Futebol em Números

Atlético-MG: 10 vitórias seguidas em casa e próximo de recorde
Comentários Comente

Rodolfo Rodrigues

Assim como no ano passado, o Atlético-MG segue como forte candidato ao título Brasileiro. O time comandado por Marcelo Oliveira vem com de uma ótima sequência de vitórias em casa e terá ainda dois confrontos diretos em Belo Horizonte contra Flamengo e Palmeiras nas rodadas finais.

Com a vitória sobre o Internacional por 3 x 1, no último domingo, o Galo chegou a sua marca recorde de 10 vitórias seguidas em casa na era dos pontos corridos, superando suas 7 vitórias consecutivas em 2012. As 10 vitórias do Atlético-MG igualaram as sequências do Cruzeiro (de 2014) e do Corinthians (de 2014). Para chegar ao recorde vitórias consecutivas como mandante, o Galo precisará vencer seus próximos dois jogos (contra América-MG e Figueirense). Assim, igualaria a marca do Santos, do ano passado, que venceu 12 jogos seguidos em casa.

Ainda nesse Brasileirão de 2016, o Palmeiras conseguiu vencer 7 jogos seguidos em casa (no primeiro turno). Já o Flamengo vem também com uma boa sequência, com 8 vitórias consecutivas como mandante.

Clubes com mais vitórias seguidas em casa no Brasileirão desde 2003 (era dos pontos corridos):

Clubevitóriasano
Santos122015
Atlético-MG102016
Corinthians102010
Cruzeiro102014
Corinthians92015
São Caetano92004
Figueirense82005
Flamengo82016
Grêmio82006
São Paulo82004
Atlético-MG72012
Atlético-PR72004
Atlético-PR72007
Atlético-PR72013
Botafogo72007
Goiás72008
Grêmio72009
Internacional72005
Palmeiras72016
Santos72004
Santos72007
São Paulo72008

Palmeiras: maior invencibilidade na Série A desde 2009
Comentários 4

Rodolfo Rodrigues

Líder do Brasileirão desde a última rodada do primeiro turno, o Palmeiras vem atravessando seu melhor momento na competição. Nas últimas dez partidas, o time não perdeu e se manteve na primeira colocação em todas as rodadas. Sem perder desde a 17ª rodada (para o Botafogo, 3 x 1, dia 31 de julho), a equipe do técnico Cuca obteve seis vitórias e quatro empates nos últimos dez jogos – sendo duas vitórias nos clássicos contra São Paulo e Corinthians.

A sequência sem derrota é a melhor do Palmeiras em Brasileiros desde 2009, último ano em que brigou pelo título da Série A. Naquele ano, o time também ficou dez jogos sem perder, entre a 3ª e a 12ª rodada. Na era dos pontos corridos, o Palmeiras teve também outras sequências de dez jogos sem derrota: em 2004 e em 2005. Mas desde 2003, o clube tem como maior série invicta a de 2006 – 11 jogos sem derrota. Na época, o Verdão era comandado pelo técnico Tite. Na próxima segunda-feira, dia 3 de outubro, contra o Santa Cruz, fora de casa, o Palmeiras tem a chance de igualar essa marca.

Na história do Campeonato Brasileiro, desde 1971, porém, a maior invencibilidade do Palmeiras ainda é a do ano de seu primeiro título nacional, em 1973. Naquele ano, o time comandado por Osvaldo Brandão ficou 22 jogos sem perder.

