Futebol em Números

Arquivo : Sport

Grêmio e Flamengo poderão fazer 16 jogos nos próximos dois meses
Comentários Comente

Rodolfo Rodrigues

No primeiro ano no novo calendário, com as competições como Copa do Brasil, Copa Libertadores e Copa Sul-Americana tomando quase que o ano todo, os clubes brasileiros estão encontrando dificuldades para se adaptar e conciliar a disputa do Brasileirão. Como nunca visto antes, muitos clubes estão deixando de lado a principal competição do país e dando prioridade para outros torneios, como a Copa do Brasil.

Esse ano, ainda mais com a enorme vantagem que o Corinthians vem construindo no Brasileirão, os técnicos dos concorrentes mais próximos já jogaram a toalha na virada do turno, algo raro desde 2003. Renato Gaúcho (Grêmio) e Levir Culpi (Santos), já disseram que é quase impossível pegar o líder Corinthians e brigar pelo título com outras competições pela frente. Renato, aliás, assumiu que vai botar a garotada no Brasileirão, já que prioriza a Copa do Brasil e a Libertadores – sem falar da Primeira Liga.

E faz sentido. O Grêmio, clube com o melhor desempenho geral entre as equipes em 2017 (por chegar vivo em quatro competições em agosto), poderá fazer 16 partidas nos próximos dois meses caso passe para a final da Copa do Brasil e da Primeira Liga. Com jogos no meio de semana e no final de semana, fica quase que impossível botar os titulares em todas as partidas. E isso que o time precisará de fôlego ainda para a semifinal e final da Libertadores, em meados de outubro e novembro e a reta final do Brasileirão (onde deverá brigar para ficar no G4 e garantir vaga na fase de grupos da Libertadores 2018).

O Flamengo, que ainda disputa a Copa do Brasil, Copa Sul-Americana e Primeira Liga, é outro que poderá fazer também 16 jogos nos próximos dois meses. Por outro lado, clubes que só disputam o Brasileirão (Palmeiras, São Paulo, Vasco, Atlético-PR, Coritiba, Avaí, Vitória, Bahia e Atlético-GO), terão sete jogos pela frente até meados de outubro.

Outros que disputam Brasileirão e Copa Sul-Americana, terão nove jogos nos próximos dois meses (Corinthians, Ponte Preta, Sport e Chapecoense), assim como o Santos, que tem Brasileirão e Copa Libertadores. O Atlético-MG, que disputa, além do Brasileirão, a Primeira Liga, poderá fazer 10 jogos. O Fluminense, que joga Brasileirão, Primeira Liga e Copa Sul-Americana, poderá fazer 12 jogos. O Cruzeiro, que joga a Copa do Brasil, Brasileirão e Primeira Liga, poderá fazer 14 jogos, assim como o Botafogo (Brasileirão, Copa do Brasil e Libertadores).

Confira o calendário de jogos das equipes nos próximos dois meses (em vermelho os jogos que os times poderão fazer em caso de classificação para a fase seguinte):

Grêmio (Brasileirão, Copa do Brasil, Copa Libertadores e Primeira Liga)
16/8 (qua) – Cruzeiro (c) – Copa do Brasil (semifinal – ida)
20/8 (dom) – Atlético-PR (c) – Brasileirão
23/8 (qua) – Cruzeiro (f) – Copa do Brasil (semifinal – volta)
26/8 (sab) – Sport (c) – Brasileirão
30/8 (qua) – Cruzeiro (f) – Primeira Liga (quartas)
3/9 (dom) – Flamengo ou Paraná – Primeira Liga (semifinal)
7/9 (qua) – Botafogo ou Flamengo – Copa do Brasil (final – ida)
10/9 (dom) – Vasco (f) – Brasileirão
13/9 (qua) – Botafogo (f) – Libertadores (quartas – ida)
17/9 (dom) – Chapecoense (c) – Brasileirão
20/9 (qua) – Botafogo (c) – Libertadores (quartas – volta)
24/9 (dom) – Bahia (f) – Brasileirão
27/9 (qua) – Fluminense (c) – Brasileirão
1/10 (dom) – Cruzeiro (c) – Brasileirão
8/10 (dom) – Primeira Liga (final)
12/10 (qua) – Botafogo ou Flamengo – Copa do Brasil (final – volta)

