (1) e Marcelo Oliveira (31)
16 – Cuca (38)
17 – Cuca (19)

Paraná (1)
03 – Cuca (10), Adílson Batista (8), Saulo de Freitas (22) e Edu Marangon (6)
04 – Paulo Campos (30) e Gílson Kleina (16)
05 – Lori Sandri (23) e Barbieri (19)
06 – Caio Júnior (38)
07 – Zetti (2), Pintado (10), Gílson Kleina (8), Lori Sandri (10) e Saulo de Freitas (8)

Paysandu (0)
03 – Darío Pereyra (10) e Ivo Wortmann (36)
04 – Artur Neto (3), Givanildo Oliveira (19), Adílson Batista (18), Vágner Benazzi (4) e Navaes (1)
05 – Paulo Campos (11), Sinomar Naves (2), Gilson Kleina (16) e Carlos Alberto Torres (13)

Ponte Preta (2)
03 – Abel Braga (46)
04 – Estevam Soares (7), Ronaldão (1), Marco Aurélio (12) e Nenê Santana (26)
05 – Osvaldo Alvarez (13), Nenê Santana (6), Zetti (4) e Estevam Soares (19)
06 – Osvaldo Alvarez (8), Marco Aurélio (19) e Wanderley Paiva (11)
12 – Gilson Kleina (25), Zé Sérgio (1) e Guto Ferreira (12)
13 – Guto Ferreira (4), Zé Sérgio (1), Paulo César Carpegiani (10) e Jorginho Campos (23)
15 – Guto Ferreira (16), Doriva (13) e Felipe Moreira (9)
16 – Eduardo Baptista (37) e Felipe Moreira (1)
17 – Gílson Kleina (19)

Portuguesa (1)
08 – Vágner Benazzi (13), Valdir Espinosa (9) e Estevam Soares (16)
12 – Geninho (38)
13 – Edson Pimenta (9) e Guto Ferreira (29)

Prudente (0)
10 – Toninho Cecílio (13), Diego Cerri (1), Antônio Carlos (6), Marcelo Rospide (5), Márcio Barros (2) e Fábio Santiago (11)

Santa Cruz (0)
06 – Giba (4), Valdir Espinosa (6), Maurício Simões (12), Ernesto Gomes (1) e Fito Neves (15)
16 – Milton Mendes (19), Adriano Teixeira (6) e Doriva (12)

Santo André (0)
09 – Sérgio Guedes (14), Sandro Gaúcho (2), Alexandre Gallo (7) e Sérgio Soares (15)

Santos (6)
03 – Emerson Leão (46)
04 – Emerson Leão (4), Márcio Fernandes (1) e Vanderlei Luxemburgo (41)
05 – Alexandre Gallo (27), Nelsinho Baptista (13) e Serginho Chulapa (2)
06 – Vanderlei Luxemburgo (38)
07 – Vanderlei Luxemburgo (38)
08 – Emerson Leão (3), Márcio Fernandes (21) e Cuca (14)
09 – Vágner Mancini (10), Serginho Chulapa (2) e Vanderlei Luxemburgo (26)
10 – Dorival Júnior (22) e Marcelo Martelotte (16)
11 – Muricy Ramalho (38)
12 – Muricy Ramalho (38)
13 – Muricy Ramalho (2) e Claudinei Oliveira (36)
14 – Oswaldo de Oliveira (18) e Enderson Moreira (20)
15 – Marcelo Fernandes (11), Serginho Chulapa (1) e Dorival Júnior (26)
16 – Dorival Júnior (38)
17 – Dorival Júnior (3), Elano (2) e Levir Culpi (14)

São Caetano (0)
03 – Mário Sérgio (20), Nelsinho Baptista (2) e Tite (24)
04 – Muricy Ramalho (17), Candinho (1) e Péricles Chamusca (28)
05 – Estevam Soares (13), Dino Camargo (3), Levir Culpi (9), Jair Picerni (12) e Cuca (5)
06 – Nelsinho Baptista (9), Dino Camargo (3), Emerson Leão (6), Paulo César Gusmão (4), Hélio dos Anjos (7) e Dorival Júnior (9)

São Paulo (4)
03 – Oswaldo de Oliveira (6) e Roberto Rojas (40)
04 – Cuca (28) e Emerson Leão (18)
05 – Milton Cruz (2) e Paulo Autuori (40)
06 – Muricy Ramalho (38)
07 – Muricy Ramalho (38)
08 – Muricy Ramalho (38)
09 – Muricy Ramalho (6), Milton Cruz (1) e Ricardo Gomes (31)
10 – Ricardo Gomes (12), Milton Cruz (1), Sergio Baresi (14) e Paulo César Carpegiani (1)
11 – Paulo César Carpegiani (8), Milton Cruz (3), Adílson Batista (20) e Emerson Leão (7)
12 – Emerson Leão (6), Milton Cruz (2) e Ney Franco (30)
13 – Ney Franco (5), Milton Cruz (2), Paulo Autuori (12) e Muricy Ramalho (19)
14 – Muricy Ramalho (38)
15 – Milton Cruz (9), Juan Carlos Osorio (24) e Doriva (5)
16 – Edgardo Bauza (18), André Jardine (2), Ricardo Gomes (16) e Pintado (2)
17 – Rogério Ceni (11), Pintado (1) e Dorival Júnior (7)