Maiores invencibilidades do Palmeiras em Brasileiros:
23 jogos – 1973 (16 v, 6 e). Téc.: Osvaldo Brandão
15 jogos – 1973 (9 v, 6 e). Téc.: Osvaldo Brandão
15 jogos – 1983 (9 v, 6 e). Téc.: Rubens Minelli
15 jogos
– 1986 (7 v, 8 e). Téc.: Carbone
15 jogos – 1997 (7 v, 8 e). Téc.: Luiz Felipe Scolari
14 jogos – 1994 (12 v, 2 e). Téc.: Vanderlei Luxemburgo
13 jogos – 1976 (8 v, 5 e). Téc.: Dudu
13 jogos
– 1977 (10 v, 3 e). Téc.: Jorge Vieira
13 jogos – 1996 (8 v, 5 e). Téc.: Vanderlei Luxemburgo
12 jogos – 1972 (8 v, 4 e). Téc.: Osvaldo Brandão
11 jogos – 1974 (4 v, 7 e). Téc.: Osvaldo Brandão
11 jogos – 2006 (6 v, 5 e). Téc.: Tite
10 jogos
– 1989 (6 v, 4 e). Téc.: Emerson Leão
10 jogos – 1990 (7 v, 3 e). Téc.: Dudu
10 jogos – 2004 (6 v, 4 e). Téc.: Wilson Coimbra (1) e Estevam Soares (9)
10 jogos – 2005 (6 v, 4 e). Téc.: Emerson Leão
10 jogos – 2009 (6 v, 4 e). Técnico: Luxemburgo (5) e Jorginho (5)
10 jogos – 2016 (6 v, 4 e). Técnico: Cuca

Tags : Palmeiras


Corinthians: 3º pior do returno
Comentários 8

Rodolfo Rodrigues

Atual campeão brasileiro, o Corinthians vem atravessando uma fase péssima no Brasileirão. Nos últimos 15 jogos, a equipe venceu apenas três partidas e despencou do 1º lugar (na 17ª rodada) para a 7ª posição. No segundo turno, em oito jogo, o Corinthians ganhou apenas dois jogos, empatou um e perdeu cinco, somando só 7 dos 24 pontos disputados. Assim, ocupa a 18ª colocação entre os 20 participantes no returno. Apenas Internacional e Santa Cruz (que ganharam somente cinco pontos cada).

Esse início de returno do Corinthians iguala o de 2007, ano em que foi rebaixado, com apenas 29,2% de aproveitamento nesses oito primeiros jogos. Apenas em 2013 o time foi pior, com 25% de aproveitamento nos oito primeiros jogos do 2º turno. No ano passado, no mesmo período, o Corinthians venceu cinco, empatou dois e perdeu um dos oito jogos.
Campanha do Corinthians nos oito primeiros jogos do returno nos pontos corridos:

AnoPGJVEDaprov.
200311832345,8
200414842258,3
200520862083,3
200612833250,0
20077821529,2
200910824241,7
201012833250,0
201111832345,8
201215843162,5
20136813525,0
201413841354,2
201517852170,8
20167821529,2

 

Sem vencer há quatro jogos, o Corinthians tem seu pior jejum de vitórias desde as últimas quatro rodadas de 2013, quando também ficou quatro partidas sem vencer. Atualmente, é um dos clubes há mais tempo sem vencer, ao lado de Cruzeiro e Inter, que não vencem desde a 23ª rodada.

Classificação do 2º turno

Pos.ClubePGJVEDGPGC
Flamengo198611147
Palmeiras188530125
Botafogo15850383
Fluminense15850397
Chapecoense1484221110
Atlético-MG1484221111
Santos128404119
Atlético-PR12840475
Coritiba128332117
10ºPonte Preta1283321310
11ºCruzeiro118323109
12ºVitória1083141010
13ºFigueirense108314912
14ºSport108314812
15ºSão Paulo8822468
16ºAmérica-MG88224710
17ºGrêmio88224611
18ºCorinthians78215712
19ºInternacional58125611
20ºSanta Cruz581251118

Tags : Corinthians


Recorde de clubes campeões nas quartas da Copa do Brasil
Comentários 2

Rodolfo Rodrigues

A 28ª edição da Copa do Brasil terá a fase de quartas de final somente com clubes que já venceram o torneio. Feito inédito na competição que começou em 1989. Os oito classificados para as quartas já venceram a Copa: Cruzeiro e Grêmio (4 vezes cada), Corinthians e Palmeiras (3 cada), e Atlético-MG, Internacional, Juventude e Santos (1 título cada). Até então, as edições com mais ex-campeões nas quartas de final eram as de 1996 (seis – todos os vencedores de 1989 a 1995) e a de 2015, também com seis ex-campeões.