Flamengo (Brasileirão, Copa do Brasil, Copa Sul-Americana e Primeira Liga)
16/8 (qua) – Botafogo (f) – Copa do Brasil (semifinal – ida)
19/8 (sab) – Atlético-GO (c) – Brasileirão
23/8 (qua) – Botafogo (c) – Copa do Brasil (semifinal – volta)
27/8 (dom) – Atlético-PR (c) – Brasileirão
30/8 (qua) – Paraná (c) – Primeira Liga (quartas)
3/9 (dom) – Cruzeiro ou Grêmio – Primeira Liga (semifinal)
7/9 (qua) – Cruzeiro ou Grêmio – Copa do Brasil (final – ida)
10/9 (dom) – Botafogo (f) – Brasileirão
13/9 (qua) – Chapecoense (f) – Copa Sul-Americana (oitavas – ida)
17/9 (dom) – Sport (c) – Brasileirão
20/9 (qua) – Chapecoense (c) – Copa Sul-Americana (oitavas – volta)
23/9 (sab) – Avaí (f) – Brasileirão
27/9 (qua) – Ponte Preta (f) – Brasileirão
1/10 (dom) – Fluminense (c) – Brasileirão
8/10 (dom) – Primeira Liga (final)
12/10 (qua) – Cruzeiro ou Grêmio – Copa do Brasil (final – volta)

Botafogo (Brasileirão, Copa do Brasil e Copa Libertadores)
16/8 (qua) – Flamengo (c) – Copa do Brasil (semifinal – ida)
20/8 (dom) – Ponte Preta (f) – Brasileirão
23/8 (qua) – Flamengo (f) – Copa do Brasil (semifinal – volta)
27/8 (dom) – Bahia (f) – Brasileirão
7/9 (qua) – Cruzeiro ou Grêmio – Copa do Brasil (final – ida)
10/9 (dom) – Flamengo (c) – Brasileirão
13/9 (qua) – Grêmio (c) – Libertadores (quartas – ida)
16/9 (sab) – Santos (c) – Brasileirão
20/9 (qua) – Grêmio (f) – Libertadores (quartas – volta)
24/9 (dom) – Coritiba (f) – Brasileirão
27/9 (qua) – Vitória (c) – Brasileirão
1/10 (dom) – Chapecoense (c) – Brasileirão
12/10 (qua) – Cruzeiro ou Grêmio – Copa do Brasil (final – volta)

Cruzeiro (Brasileirão, Copa do Brasil e Primeira Liga)
16/8 (qua) – Grêmio (f) – Copa do Brasil (semifinal – ida)
20/8 (dom) – Sport (c) – Brasileirão
23/8 (qua) – Grêmio (c) – Copa do Brasil (semifinal – volta)
27/8 (dom) – Santos (c) – Brasileirão
30/8 (qua) – Grêmio (c) – Primeira Liga (quartas)
3/9 (dom) – Flamengo ou Paraná – Primeira Liga (semifinal)
7/9 (qua) – Botafogo ou Flamengo – Copa do Brasil (final – ida)
10/9 (dom) – Chapecoense (f) – Brasileirão
18/9 (seg) – Bahia (c) – Brasileirão
24/9 (dom) – Atlético-GO (f) – Brasileirão
27/9 (qua) – Corinthians (c) – Brasileirão
1/10 (dom) – Grêmio (f) – Brasileirão
8/10 (dom) – Primeira Liga (final)
12/10 (qua) – Botafogo ou Flamengo – Copa do Brasil (final – volta)

Fluminense (Brasileirão, Copa Sul-Americana e Primeira Liga)
21/8 (seg) – Atlético-MG (c) – Brasileirão
26/8 (sab) – Vasco (c) – Brasileirão
30/8 (qua) – Londrina (f) – Primeira Liga (quartas)
3/9 (dom) – Atlético-MG ou Internacional – Primeira Liga (semifinal)
10/9 (dom) – Vitória (f) – Brasileirão
14/9 (qui) – LDU Quito-EQU (c) – Copa Sul-Americana (oitavas – ida)
17/9 (dom) – Atlético-PR (f) – Brasileirão
21/9 (qui) – LDU Quito-EQU (f) – Copa Sul-Americana (oitavas – volta)
24/9 (dom) – Palmeiras (c) – Brasileirão
27/9 (qua) – Grêmio (f) – Brasileirão
1/10 (dom) – Flamengo (f) – Brasileirão
8/10 (dom) – Primeira Liga (final)