Sport (2)
07 – Giba (5), Edson Leivinha (1) e Geninho (32)
08 – Nelsinho Baptista (38)
09 – Nelsinho Baptista (3), Levi Gomes (7), Emerson Leão (10) e Péricles Chamusca (18)
12 – Gustavo Bueno (3), Vágner Mancini (15), Waldemar Lemos (10) e Sérgio Guedes (10)
14 – Eduardo Baptista (38)
15 – Eduardo Baptista (26), Daniel Paulista (1) e Paulo Roberto Falcão (11)
16 – Oswaldo de Oliveira (30) e Daniel Paulista (8)
17 – Ney Franco (2), Daniel Paulista (1) e Vanderlei Luxemburgo (16)

Vasco (2)
03 – Antônio Lopes (18) e Mauro Galvão (28)
04 – Geninho (32) e Joel Santana (14)
05 – Dário Lourenço (11) e Renato Gaúcho (31)
06 – Renato Gaúcho (38)
07 – Celso Roth (32) e Valdir Espinosa (6)
08 – Antônio Lopes (18), Tita (7) e Renato Gaúcho (13)
10 – Gaúcho (2), Celso Roth (5) e Paulo César Gusmão (31)
11 – Ricardo Gomes (19) e Cristóvão Borges (19)
12 – Cristóvão Borges (23), Gaúcho (5) e Marcelo Oliveira (10)
13 – Paulo Autuori (6), Dorival Júnior (25) e Adílson Batista (7)
15 – Doriva (8), Celso Roth (11) e Jorginho Campos (19)
17 – Milton Mendes (19)

Vitória (1)
03 – Joel Santana (14), Edinho (7), Nelsinho Góes (6) e Lori Sandri (19)
04 – Agnaldo Liz (11), Oswaldo de Oliveira (14), Hélio dos Anjos (8) e Evaristo de Macedo (13)
08 – Vágner Mancini (38)
09 – Paulo César Carpegiani (18) e Vágner Mancini (20)
10 – Ricardo Silva (21), Toninho Cecílio (7), Miguel Ferreira (1) e Antônio Lopes (9)
13 – Caio Júnior (17) e Ney Franco (21)
14 – Carlos Amadeu (2), Eder Bastos (1), Jorginho (10) e Ney Franco (25)
16 – Vágner Mancini (24) e Argel Fucks (14)
17 – Petkovic (5), Alexandre Gallo (11), Flávio Tanajura (1) e Vágner Mancini (3)

Mais de Futebol em Números no twitter
@rodolfo1975

 


Dorival Júnior comandará 13º clube nos pontos corridos
Comentários Comente

Rodolfo Rodrigues

Novo técnico do São Paulo, o técnico Dorival Júnior irá dirigir seu 13º clube no Brasileirão na era dos pontos corridos, desde 2003, igualando assim a marca de Cuca, hoje no Palmeiras.

Técnico desde 2003, quando começou no Figueirense, o ex-volante (conhecido apenas como Júnior, nos anos 80 e 90), Dorival só não treinou um time da Série A nos pontos corridos em 2009, quando foi campeão da Série B pelo Vasco. Entre 2003 e 2016, o treinador teve como principal campanha o vice-campeonato no ano passado, quando dirigiu o Santos. Já em 2006, acabou caindo como São Caetano, e em 2013 dirigiu o Vasco até a 31ª rodada no ano em que o clube também caiu.
Dorival Júnior em Brasileiros

AnoClube (posição)JVED
2003Figueirense (11º)15654
2004Figueirense (11º)45171216
2005Juventude (14º)3012
2006São Caetano (19º)9315
2007Cruzeiro (5º)3818614
2008Coritiba (5º)38141113
2010Santos (8º)221057
2010Atlético-MG (13º)14734
2011Atlético-MG (15º)15438
2011Internacional (5º)221075
2012Internacional (10º)10442
2012Flamengo (11º)278118
2013Vasco (18º)256811
2013Fluminense (15º)5311
2014Palmeiras (16º)20659
2015Santos (7º)261466
2016Santos (2º)3822511
2017Santos4103
Total37615394129

Desde 2003, em 15 edições, os técnicos que dirigiram mais clubes no Brasileirão por pontos corridos foram esses:

TécnicoClubes
Cuca13
Dorival Júnior13
Adílson Batista11
PC Gusmão11
Geninho10
Joel Santana10
Oswaldo de Oliveira10
Antônio Lopes9
Celso Roth9
Emerson Leão9
Vágner Mancini9
Alexandre Gallo8
Caio Júnior8
Gílson Kleina8
Levir Culpi8
Mário Sérgio8
Ney Franco8
Vanderlei Luxemburgo8
Cristóvão Borges7
Enderson Moreira7
Estevam Soares7
Hélio dos Anjos7
Lori Sandri7
Muricy Ramalho7

Já os técnicos com mais jogos entre 2003 e 2017 (11ª rodada) foram esses:

TécnicoJogos
Muricy Ramalho441
Vanderlei Luxemburgo429
Cuca421
Dorival Júnior376
Celso Roth357
Tite338
Abel Braga297
Renato Gaúcho279
Geninho264
Vágner Mancini260
Marcelo Oliveira260
Ney Franco253
Oswaldo de Oliveira235
Adílson Batista231
Mano Menezes229
Antônio Lopes226
Joel Santana202
Caio Júnior202

 


Zé Ricardo é o técnico há mais tempo no cargo na Série A do Brasileirão
Comentários Comente

Rodolfo Rodrigues

Mais uma vez a dança dos técnicos no Campeonato Brasileiro começou com tudo. Em apenas quatro rodadas, seis clubes já trocaram de treinador. O Santos, que tinha o técnico há mais tempo no cargo entre os 20 clubes da Série A, demitiu Dorival Júnior após a derrota no clássico para o Corinthians no último sábado. Contratado em julho de 2015, Dorival estava prestes a completar dois anos à frente do time santista.

Outro técnico demitido nesse início de Brasileiro foi Ney Franco, que ficou apenas 17 jogos no comando do Sport nessa temporada de 2017. O treinador dirigiu o Leão em apenas dois jogos do Brasileirão e foi sacado. Em seu lugar, o time contratou Vanderlei Luxemburgo, que perdeu seus dois primeiros jogos.

Já Marcelo Cabo, que estava no comando do Atlético-GO também há um bom tempo, desde maio de 2016, pediu demissão ontem após a quarta derrota consecutiva do time no Brasileirão. Cabo levou o Dragão ao título da Série B no ano passado.

Outros dois treinadores deixaram o cargo para assumir outra função nos clubes. No Atlético-PR, Paulo Autuori deu lugar a Eduardo Baptista, que havia sido demitido pelo Palmeiras em abril. No Vitória, o sérvio Petkovic foi substituído agora, após quatro rodadas e nenhuma vitória, por Alexandre Gallo. Pet e Autuori serão diretores de futebol de Vitória e Atlético-PR respectivamente.

Já Guto Ferreira, que pegou o Bahia na Série B do ano passado, após deixar a Chapecoense no início do Brasileirão de 2016, fez o mesmo caminho nessa temporada, e trocou o Tricolor baiano pelo Inter, na Série B, que demitiu Antônio Carlos Zago após cinco meses de trabalho e três rodadas na segunda divisão.

Agora, entre os 20 clubes da série A, Zé Ricardo, do Flamengo, é o técnico mais longevo no cargo. O treinador, que começou como interino no rubro-negro no início do Brasileirão, após a saída de Muricy Ramalho por conta de problemas de saúde, Zé Ricardo foi efetivado no cargo e foi prestigiado após levar o clube à Libertadores e dar o título invicto no Carioca de 2017. Após a eliminação na Libertadores e o começo instável no Brasileiro, o técnico, porém, já não segue em alta.

Técnicos que estão há mais tempo no cargo entre os clubes da Série A de 2017:

ClubeTécnicoDesde…
FlamengoZé Ricardo29/05/2016
CruzeiroMano Menezes31/07/2016
BotafogoJair Ventura14/08/2016
AvaíClaudinei Oliveira30/08/2016
GrêmioRenato Gaúcho21/09/2016
CorinthiansFábio Carille19/01/2017
São PauloRogério Ceni20/01/2017
FluminenseAbel Braga24/01/2017
ChapecoenseVágner Mancini26/01/2017
Atlético-MGRoger Machado28/01/2017
CoritibaPachequinho01/03/2017
VascoMilton Mendes22/03/2017
Ponte PretaGilson Kleina23/03/2017
PalmeirasCuca14/05/2017
Atlético-PREduardo Baptista28/05/2017
SportVanderlei Luxemburgo01/06/2017
BahiaJorginho Campos05/06/2017
Atlético-GOsem técnico06/06/2017
VitóriaAlexandre Gallo06/06/2017
SantosElano (interino)05/06/2017

 


< Anterior | Voltar à página inicial | Próximo>