Dos oito classificados de 2016, o Grêmio é o clube que mais vezes chegou às quartas de final (15). O clube gaúcho está atrás apenas do Flamengo (que está disputando a Copa Sul-Americana), que foi 16 vezes às quartas de final da Copa do Brasil. O Juventude, que eliminou hoje o São Paulo, volta a disputar a fase de quartas de final depois do ano em que conquistou o torneio pela primeira vez, em 1999.
Clubes que mais chegaram às quartas de final da Copa do Brasil
16 vezes – Flamengo
15 vezes – Grêmio
14 vezes – Atlético-MG
13 vezes – Corinthians, Palmeiras e Vasco
11 vezes – São Paulo
10 vezes – Cruzeiro, Inter e Vitória
9 vezes – Fluminense
8 vezes – Atlético-PR
7 vezes – Botafogo, Goiás e Santos
5 vezes – Bahia, Ceará, Coritiba e Sport
4 vezes – Criciúma e Paraná
3 vezes – Figueirense
2 vezes – Brasiliense, Ipatinga, Juventude, Náutico, Ponte Preta e Remo
1 vez – 15 de Novembro-RS, ABC, América-RN, Atlético-GO, Avaí, Baraúnas-RN, Comercial-MS, Corinthians-AL, CSA, Fortaleza, Linhares-ES, Londrina, Palmas-TO, Paulista, Santo André, São Caetano, Treze e Volta Redonda

Desses clubes acima que já chegaram às quartas de final da Copa do Brasil, Grêmio e Flamengo são os que mais vezes se classificaram para a semifinal (11 cada).
Clubes que mais se classificaram nas quartas de final
11 vezes – Grêmio e Flamengo
7 vezes – Cruzeiro, Palmeiras e Vasco
6 vezes – Corinthians
5 vezes – Coritiba, Fluminense e Santos
4 vezes – Goiás, São Paulo e Sport
3 vezes – Atlético-MG, Botafogo, Ceará e Inter
2 vezes – Brasiliense, Criciúma, Figueirense e Vitória
1 vez – 15 de Novembro-RS, Atlético-GO, Atlético-PR, Avaí, Ipatinga, Juventude, Linhares-ES, Náutico, Ponte Preta, Remo e Santo André

Já entre os clubes que mais foram eliminados nas quartas de final, o Atlético-MG é o líder, com 10 quedas em 13 disputas – está indo agora para a sua 14ª.
Clubes mais vezes eliminados nas quartas de final:
10 vezes – Atlético-MG
8 vezes – Vitória
7 vezes – Atlético-PR e São Paulo
6 vezes – Corinthians, Inter e Vasco
5 vezes – Bahia, Flamengo e Palmeiras
4 vezes – Botafogo, Fluminense e Paraná
3 vezes – Grêmio e Goiás
2 vezes – Ceará, Criciúma e Cruzeiro


Manchester City e Bayern: os únicos 100% na Europa
Comentários 1

Rodolfo Rodrigues

Os principais campeonatos nacionais da Europa completaram cinco rodadas (exceto na Alemanha, onde jogaram apenas quatro). Nesse início, foram poucas as surpresas. E até agora apenas dois clubes seguem com 100% de aproveitamento: o Manchester City, do novo técnico Pep Guardiola, e o Bayern Munique, agora treinado por Carlo Ancelotti. Hoje, o Real Madrid, outro que estava 100%, acabou tropeçando no Villarreal e empatou por 1 x 1, em casa, no Santiago Bernabéu.

Na Inglaterra, o City venceu seus cinco jogos (Sunderland, Stoke, West Ham, Manchester United e Bournemouth). O time de Guardiola tem também o melhor ataque (15 gols) e a terceira melhor defesa (4 gols sofridos). O Everton, segundo colocado com 13 pontos (4 vitórias e 1 empate) e a grande surpresa nesse início de Premier League. Tottenham (11 pontos), Arsenal, Chelsea e Liverpool (10) e Manchester United (9) aparecem na sequência.

Na Espanha, o Real Madrid, que vinha de quatro vitórias seguidas, empatou hoje com o Villarreal, de Pato, e perdeu seus 100% de aproveitamento. Mas manteve a liderança. O Barça, que perdeu em casa para o Alavés e hoje empatou com o Atlético de Madri. O Sevilla, do técnico Jorge Sampaolli e do reserva Ganso, é o segundo colocado com 11 pontos. O Atlético de Madri tem 9 pontos e ocupa a 4ª colocação.