Santos (Brasileirão e Copa Libertadores)
20/8 (dom) – Coritiba (f) – Brasileirão
27/8 (dom) – Cruzeiro (f) – Brasileirão
10/9 (dom) – Corinthians (c) – Brasileirão
13/9 (qua) – Barcelona-EQU (f) – Libertadores (quartas – ida)
16/9 (sab) – Botafogo (f) – Brasileirão
20/9 (qua) – Barcelona-EQU (c) – Libertadores (quartas – volta)
23/9 (sab) – Atlético-PR (c) – Brasileirão
27/9 (qua) – Palmeiras (f) – Brasileirão
1/10 (dom) – Ponte Preta (f) – Brasileirão

Corinthians (Brasileirão e Copa Sul-Americana)
19/8 (sab) – Vitória (c) – Brasileirão
23/8 (qua) – Corinthians (f) – Brasileirão
26/8 (sab) – Atlético-GO (c) – Brasileirão
10/9 (dom) – Santos (f) – Brasileirão
13/9 (qua) – Racing-ARG (c) – Copa Sul-Americana (oitavas – ida)
17/9 (dom) – Vasco (c) – Brasileirão
20/9 (qua) – Racing-ARG (f) – Copa Sul-Americana (oitavas – volta)
24/9 (dom) – São Paulo (f) – Brasileirão
27/9 (qua) – Cruzeiro (f) – Brasileirão
1/10 (dom) – Coritiba (c) – Brasileirão

Ponte Preta (Brasileirão e Copa Sul-Americana)
20/8 (dom) – Botafogo (c) – Brasileirão
27/8 (dom) – Atlético-MG (c) – Brasileirão
9/9 (sab) – São Paulo (f) – Brasileirão
13/9 (qua) – Sport (f) – Copa Sul-Americana (oitavas – ida)
16/9 (sab) – Atlético-GO (c) – Brasileirão
20/9 (qua) – Sport (c) – Copa Sul-Americana (oitavas – volta)
24/9 (dom) – Chapecoense (f) – Brasileirão
27/9 (qua) – Flamengo (c) – Brasileirão
1/10 (dom) – Santos (c) – Brasileirão

Chapecoense (Brasileirão e Copa Sul-Americana)
20/8 (dom) – Palmeiras (f) – Brasileirão
23/8 (qua) – Corinthians (c) – Brasileirão
27/8 (dom) – Avaí (f) – Brasileirão
10/9 (dom) – Cruzeiro (c) – Brasileirão
13/9 (qua) – Flamengo (c) – Copa Sul-Americana (oitavas – ida)
17/9 (dom) – Grêmio (f) – Brasileirão
20/9 (qua) – Flamengo (f) – Copa Sul-Americana (oitavas – volta)
24/9 (dom) – Ponte Preta (c) – Brasileirão
28/9 (qui) – Vasco (f) – Brasileirão
1/10 (dom) – Botafogo (f) – Brasileirão

Sport (Brasileirão e Copa Sul-Americana)
20/8 (dom) – Cruzeiro (f) – Brasileirão
26/8 (sab) – Grêmio (f) – Brasileirão
10/9 (dom) – Avaí (c) – Brasileirão
13/9 (qua) – Ponte Preta (c) – Copa Sul-Americana (oitavas – ida)
17/9 (dom) – Flamengo (f) – Brasileirão
20/9 (qua) – Ponte Preta (f) – Copa Sul-Americana (oitavas – volta)
25/9 (seg) – Vasco (c) – Brasileirão
28/9 (qui) – São Paulo (f) – Brasileirão
1/10 (dom) – Vitória (f) – Brasileirão

Atlético-MG (Brasileirão e Primeira Liga)
21/8 (seg) – Fluminense (f) – Brasileirão
27/8 (dom) – Ponte Preta (f) – Brasileirão
30/8 (qua) – Internacional (f) – Primeira Liga (quartas)
3/9 (dom) – Fluminense ou Londrina – Primeira Liga (semifinal)
9/9 (sab) – Palmeiras (c) – Brasileirão
17/9 (dom) – Avaí (f) – Brasileirão
24/9 (dom) – Vitória (c) – Brasileirão
27/9 (qua) – Atlético-PR (f) – Brasileirão
1/10 (dom) – São Paulo (c) – Brasileirão
8/10 (dom) – Primeira Liga (final)

Palmeiras (Brasileirão)
20/8 (dom) – Chapecoense (c) – Brasileirão
27/8 (dom) – São Paulo (c) – Brasileirão
9/9 (sab) – Atlético-MG (f) – Brasileirão
16/9 (sab) – Coritiba (c) – Brasileirão
24/9 (dom) – Fluminense (f) – Brasileirão
27/9 (qua) – Santos (c) – Brasileirão
1/10 (dom) – Bahia (c) – Brasileirão

São Paulo (Brasileirão)
19/8 (dom) – Avaí (f) – Brasileirão
27/8 (dom) – Palmeiras (f) – Brasileirão
9/9 (sab) – Ponte Preta (c) – Brasileirão
17/9 (dom) – Vitória (f) – Brasileirão
24/9 (dom) – Corinthians (c) – Brasileirão
28/9 (qui) – Sport (c) – Brasileirão
1/10 (dom) – Atlético-MG (f) – Brasileirão

Vasco (Brasileirão)
20/8 (dom) – Bahia (f) – Brasileirão
26/8 (sab) – Fluminense (f) – Brasileirão
10/9 (dom) – Grêmio (c) – Brasileirão
17/9 (dom) – Corinthians (f) – Brasileirão
25/9 (seg) – Sport (f) – Brasileirão
28/9 (qui) – Chapecoense (c) – Brasileirão
1/10 (dom) – Avaí (f) – Brasileirão

Atlético-PR (Brasileirão)
20/8 (dom) – Grêmio (f) – Brasileirão
27/8 (dom) – Flamengo (f) – Brasileirão
10/9 (dom) – Coritiba (c) – Brasileirão
17/9 (dom) – Fluminense (c) – Brasileirão
23/9 (sab) – Santos (f) – Brasileirão
27/9 (qua) – Atlético-MG (f) – Brasileirão
1/10 (dom) – Atlético-GO (c) – Brasileirão

Coritiba (Brasileirão)
20/8 (dom) – Santos (c) – Brasileirão
28/8 (seg) – Vitória (c) – Brasileirão
10/9 (dom) – Atlético-PR (f) – Brasileirão
16/9 (sab) – Palmeiras (f) – Brasileirão
24/9 (dom) – Botafogo (c) – Brasileirão
27/9 (qua) – Bahia (f) – Brasileirão
1/10 (dom) – Corinthians (f) – Brasileirão

Avaí (Brasileirão)
20/8 (dom) – São Paulo (c) – Brasileirão
27/8 (dom) – Chapecoense (c) – Brasileirão
10/9 (dom) – Sport (f) – Brasileirão
17/9 (dom) – Atlético-MG (c) – Brasileirão
23/9 (sab) – Flamengo (f) – Brasileirão
27/9 (qua) – Atlético-GO (c) – Brasileirão
1/10 (dom) – Vasco (c) – Brasileirão

Vitória (Brasileirão)
19/8 (sab) – Corinthians (f) – Brasileirão
28/8 (seg) – Coritiba (f) – Brasileirão
10/9 (dom) – Fluminense (c) – Brasileirão
17/9 (dom) – São Paulo (c) – Brasileirão
24/9 (dom) – Atlético-MG (f) – Brasileirão
27/9 (qua) – Botafogo (f) – Brasileirão
1/10 (dom) – Sport (c) – Brasileirão

Bahia (Brasileirão)
20/8 (dom) – Vasco (c) – Brasileirão
27/8 (dom) – Botafogo (c) – Brasileirão
11/9 (seg) – Atlético-GO (f) – Brasileirão
18/9 (seg) – Cruzeiro (f) – Brasileirão
24/9 (dom) – Grêmio (c) – Brasileirão
27/9 (qua) – Coritiba (c) – Brasileirão
1/10 (dom) – Palmeiras (f) – Brasileirão