Na Alemanha, o Bayern Munique ganhou hoje seu quarto jogo consecutivo na Bundesliga, fazendo 3 x 0 no Hertha Berlim. O time tem o melhor ataque da competição (14) e a melhor defesa (1 gol sofrido). Sob o comando de Carlo Ancelotti, o Bayern já soma 7 vitórias em 7 jogos oficiais com 26 gols feitos e apenas 1 sofrido. O Colônia, grande surpresa até aqui, é o 2º colocado no Campeonato Alemão, com 10 pontos, seguido por Borussia Dortmund, Eintracht Frankfurt e Hertha Berlim (todos com 9).

Na Itália, os favoritos venceram na rodada de hoje: Juventus 4 x 0 Cagliari, Roma 4 x 0 Crotone, Empoli 0 x 2 Inter. Apenas o Napoli empatou com o Genoa (0 x 0). Ontem, o Milan venceu a Lazio por 2 x 0. Depois de cinco rodada, a pentacampeã Juventus lidera com 12 pontos, seguida pelo Napoli (11), Roma, Chievo Verona e Inter (todos com 10) e Milan e Bologna (9 pontos cada).

Na França, o Nice, do atacante Balotelli e do zagueiro Dante, lidera com 14 pontos após seis rodadas. O PSG, atual tetracampeão, é o 2º colocado com 13 pontos, ao lado do Monaco. Já em Portugal, o tricampeão Benfica lidera com 13 pontos após 5 jogos, seguido por Sporting (12 pontos) e Porto, Braga e Rio Ave (10 pontos cada).

 

 


Palmeiras: melhor aproveitamento em clássicos nos últimos 20 anos
Comentários 18

Rodolfo Rodrigues

A vitória do Palmeiras sobre o Corinthians, sábado, por 2 x 0, em Itaquera, serviu para manter o alviverde por mais uma rodada na liderança do Brasileirão e quebrar um jejum de 35 jogos sem derrota do rival como mandante. Além disso, aumentou seu tabu contra o arquiinimigo para seis jogos e fez com que o clube obtivesse seu melhor rendimento em clássicos em uma só temporada desde 1996.

Em 2016, o Palmeiras disputou nove clássicos, venceu cinco, empatou três e perdeu apenas um – para o São Paulo, no 1º turno do Brasileirão. O aproveitamento de 66,7% é o melhor desde 1996, quando o Palmeiras conquistou 85,2% dos pontos (7 vitórias e 2 empates). Este ano, o Palmeiras empatou seus três jogos contra o Santos, venceu os três contra o Corinthians, ganhou um e perdeu outro para o São Paulo.

Desde 2008, o time também não conseguia cinco vitórias em clássicos em um só ano. E desde de 2007 não obtinha 100% de aproveitamento sobre o rival Corinthians (3 vitórias em 3 jogos).

Em 1996, o Palmeiras ganhou uma e empatou duas partidas contra o Corinthians, e ganhou seus três jogos contra Santos e contra São Paulo.

Aproveitamento do Palmeiras em clássicos desde 1996:

anovedaprov.(%)
201653166,7
201542446,7
201412618,5
201304033,3
201212618,5
201144253,3
201032440,7
200935246,7
200852263,0
200734248,1
200622724,2
200532633,3
200431347,6
200301116,7
200227143,3
200120433,3
200032828,2
199965645,1
199855447,6
199763646,7
199672085,2

Tags : Palmeiras


Apesar da fase, Inter tem 3ª melhor média de público
Comentários 9

Rodolfo Rodrigues

No ano em que realiza sua pior campanha na era dos pontos corridos, a torcida do Internacional vem fazendo sua parte e acompanhando o clube. Hoje, após 25 rodadas, o Colorado, que ocupa a 18ª colocação, na zona do rebaixamento, tem a 3ª maior média de público do Campeonato Brasileiro com média de 23.023 torcedores por partida. Atrás apenas do líder Palmeiras (32.810) e do Corinthians (31.305). O rival Grêmio tem a 5ª melhor média (22.147). A média de público do Inter é também a sua 2ª melhor na era dos pontos corridos, desde 2003. Muito próxima da melhor, da 2014, que foi de 23.179 torcedores por jogo.