Atlético-GO (Brasileirão)
19/8 (sab) – Flamengo (f) – Brasileirão
26/8 (sab) – Corinthians (f) – Brasileirão
11/9 (seg) – Bahia (c) – Brasileirão
16/9 (sab) – Ponte Preta (f) – Brasileirão
24/9 (dom) – Cruzeiro (c) – Brasileirão
27/9 (qua) – Avaí (f) – Brasileirão
1/10 (dom) – Atlético-PR (f) – Brasileirão

Mais de Futebol em Números no twitter:
@rodolfo1975


Os maiores artilheiros dos times brasileiros na Libertadores
Comentários Comente

Rodolfo Rodrigues

O atacante Rodrigo Pimpão marcou ontem o segundo gol do Botafogo na vitória por 2 x 0 sobre o Nacional do Uruguai, que colocou o time carioca nas quartas de final da Copa Libertadores. Com o gol, Pimpão chegou a 5 nessa edição do torneio e tornou-se o maior artilheiro do clube na história da competição ao lado de Jairzinho e Dirceu.

Nessa edição da Libertadores, outro jogador que se aproxima do recorde dos maiores goleadores de um clube brasileiro na competição é o centroavante Ricardo Oliveira, do Santos, que tem 12 gols e é o 4º na lista do Santos, atrás de Pelé, Neymar e Robinho. Pelo Grêmio, o atacante Luan tem 6 gols e aparece na 5º colocação com chance ainda de ganhar posições, já que o time gaúcho continua vivo na competição sul-americana.

Confira abaixo quais são os maiores artilheiros dos clubes brasileiras na história da Libertadores:

Santos
1º Pelé 17
2º Neymar 14
Robinho 14
4º Ricardo Oliveira 12
5º Coutinho 10

Corinthians
1º Luizão 15
2º Marcelinho Carioca 11
3º Elias 9
4º Dinei 8
Guerrero 8

São Paulo
1º Luis Fabiano 14
Rogério Ceni 14
3º Müller 10
Palhinha 10
Pedro Rocha 10

Palmeiras
1º Alex 12
2º Tupãzinho 11
3º Ademir da Guia 9
Lopes 9
5º Edmundo 8
César Maluco 8

Botafogo
1º Jairzinho 5
Dirceu 5
Rodrigo Pimpão
4º Marinho 4
Roberto Miranda 4
Wallyson 4
Fischer 4

Fluminense
1º Fred 8
2º Thiago Neves 7
3º Washington 6
4º Rafael Moura 5
5º Dodô 4
Flávio 4
Samarone 4

Vasco
1º Luizão 8
2º Donizete 5
3º Juninho Paulista 4
Roberto Dinamite 4
Romário 4

Flamengo
1º Zico 16
2º Tita 10
Gaúcho 10
4º Marcelinho Carioca 7
Nunes 7

Internacional
1º Leandro Damião 11
2º Fernandão 6
Giuliano 6
D’Alessandro 6
5º Rafael Sóbis 5
Diego Aguirre 5
Valdívia 5

Grêmio
1º Jardel 16
2º Rodrigo Mendes 10
3º Paulo Nunes 8
Osvaldo 8
5º Caio 6
Anderson Lima 6
Souza 6
Luan 6

Cruzeiro
1º Palhinha 20
2º Thiago Ribeiro 13
3º Jairzinho 12
4º Kléber 11
Nelinho 11

Atlético-MG
1º Jô 11
2º Guilherme 9
3º Lucas Pratto 7
Cazares 7
5º Fred 6
Diego Tardelli 6

Atlético-PR
1º Lima 6
Luisinho Netto 6
3º Aloísio 4
Kelly 4
Ederson 4

Coritiba
1º Geraldo 3
2º Índio 2
Luís Carlos Capixaba 2

Bahia
1º Charles 7
2º Osmar 3
3º Gil Baiano 2
Marquinhos 2
Zé Carlos 2

Sport
1º Robertinho 3
Wilson 3
3º Nando 2
Andrade 2

Náutico
1º Lala 2
Ladeira 2
Nino 2

Guarani
1º Miltão 6
2º Zenon 5
3º Bozé 3
4º Careca Bianchesi 2
Marinho 2
Tony 2
Henágio 2
Evair 2
Neto 2

São Caetano
1º Brandão 6
2º Aílton 5
3º Somália 4
Wagner 4
5º Anderson Lima 3
Marcinho 3
Gilberto 3

Chapecoense
1º Reinaldo 2
2º Arthur Cayke 1
Andrei Girotto 1
Rossi 1
Luiz Antônio 1

Goiás
1º Romerito 4
2º Welliton 2
Nonato 2

Paraná
1º Josiel 3
2º Dinélson 2
Gérson 2
Henrique 2

Criciúma
1º Jairo Lenzi 6
2º Everaldo 4
3º Gélson 3

Paysandu
1º Robgol 6
2º Iarley 3
Vélber 3

Santo André
1º Rodrigão 5
2º Fernando 1
Leandrinho 1
Rafinha 1
Richarlyson 1
Romerito 1
Sandro Gaúcho 1

Paulista
1º Abraão 1
 Amaral 1
 Jaílson 1
 Muñoz 1

Bangu
1º Marinho 3
2º Ado 1
 Jair 1
 Marcelino 1

Juventude
1º Luiz Oscar 2
 Wallace 2
3º Adílson 1
 Kiko 1
 Mabília 1
 Maurílio 1

Mais de Futebol em Números no twitter
@rodolfo1975


Único invicto, Sport é o 9º a chegar à 8ª rodada sem derrota desde 2003
Comentários Comente

Rodolfo Rodrigues

Com a derrota da Ponte Preta, ontem, para o Fluminense (2 x 0, no Maracanã), o Sport tornou-se o único invicto do Brasileirão 2015. A equipe comandada por Eduardo Baptista, líder do campeonato, tem até agora 5 vitórias (todas em casa) e 3 empates (todos como visitante).

Chegar à 8ª rodada sem derrota no Brasileirão aconteceu apenas 8 vezes na era dos pontos corridos, desde 2003. E dessas equipes que conseguiram, apenas três conseguiram o título ao final da competição: Cruzeiro (2003), Corinthians (2011) e Fluminense (2012). O Sport, que não perde no Brasileirão há 15 rodadas (a última derrota foi na 31ª rodada de 2014, para o Atlético-MG (3 x 2)), é o segundo clube do Nordeste a chegar à 8ª rodada sem derrota, igualando a façanha do Ceará de 2010.

Até hoje, a maior invencibilidade de um clube desde a 1ª rodada na era dos pontos corridos é a do Flamengo, que ficou 16 partidas sem perder em 2011. Em seguida, vem o Fluminense de 2011 (11 jogos); Botafogo de 2007, Corinthians de 2011 e Coritiba de 2013 (10 jogos); Cruzeiro de 2003 e Corinthians de 2010 (9 jogos) e Ceará de 2010 (8 jogos).

O Sport terá pela frente nas próximas rodadas a Chapecoense (fora), Internacional (casa), Avaí (fora), Atlético-MG (fora), Palmeiras (casa), São Paulo (casa), Grêmio (fora) e Cruzeiro (casa) para igualar a marca do Flamengo de 2011 – 16 partidas sem derrota.

Clubes que não perderam até a 8ª rodada do Brasileiro na era dos pontos corridos (desde 2003):
Cruzeiro (2003) –
6 vitórias e 2 empates (25 gols feitos e 11 gols sofridos). Perdeu na 9ª rodada
Botafogo (2007) – 6 vitórias e 2 empates (20 gols feitos e 8 gols sofridos). Perdeu na 11ª rodada
Corinthians (2010) – 5 vitórias e 3 empates (15 gols feitos e 8 gols sofridos). Perdeu na 9ª rodada
Ceará (2010) – 5 vitórias e 3 empates (7 gols feitos e 1 gol sofridos). Perdeu na 9ª rodada
Corinthians (2011) – 7 vitórias e 1 empate (17 gols feitos e 5 gols sofridos). Perdeu na 11ª rodada
Flamengo (2011) – 4 vitórias e 4 empates (17 gols feitos e 8 gols sofridos). Perdeu na 17ª rodada
Fluminense (2012) – 5 vitórias e 3 empates (15 gols feitos e 5 gols sofridos). Perdeu na 12ª rodada
Coritiba (2013) – 4 vitórias e 4 empates (11 gols feitos e 7 gols sofridos). Perdeu na 11ª rodada
Sport (2015) – 5 vitórias e 3 empates (14 gols feitos e 7 gols sofridos). Ainda não perdeu.

Tags : Sport


< Anterior | Voltar à página inicial | Próximo>