Média de público do Inter na era dos pontos corridos

201423179
201623023
200621697
200819905
200919503
201518989
200718347
201118188
200517338
201017145
200315853
20129368
20048794
20137237

Para um time que está na zona do rebaixamento, essa média do Colorado está também entre as melhores desde 2003. Entre todos os clubes que caíram para a Série B na era dos pontos corridos, apenas um teve média superior a essa atual do Inter (23.023). Foi o Fortaleza, em 2003, na primeira edição, com média de 24.266 torcedores por jogo. Entre os grandes, os dois que mais levaram público em ano de rebaixamento foram o Atlético-MG (21.889, em 2005) e o Corinthians (20.071, em 2007).

Média de público dos rebaixados desde 2003:

AnoClubePúblico
2003Fortaleza24266
2005Atlético-MG21889
2007Corinthians20071
2012Sport19233
2005Coritiba18701
2013Vasco17831
2009Sport16606
2009Coritiba16575
2010Vitória15643
2005Brasiliense15324
2005Paysandu14992
2011Atlético-PR14341
2009Náutico14265
2003Bahia13914
2008Vasco13724
2011Ceará13449
2015Vasco13002
2014Bahia12665
2006Fortaleza12273
2012Palmeiras12028
2014Botafogo11449
2013Náutico11220
2006Santa Cruz10599
2014Vitória10349
2015Joinville9848
2007América-RN9366
2014Criciúma9333
2008Figueirense9106
2015Avaí8506
2015Goiás8176
2012Figueirense8093
2010Goiás7968
2007Paraná7905
2010Guarani7807
2004Grêmio7618
2011Avaí6824
2007Juventude6528
2013Ponte Preta6416
2004Guarani6207
2004Vitória6125
2004Criciúma6121
2006Ponte Preta5980
2012Atlético-GO5597
2008Portuguesa4968
2009Santo André4829
2011América-MG4725
2010Prudente4550
2008Ipatinga3734
2006São Caetano1905

Liga dos Campeões paga oito vezes mais do que Libertadores em premiação
Comentários 3

Rodolfo Rodrigues

Começa amanhã a fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa, que reúne 32 clubes do Velho Continente. A 62ª edição do torneio europeu aumentou o valor de premiação para os clubes participantes e agora o seu campeão poderá faturar até 57,2 milhões de euros só da Uefa (ou cerca de 209 milhões de reais) – na temporada anterior o Real Madrid faturou 53,5 milhões de euros.

Na América do Sul, a Copa Libertadores também teve um aumento de premiação por parte da Conmebol e o Atlético Nacional de Medellín-COL recebeu 6,5 milhões de euros – quase 8,8 vezes menos do que o próximo campeão da Champions League poderá faturar.

Na Liga dos Campeões, os clubes recebem ainda um prêmio por vitória (1,5 milhão de euros) e por empate (500 mil euros) na fase de grupos. Algo que não acontece na Libertadores. Na Liga, além dos 12,7 milhões pela participação na fase de grupos, os clubes podem ganhar até mais 9 milhões de euros caso vençam todos os seus seis jogos. Na Libertadores, os clubes recebem cerca de 400 mil euros por jogo como mandante – são três jogos em casa.

Premiação da Liga dos Campeões 2016/17 e da Copa Libertadores 2016 (em milhões de euros):

Liga dos CampeõesFaseCopa Libertadores
12,7Grupos1,2
1,5Bônus vitória
0,5Bônus empate
6Oitavas0,67
6,5Quartas0,85
7,5Semifinal1,11
11Vice1,34
15,5Campeão2,67
48,2total campeão6,5
9+ bônus máximo –
57,2total campeão6,5

Flamengo: melhor campanha desde o bi de 1982/83
Comentários 4

Rodolfo Rodrigues

Sob o comando do técnico Zé Ricardo e sem poder jogar no Maracanã, o Flamengo vem fazendo uma grande campanha no Brasileirão. Com 62,5% de aproveitamento (13 vitórias,  4 empates e 6 derrotas em 23 jogos), clube ocupa hoje a segunda colocação na competição, atrás do líder Palmeiras, que tem 66,7% de aproveitamento. Porém, mais do que isso, o Fla vem conseguindo um desempenho acima de sua média nos últimos anos.

Desde o bicampeonato brasileiro de 1982/83, o rubro-negro não conseguia um aproveitamento desse, acima dos 60% dos pontos disputados. Nem mesmo no ano de seu último título brasileiro, em 2009, o desempenho foi tão bom assim – 58,8%. Naquele ano, na mesma 23ª rodada, o Flamengo tinha exatos 10 pontos a menos (43 a 33).

A defesa do time também vem apresentando números muito bons nesse Brasileirão. Com 23 gols sofridos em 23 jogos, o Fla tem sua melhor média desde 1990, na última edição em que fechou o campeonato com a média de menos de um gol sofrido por jogo (0,95).

Melhores campanhas do Flamengo em Brasileiros:

AnoAprov.(%)Pos.JVEDGPGC
197976,712º10721216
198273,92315624827
198072,72214624620
197671,42114344815
197466,72414644115
198362,82614755730
201662,32313463023
198460,62211743220
198159,6199733019
197859,016º2613763323
200958,838191095844
197757,9199643111
198757,9199642215
200856,1381810106748
198854,72511863220
199254,32712874431
199753,83114893732
200753,5381710115549
201153,538151675947
198552,62611874023
197552,428135103428
198652,411º2812883419
199847,811º239683734
200347,8461812166673
197247,612º28101082425
199047,411º197662418
198946,3186751613
199946,012º2192103033
200045,819º249694237
199145,6197572024
200645,611º38157164448
201445,610º381410144647
197344,024º28114133134
201243,911º381214123946
200543,715º421413155660
199643,513º2393112431
199343,3206862324
201343,016º381213134346
201543,012º38154194553
199440,017º257992427
200240,018º2586113839
200439,117º461315185153
197138,614º1941051317
201038,614º38917124144
200135,824º2785142538
199534,821º235992332


Campanha do Flamengo até a 23ª rodada na era dos pontos corridos:

AnoPos.PGJVEDGPGC
2016432313463023
20153523112103030
201411º30238692027
201318º23236982429
201211º30238692532
201136239953831
201015º27236982123
200933239683134
2008372310763725
200711º32238873635
200615º272376102125
200519º252367102633
200423º202348111828
200313º29237883238

Tags : Flamengo


Brasil subirá do 9º para o 4º lugar no ranking da Fifa
Comentários 11

Rodolfo Rodrigues

Com as duas vitórias sob o comando do técnico Tite, a Seleção Brasileira dará um salto na classificação das Eliminatórias da América do Sul para a Copa do Mundo de 2018 – do 6º para o 2º lugar. Os triunfos sobre Equador (3 x 0) e hoje, sobre a Colômbia (2 x 1), vão fazer com que o Brasil ganhe posições no ranking da Fifa.

Na última atualização do ranking, no dia 11 de agosto, a Seleção Brasileira estava na 9ª colocação com 1.156 pontos. Com as duas vitórias, subirá irá para 1.323 e chegará ao 4º lugar. Sua melhor posição desde junho de 2014, após o 4º lugar na Copa do Mundo. Com Dunga, a melhor colocação da Seleção no ranking havia sido o 5º lugar entre abril e setembro de 2015.

Agora, à frente do Brasil no ranking, estão apenas Argentina, Bélgica e Alemanha. Confira como deverá ficar o ranking da Fifa na próxima atualização, que deverá sair na próxima semana:
Ranking da Fifa (setembro de 2016):

Pos.PaísPontos
Argentina1646
Bélgica1369
Alemanha1347
Brasil1323
Colômbia1323
Chile1284
Portugal1256
França1188
Uruguai1173
10ºPaís de Gales1160
11ºEspanha1141
12ºInglaterra1130
13ºItália1124
14ºMéxico1090
15ºCroácia1059

 


Ranking da Fifa (agosto de 2016):

Pos.PaísPontos
Argentina1585
Bélgica1401
Colômbia1331
Alemanha1319
Chile1316
Portugal1266
França1189
Espanha1165
Brasil1156
10ºItália1155
11ºPaís de Gales1137
12ºUruguai1130
13ºInglaterra1107
14ºMéxico1042
15ºCroácia1022